conecte-se conosco

Infraestrutura & Logística

Tangará da Serra: Prefeitura projeta ligação de avenida ligando Centro ao Buritis/Bela Vista

Publicado

A extensão da Avenida Tancredo de Almeida Neves na direção do quadrante norte do perímetro urbano de Tangará da Serra (foto acima) está entre os projetos a serem executados pela prefeitura nos próximos meses.

A informação foi repassada pelo vice-prefeito Marcos Scolari em entrevista concedida à rádio Serra FM na manhã dessa terça-feira (02). A extensão da avenida, se confirmada, atenderá um antigo anseio da comunidade local, possibilitando a ligação da região do Buritis/Morada do sol com a área central da cidade.

Obra

A extensão representaria uma obra de pavimentação de aproximadamente 1,5 quilômetro, com necessidade de dois pontilhões, já que há dois córregos no trajeto – Araputanga e Mutum), com suas áreas de preservação. (Imagem abaixo)

A obra poderá conter até quatro bueiros celulares e incluirá, numa etapa anterior, estudo de vazão nos dois cursos d’água.

Para viabilizar a obra, o município contará com o apoio do governo do Estado. “Temos as portas abertas no governo e este bom diálogo favorecerá esta realização”, disse Marcos Scolari.

Leia mais:  Estradas: MT-339 tem 7 km concluídos e receberá mais 13; Obras da MT-240 já licitadas

Benefícios

A viabilização do prolongamento resultará no desenvolvimento daquela região da cidade, proporcionando o preenchimento do vazio urbano hoje existente entre as imediações da Vila Olímpica até os dois bairros Buritis e Bela Vista.

De acordo com o engenheiro e especialista em logística Silvio Tupinambá, a ligação favorecerá os moradores daquela localidade urbana com o encurtamento da distância para a área central da cidade, que hoje tem de ser percorrida ou pela Estrada 11, em conexão com MT-480 e Nilo Torres, ou pela avenida Zelino Lorenzetti, em direção à região do Tarumã.

Neste aspecto, segundo Tupinambá, o prolongamento seria opção de saída para quem está no centro, em direção à Linha 12, Deciolândia e anel viário. “Outras vantagens seriam o desafogo dos tráfegos nas avenidas Ismael José do Nascimento e Nilo Torres, a valorização imobiliária daquela região e, consequentemente, atração de investimentos”, disse o especialista.

Segundo informações obtidas pelo Enfoque Business junto à Secretaria Municipal de Infraestrutura, já há um projeto de ligação das localidades com a Tancredo Neves protocolado na prefeitura.

Leia mais:  Medidores de energia serão aferidos pelo Ipem MT

publicidade

Infraestrutura & Logística

Município pleiteará adequações em rotatórias da MT-358 junto a concessionária

Publicado

Ações de correções em duas rotatórias na MT-358, junto ao perímetro urbano de Tangará da Serra, serão pauta de reunião nos próximos dias entre a Secretaria Municipal de Infraestrutura e a concessionária Via Brasil, empresa responsável pela rodovia.

Scolari conversará com concessionária sobre adequações das rotatórias.

As rotatórias em questão são as situadas nas entradas/saídas da via lateral de acesso aos frigoríficos Marfrig e JBS. Ambas possuem erros de planejamento e precisam de correções urgentes, já que obrigam os motoristas a manobras irregulares, o que representa riscos de acidentes graves.

Segundo o secretário de Infraestrutura do município, Marcos Scolari, houve intenção do município em realizar as intervenções, mas, ao contatar o governo estadual para obter as autorizações, o município foi informado que as duas rotatórias estão em trecho concessionado da rodovia, o que impede qualquer ação, salvo em caso de autorização especial da concessionária.

Scolari informou que a reunião com a empresa responsável deverá acontecer na próxima semana, com dia e local a ser definido. “Temos urgência nestas correções em razão dos riscos. Se a concessionária autorizar, vamos mexer. Mas, é possível que estas intervenções já estejam no contrato de concessão”, disse Scolari.

Leia mais:  Estradas: MT-339 tem 7 km concluídos e receberá mais 13; Obras da MT-240 já licitadas

Projeto

Município já possui projeto das adequações, custeado por empresários.

As intervenções já contam com projeto custeado por empresários estabelecidos na Lions Internacional. O projeto foi doado ao município, com entrega realizada na quinta-feira da semana passada ao prefeito Vander Masson.

A concepção do projeto de readequação das duas rotatórias tem origem em reunião liderada pelo empresário Alfredo Nuernberg (na foto abaixo, à esquerda), da Tratortecmaq, com representantes do Grupo Piva, Granja Ziani, Frigorífico JBS, Fort Construções, Freicar e Supremax.

O projeto tem autoria da MAB Engenharia. Segundo os engenheiros da empresa, no caso da entrada da via lateral de acesso aos frigoríficos, nas proximidades do Queima Pé, simples trabalhos de sinalização podem resolver os problemas. Por outro lado, no ponto de conversão da avenida com a MT-358, há necessidade de intervenção física com alongamento da rotatória e adequação das alças de acesso às duas vias laterais existentes.

Já no ponto da rodovia em frente aos frigoríficos, há necessidade de implantação de redutores de velocidade e faixa de pedestres, além de escada e rampa de acesso para pedestres e ciclistas para a via lateral.

Leia mais:  Convênio para pavimentação da MT-339 pode ser retomado; Anel Viário receberá microrrevestimento

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana