conecte-se conosco


Agronegócio & Produção

Soja: Chapadão registra, em Tangará da Serra, primeira ocorrência de ferrugem na safra

Publicado

Foi registrada esta semana a primeira ocorrência de ferrugem asiática na região do Chapadão dos Parecis. O registro é do engenheiro agrônomo e pesquisador Valtemir José Carlin, da Agrodinâmica Pesquisa e Consultoria Agropecuária.

Segundo Valtemir, o foco da doença é numa lavoura de Tangará da Serra. “A história têm se repetido e temos os primeiros casos próximos à virada do ano/inicio de colheita”, postou o pesquisador em uma página nas redes sociais. Ele prega atenção total quanto ao manejo, especialmente nas lavouras mais tardias.

Valtemir prega atenção total quanto ao manejo, especialmente nas lavouras mais tardias.

Na região Centro Oeste, além do caso de Tangará da Serra, foram registrados quatro casos de presença do fungo no Mato Grosso do Sul, em lavouras de Maracaju e Rio Brilhante. Os registros constam no site do Consórcio Antiferrugem.

Recorrente

Segundo Valtemir Carlin, a ferrugem asiática sempre foi um problema nas lavouras de soja no Centro Oeste, mas atualmente está mais rápida e agressiva. Os casos são verificados, num estágio inicial, no ponteiro das plantas.

Produtividade da soja é fortemente afetada pela ferrugem.

Carlin destaca que para minimizar os danos da ferrugem da soja é preciso a adoção de algumas estratégias, como o escape (considerando semeadura e ciclo), a atualização dos fungicidas, o uso de multissítios (cujas características vão de encontro do manejo de resistência) e aplicação de fungicidas protetores e sistêmicos. “É importante também a rotação do grupo químico e do modo de ação dos produtos e, também, evitar plantios em dezembro e fevereiro, que são verdadeiras janelas para doenças e pragas”, afirmou, em recente publicação.

Leia mais:  Momento Agrícola: Pneu de soja, corte de impostos e ‘Famato Embrapa Show’ são destaques

Mancha Alvo

Há, porém, outra doença que gera preocupação no meio produtivo. “Ainda vamos ter muito trabalho com a mancha alvo”, previu Valtemir Carlin, no início deste ano, durante a 10ª Jornada Técnica promovida pela Agrodinâmica. Ele citou, na oportunidade, a existência de mais de 700 hospedeiros da doença, como a crotalária.

Sobre a mancha alvo, o diretor da Agrodinâmica salienta que a prevenção/controle é uma questão de manejo, incluindo monitoramento em todos os ciclos da lavoura, o correto posicionamento do produtor quanto às cultivares (levando em consideração o histórico) e o pleno conhecimento da tolerância e suscetibilidade.

publicidade

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Pneu de soja, corte de impostos e ‘Famato Embrapa Show’ são destaques

Publicado

O uso do óleo de soja na fabricação de pneus, as inovações da Embrapa e outros assuntos de interesse do Agro compõem o conteúdo do Momento Agrícola deste sábado (14.05).

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela rede de rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com o link do Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Pneu de soja

O primeiro destaque do Momento Agrícola deste sábado, no bloco inicial do programa, é o lançamento no mercado brasileiro, pela Goodyear, do primeiro pneu que leva óleo de soja em sua composição. Trata-se do novo Wrangler Workhorse, fabricado em Americana (SP) e voltado para picapes e SUVs.

Segundo a Goodyear, o óleo de soja substitui os derivados de petróleo na produção do pneu que, além de ser mais sustentável também tem desempenho superior ao seu antecessor, o Wrangler Armortrac. A indústria afirma que o pneu com soja é mais durável, oferecendo melhor dirigibilidade em piso molhado e mais tração em todos os tipos de terreno. Outra vantagem, segundo a Goodyear, é que o óleo de soja assegura melhor desempenho em diferentes temperaturas, com maior aderência na pista.

Leia mais:  Momento Agrícola: Pneu de soja, corte de impostos e ‘Famato Embrapa Show’ são destaques

Outras

O Momento Agrícola também destaca as inovações da Embrapa, a organização do ‘Famato Embrapa Show’, as tecnologias desenvolvidas para o Agro, notícias sobre fertilizantes (potássio) que poderão vir da Jordânia, os cortes em impostos de produtos importados, entre outros assuntos.

Para concluir a edição deste sábado, o Momento Agrícola traz entrevistas com os temas “Até o Berro do Boi”, com Sérgio Pflanzer, da Unicamp, e “Defensores do Agro”, com o aluno Vittorio Vieira.

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique abaixo:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana