conecte-se conosco


Empresas & Produtos

Município deverá ganhar fábrica de argamassa com 100 empregos diretos

Publicado

Uma fábrica de argamassa deverá se instalar em Tangará da Serra nos próximos meses. Os empresários interessados já mantiveram contatos com o Executivo Municipal, intermediados pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Serviços (SICS) e pleiteiam incentivos fiscais para instalação da unidade.

Thiago Souto: “Em Mato Grosso há apenas duas indústrias de argamassas e vamos preencher uma lacuna que o mercado oferece”.

O Enfoque Business conversou na manhã desta quinta-feira (10) com o empresário Thiago Medeiros Souto, que representa o grupo investidor. Ele confirma o interesse e informa que a fábrica deverá gerar até 100 empregos diretos quando estiver instalada, o que representará outros 250 empregos indiretos na cidade.

A intenção do empreendimento é participar do mercado de Mato Grosso, atendendo também os estados de Mato Grosso do Sul e Rondônia. “Em Mato Grosso há apenas duas indústrias de argamassas e vamos preencher uma lacuna que o mercado oferece”, disse.

Cimentex

Thiago Medeiros Souto também atua no mercado de cimento, através da empresa Cimentex, que se instalou recentemente na cidade. A empresa é distribuidora do Cimento Cauê, produzido pela InterCement, do grupo Camargo Correa. A InterCement é uma das líderes no mercado nacional, com participações importantes em países como Portugal, Argentina, Paraguai, África do Sul, Cabo Verde, Egito e Moçambique.

Leia mais:  Celebrando 20 anos, Agrocat inaugura sua nova sede em Tangará da Serra

O cimento Cauê se destaca pela alta qualidade, com vantagens técnicas no tempo de cura e resistência final. É ideal para produção de pré-moldados e obras estruturais. Com a instalação da Cimentex, o mercado de Tangará da Serra já conta com oferta do Cauê em saco, incrementando a oferta que antes era em ‘big bag’ e também a granel.

O cimento Cauê se destaca pela alta qualidade, com vantagens técnicas no tempo de cura e resistência final.

De acordo com Thiago Souto, o cimento Cauê já desperta interesse no mercado regional, com vários negócios já realizados e clientes prospectados. Ele destaca que o produto ampliará a oferta de cimento na cidade, muitas vezes prejudicada em razão da logística limitada. “Há períodos em que o cimento fica escasso e, com isso, o preço sobe. Viemos para contribuir na mudança deste quadro, melhorar a oferta e competir forte no mercado”, observou.

Escolha

Sobre a presença da Cimentex na cidade, Thiago Souto destaca que alguns fatores contribuíram para a escolha por Tangará da Serra. Um dos aspectos, segundo o empresário, é geográfico, já que a cidade tem localização privilegiada para distribuição aos municípios vizinhos e também outras regiões, como o eixo Nova Mutum/Lucas/Sorriso/Sinop, no norte e médio-norte.

Leia mais:  Tecnologia de produção: Bioinsumos à base de fungos combinam produtividade com redução de custos e ganhos ambientais

Thiago também destaca a matéria prima da região, que conta com areia de excelente qualidade, além da pujança de Tangará da Serra. “Percebemos que esta região tem muito a crescer e está se desenvolvendo rapidamente. A cidade tem boa estrutura e irá atrair muitos investimentos privados”, disse.

Ao lado da esposa Kamila e do colega de empresa Jonail, o empresário também enalteceu a receptividade que obteve em Tangará da Serra. “Fui muito bem recebido e muito bem atendido pelos administradores e vejo que a comunidade é muito receptiva. O ambiente é muito favorável, pelo acolhimento e, claro, pelo aspecto econômico”, finalizou.

Reunião com poder público: Empresário destacou boa receptividade em Tangará da Serra.

publicidade

Empresas & Produtos

Molduraria TGA: Tangará e região ganham empresa de molduras e quadros decorativos

Publicado

Quando se fala em ‘conjunto da obra’ se faz referência à totalidade conceitual e estética de algo a ser apreciado. Uma obra de arte se apresenta incompleta se não contar com uma boa moldura.

Usada primariamente para proteger obras de arte e objetos afetivos, a moldura tem a função extra de ajudar a compor o ambiente. Por isso, deve ser escolhida de acordo com o objeto a ser emoldurado e o local a ser decorado.

Em Tangará da Serra, o local certo para buscar molduras e quadros decorativos (já com imagens/gravuras) é a Molduraria TGA, inaugurada nesta quinta-feira (18.11), na rua José Alves de Souza (Rua 18), nº 129-N – Centro, cruzamento com rua Antônio Hortolani, próximo ao Sebrae.

Veja galeria de fotos da inauguração:

Imagens da inauguração da Molduraria TGA, quinta-feira (18.11), em Tangará da Serra

A Molduraria TGA é uma empresa nova, que vem para preencher uma lacuna no mercado, com foco em quadros decorativos, obras de arte, decoração e presentes. “Imagens, retratos, pinturas, tudo sempre foi muito valorizado. Mas, hoje isso está mais intenso, facilitado pela tecnologia. As pessoas fazem as suas próprias imagens, registram acontecimentos de suas vidas pessoais, de fatos importantes, de viagens, de paisagens, de cenas do cotidiano, enfim. E estes registros, que valem mais que palavras, são enriquecidos com molduras adequadas”, observa o proprietário da empresa, Reginaldo Vedoja.

Leia mais:  Em crescimento no mercado, agentes biológicos reduzem custos e carga química na lavoura

Os tipos de molduras variam de clássicas a retrô, de modernas a coloridas e, claro, as discretas. “As molduras sempre estarão presentes nas decorações dos ambientes, nos  requintados e nos formais, nos descolados e nos domésticos”, diz o empresário. Ele acrescenta que o adereço – além de obras, quadros e retratos, também forma belos conjuntos com espelhos.

Contato

Para maiores informações sobre os serviços da Molduraria TGA, o contato é pelo telefone (65) 3326-3850; WhatsApp +55 65 9 9682-5007 e e-mail [email protected] A empresa também está no Facebook e no Instagram (Molduraria TGA).

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana