conecte-se conosco


Entidades de Classe

Cadastro Positivo é o banco de dados dos bons pagadores, diz gerente da Boa Vista em encontro regional

Publicado

Com a aprovação da nova lei do Cadastro Positivo – que torna automática a inclusão de consumidores e empresas neste banco de dados, e a sua regulamentação no início de julho – o mercado de crédito brasileiro vive um novo momento, que pode também ser considerado um marco nas relações de consumo. Com este feito, há grande expectativa sobre as novas soluções de análise de crédito e o quanto os dados positivos ajudarão a reduzir a assimetria de informação, ou seja, melhor discriminar o bom do mau pagador.

Este foi um dos assuntos discutidos na manhã desta sexta-feira (25.10) pelo gerente de Contas da Boa Vista SCPC, Everton Fiorelli, no segundo dia do Encontro Regional das Associações Comerciais e Empresariais que acontece em Tangará da Serra, com a presença de presidentes, executivos, comerciais e colaboradores de 12 municípios de Mato Grosso. O evento é uma realização da Facmat, com o apoio da Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (Acits).

Evento reúne 11 associações comerciais do estado em Tangará da Serra.

Fiorelli explicou que o Cadastro Positivo é uma solução gratuita que pode favorecer empresas que solicitam crédito, porque considera todo o histórico de pagamentos, não somente as dívidas. “É o banco de dados dos bons pagadores que avalia os compromissos financeiros ou serviços continuados dos consumidores Pessoa Física e Pessoa Jurídica”, complementa.

A Boa Vista já está utilizando toda a sua inteligência analítica por meio de modelos de machine learning e de inteligência artificial para extrair o máximo de valor das informações positivas de consumidores e empresas. Para se ter uma ideia, com a nova lei em vigor, estima-se que cerca de 120 milhões de consumidores passam a fazer parte do Cadastro Positivo, dos quais aproximadamente 22 milhões estão agora sendo inseridos no mercado de crédito, o que demonstra o grande potencial para novos negócios.

Segundo a Boa Vista, os dados do Cadastro Positivo podem aumentar as vendas se usados de forma inteligente, ou seja, diante do cenário atual, com maior acesso do consumidor ao crédito, o credor que souber identificar melhor os pagadores dos não pagadores, venderá mais e melhor.

Uma das soluções com essas características é o Acerta Completo Positivo, desenvolvido pela Boa Vista e já à disposição do mercado. Com esse produto é possível checar as informações analíticas como score (nota de crédito), comprometimento financeiro, pontualidade de pagamento e renda estimada.

Esse tipo de solução ajuda o empresário a conhecer e prever o comportamento do consumidor, tendo menos riscos na hora de tomar uma decisão de venda. E tudo isso é possível porque a Boa Vista possui uma das maiores bases de comportamento de crédito e tem capacidade analítica para transformar todos esses dados em instrumentos de decisão, de forma clara e objetiva.

Benefícios do Cadastro Positivo para a empresa

Maior poder de negociação na hora de solicitar crédito com a possibilidade de menores taxas e melhores prazos;

Avaliação de crédito baseada no comportamento de pagamento e não somente nas informações restritivas;

Saber o que o mercado irá considerar na concessão de crédito graças ao monitoramento do histórico de pagamentos;

Contar com um cadastro que demonstra que a empresa é boa pagadora.

 

(Redação: Luciane Mildenberger – Assessora de Imprensa da Facmat, com informações da Boa Vista SCPC)

publicidade

Entidades de Classe

OAB Tangará da Serra: Com Jonas Coelho presidente, 10ª Subseção empossa nova diretoria

Publicado

A 10ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), de Tangará da Serra, tem nova diretoria desde a noite de ontem (quarta, 20). Jonas Coelho da Silva foi empossado como novo presidente para o triênio 2022-2024, sucedendo a Franco Ariel Bizarello dos Santos.

(*) Veja galeria de fotos da posse no link ao final do texto

A posse ocorreu no auditório da sede da 10ª Subseção, com presença de grande número de advogados e de autoridades locais, representando os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além das polícias Judiciária Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, entidades diversas e representantes da sociedade civil organizada.

A presidente da Seccional da OAB-MT, Gisela Cardoso, prestigiou a posse da nova diretoria, na qual Jonas Coelho tem, ao seu lado, Marcos Cardozo Dalto (vice-presidente), Deborah Barbosa Camacho (secretária geral), Carolina Atala Castilho (secretária adjunta), Claudilene Julião de Souza (tesoureira) e Marcelo Barbosa de Freitas (delegado). Também receberam posse os titulares das 15 comissões temáticas da subseção.

Missão e desafio

Em seu discurso de posse, Jonas Coelho destacou que a missão da nova diretoria terá o grande desafio de representar a classe que, através da subseção local, inclui municípios como Barra do Bugres, Nova Olímpia, Porto Estrela e Sapezal. “O advogado é indispensável à administração da Justiça (…) e nossa missão será, entre outras, assegurar o exercício pleno da advocacia”, disse, garantindo que a nova diretoria terá, a exemplo da anterior e das demais, uma postura intransigente na defesa das prerrogativas do advogado.

Jonas também agradeceu o apoio da família e dos seus colegas da Ávila & Ávila Advogados, escritório onde iniciou sua carreira há mais de duas décadas e onde permanece atuando, mencionando o “decano” advogado Pedro Evangelista de Ávila como um mestre no qual se espelha. “Gratidão é dívida que não prescreve”, sentenciou.

O novo presidente da 10ª Subseção da OAB-MT destacou outra missão da entidade, que é representar e defender a sociedade no âmbito jurídico ante eventuais ofensas e abusos contra a justiça e a liberdade.

Neste mesmo contexto de comprometimento da OAB com a sociedade, Jonas Coelho da Silva anunciou a execução de projetos sociais pela subseção, como o “Karatê OAB” e o “Bom de Escola, Bom de Bola”, para os quais será utilizada a estrutura física da sede local da entidade.

Referendo

Jonas Coelho da Silva e a nova diretoria formaram chapa de consenso e foram referendados por 85% da classe de advogados de Tangará da Serra, conquistando 275 votos nas eleições realizadas em novembro do ano passado.

Naquele mesmo pleito, a advogada Gisela Cardoso – que prestigiou a posse de Jonas Coelho – foi eleita para a Seccional Mato Grosso (OAB-MT), reunindo 4.642 votos.

(*) A seguir, veja galeria de fotos da posse

Fotos da posse da nova diretoria da 10ª Subseção da OAB, em Tangará da Serra

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana