conecte-se conosco


Cidades & Geral

Hospital Regional: Empresário oferece área junto a avenida; Barra pressiona estado

Publicado

Uma área de 10 hectares foi oferecida em doação ao município para instalação do hospital regional em Tangará da Serra. A oferta é do empresário Antônio Carlos Cabral Amaral, dono da empresa Habitabem Imobiliária, empreendedora do Residencial Alto da Boa Vista.

Segundo o empresário, a área oferecida ao município em doação está localizada junto à avenida Alvadi Monticelli, na margem oposta à entrada do Alto da Boa Vista (foto do topo, no quadrilátero em amarelo).

A oferta da área para doação ocorre em sequência a uma denúncia ao Ministério Público de sobrepreço de até 50% na área destinada anteriormente pelo município, com desapropriação e aquisição já autorizada pela Câmara Municipal no valor de R$ 5,98 milhões, o que corresponde a aproximadamente R$ 65,00 por cada um dos 91 mil m² da área então destinada, localizada às margens do Anel Viário.

Reunião pública

Vander levará a público discussão sobre área do Hospital Regional.

Na última sexta-feira, o prefeito Vander Masson (PSDB) convidou autoridades e sociedade em geral para uma reunião pública cuja pauta é justamente a área a ser destinada ao Hospital Regional. A reunião será nesta segunda-feira (25), no auditório do Centro Cultural, a partir das 19h00.

Leia mais:  Decreto impõe restrições e toque de recolher a partir deste sábado; Lockdown poderá valer após 18 dias

Dela participarão, além do Executivo, vereadores sociedade em geral, com demais autoridades, representantes de entidades e cidadãos comuns. Na oportunidade, certamente a área oferecida em doação pelo empresário Antônio Cabral figurará entre as pautas. O terreno deverá ser vistoriado durante a semana e, em caso de aceite do município, deverá ser informado ao governo do Estado.

Barra no governo

Primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes, recebeu pedidos de apoio à reativação do hospital regional em Barra do Bugres. (Foto: Rubens Leite/BB)

A suspensão do processo de instalação do Hospital Regional em Tangará da Serra em abriu a possibilidade de reativação da estrutura do hospital regional em Barra do Bugres.

Lideranças políticas e da sociedade organizada de Barra do Bugres iniciaram uma mobilização que já conta com apoio do deputado estadual Lúdio Cabral (PT), que compõe a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa e deverá apresentar requerimento esta semana no parlamento estadual para que seja elaborada nova lei para ativação do hospital regional em território barrabugrense.

Leia mais:  Anel Viário recebe paliativo com solo-cimento; Trabalho é realizado em parceria com associação

Em visita ao município na última sexta-feira (22), a primeira-dama do estado, Virgínia Mendes, recebeu das mãos do vereador Professor Lennon (PODEMOS) um pedido de audiência com o governador Mauro Mendes, quando uma comitiva local formalizará o pedido de reativação da unidade hospitalar regional no município.

publicidade

Cidades & Geral

Tangará da Serra: Covid-19 e H3n2 motivam decreto; Eventos até dia 06 são mantidos

Publicado

A escalada da pandemia do novo coronavírus e o surto de influenza (H3n2) resultaram em decreto com medidas de contenção das duas doenças em Tangará da Serra. O município é o terceiro da região – após Porto Estrela e Barra do Bugres – a impor medidas preventivas no intuito, principalmente, de conter a propagação da Covid-19.

Na tarde desta segunda-feira (17), o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson (PSDB), anunciou o decreto 006/2022, com 11 artigos que impõem, até o próximo dia 31, com uma série de medidas preventivas.

Decreto foi anunciado na tarde desta segunda-feira (17), pelo prefeito Vander Masson.

As atividades no Comércio e Serviços – incluindo bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres -, além de academias, seguem autorizados, conforme horário dos alvarás e com medidas de biossegurança previstas no decreto.

Nas igrejas e templos, os cultos e celebrações seguem autorizados, também com obrigatoriedade de medidas de prevenção.

Os eventos sociais, artístico-culturais, técnicos, científicos, corporativos e outros que estejam marcados e já divulgados até 06 de fevereiro estão autorizados, devendo seguir os procedimentos de biossegurança. Novos eventos deverão ser comunicados com 30 dias de antecedência à Vigilância Sanitária.

Leia mais:  Anel Viário recebe paliativo com solo-cimento; Trabalho é realizado em parceria com associação

Aulas e esportes

O processo de retomada das aulas estará baseado em análises e monitoramento das autoridades sanitárias e do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus.

O decreto não faz menção específica à questão dos esportes coletivos e atividades esportivas em geral.

O decreto será publicado ainda hoje (segunda, 17) e estará disponível no site do município, no link a seguir:

https://tangaradaserra.mt.gov.br/?tipo_legislacao=decreto

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana