conecte-se conosco


Infraestrutura & Logística

Praças de pedágio em rodovias estaduais passam a aceitar pagamento por cartão

Publicado

A partir desta quinta-feira (1º de julho) as concessionárias que administram as rodovias estaduais de Mato Grosso passam a aceitar o uso dos cartões de débito e crédito no pagamento dos pedágios. A medida atende a lei n° 11.297 sancionada pelo governador Mauro Mendes.

O objetivo é ampliar as formas de pagamento e beneficiar os usuários que circulam pelos 1.813 quilômetros de rodovias concedidas em Mato Grosso, que poderão se livrar do incômodo de levar e manusear dinheiro vivo no valor necessário para seus deslocamentos.

Além disso, a medida vai garantir maior segurança do usuário e, também, dos trabalhadores das praças de pedágio, com a redução de dinheiro em espécie em circulação, de acordo com o secretário adjunto de Logística e Concessões da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Huggo Waterson.

Atualmente, o pagamento de pedágio nas praças nas estradas de Mato Grosso é feito por meio de dinheiro em espécie e das chamadas “tags”, etiquetas eletrônicas afixadas nos veículos, que permitem a transferência automática de valores para a concessionária quando o usuário atravessa o sistema de leitura instalado nas praças de cobrança.

Leia mais:  Concessão de rodovias prevê R$ 815 milhões em investimentos no trecho Jangada-Tangará da Serra-Itanorte

Com a nova lei, passam a aceitar cartão as concessionárias Administradora de Pedágios Rodovia da Mudança, Intervias – Concessionária de Exploração da Rodovia, APASI – Concessionária de Exploração da rodovia, SPS – Concessionária de Exploração da rodovia 235, Morro da Mesa Concessionária S/A, Via Brasil MT 100 Concessionária de Rodovias S/A e a Via Brasil MT 320 Concessionária de Rodovia S/A.

Já as concessionárias Consórcio Via Norte Sul S/A, Via Brasil MT 246 Concessionária de Rodovia S/A e Concessionária de Rodovias Rota dos Grãos S/A, além da Associação Agrologística de Mato Grosso, ainda estão no primeiro ano de operação e não cobram pedágio. Por essa razão, a medida valerá somente no próximo ano.

(Ascom Sinfra-MT)

publicidade

Infraestrutura & Logística

MT-240: rescisão com empreiteira é publicada pelo governo no diário oficial do estado

Publicado

O governo estadual – através da Secretaria de Estado de infraestrutura (SINFRA-MT) – formalizou o rompimento do contrato com a Construtora Centro Leste S/A, que era responsável pelas obras de pavimentação da rodovia MT-240, entre Tangará da Serra e Santo Afonso.

O rompimento foi oficializado na edição de ontem (quinta, 20), com publicação do extrato de rescisão unilateral do contrato 023/2021/06/01/SINFRA no Diário Oficial do Estado (imagem acima).

Segundo Edilson Sampaio, que coordena as obras pela Associação dos Produtores da MT-240, o contrato foi rescindido por problemas técnicos na execução dos trabalhos. “Houve duas notificações para que a empresa regularizasse suas operações, mas o governo e a associação optaram pela substituição. Temos uma responsabilidade muito grande com os produtores e os cidadãos que vivem naquela região”, esclareceu.

Anseio antigo

Sampaio destaca que a pavimentação da MT-240 é um anseio antigo dos municípios de Tangará da Serra e Santo Afonso. “A produção agropecuária daquela região tem apresentado índice elevado de crescimento. São mais de 15 mil hectares cultivados de soja e milho, mais a pecuária de corte, e a tendência é de um crescimento ainda maior… Então, a responsabilidade é muito grande e por isso foi tomada esta providência”, disse.

Edílson: “A responsabilidade é muito grande e por isso foi tomada esta providência”.

Edilson citou, ainda, que a região também conta com o assentamento Nossa Senhora Aparecida, que reúne cerca de 70 famílias de pequenos agricultores que produzem hortifrutigranjeiros, lavoura branca, além de frangos, leite e pequenos animais.

Leia mais:  Em apreciação no Congresso, ‘BR do Mar’ propõe estímulo à cabotagem, redução de custos do transporte e competitividade industrial

Consórcio

A rescisão do contrato com a Centro Leste, na prática, já ocorreu em dezembro. Com isto, a SINFRA-MT prepara a documentação do consórcio ENPA/LCM, que deverá assumir nos próximos dias as obras de pavimentação da MT-240. A nova empresa é a terceira colocada no certame licitatório realizado pelo Estado para execução dos trabalhos.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana