conecte-se conosco


Infraestrutura & Logística

Estradas: Governo pretende lançar este ano concessão do trecho Jangada-Tangará da Serra

Publicado

A Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MT) pretende lançar sete novas concessões de rodovias à iniciativa privada em 2020. Entre os trajetos se inclui o trecho de Jangada a Tangará da Serra, de 233 quilômetros. A confirmação é da Secretaria de Estado de Infraestrutura (SINFRA-MT), através do titular da pasta, Marcelo de Oliveira.

Os sete trechos que irão para concessão este ano superam 1.300 quilômetros de estradas. Duas concessões já tem lançamento de edital previstos para este mês de janeiro. O trecho entre Jangada e Tangará da Serra compreende o trajeto desde o entroncamento da MT-246 com a BR-163, até o encontro da MT-358 com a BR-364, em Itanorte, no alto da Serra dos Parecis. Os contratos de concessão vigerão por 30 anos.

Trecho entre Jangada e Tangará da Serra compreende o trajeto desde o entroncamento da MT-246 com a BR-163, até o encontro da MT-358 com a BR-364, em Itanorte.

O outro trecho consiste em todo o trajeto da MT-130, que liga Primavera do Leste a Paranatinga, num total de 140,6 km de rodovia. As outras cinco concessões previstas para o próximo ano ainda estão em fase planejamento de estudo de viabilidade e são a MT-220 (Sinop-Tabaporã), a MT-240/326 (Água Boa-Cocalinho), a MT-020 (Paranatinga-Canarana), a MT-010/246 (Cuiabá-Rosário Oeste) e a MT-100 (Barra do Garças-Alto Araguaia).

Leia mais:  MT-358: Trecho entre Tangará e Serra dos Parecis segue em reparos pela concessionária

Duas estradas estaduais já foram entregues à iniciativa privada, representando investimentos superiores a R$ 160 milhões. Já a MT-320/MT-208 e a MT-100 foram objeto de leilão na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) em fevereiro de 2018. As duas rodovias estaduais somam 300 km.

Entre os investimentos previstos em contrato se incluem revitalização e organização de passagens da estrada por localidades e áreas urbanas.

A MT-320/MT-208 teve contrato de concessão assinado em abril do ano passado, num trecho de 188 km de rodovias que atende a região de Alta Floresta, Carlinda, Nova Canaã do Norte, Colíder e Nova Santa Helena. A empresa vencedora foi o Consórcio Via Brasil, mesmo grupo que detém a concessão do trecho da MT-100, entre os municípios de Alto Araguaia e Alto Taquari, no sul do Estado.

Nos contratos de concessão os investimentos incluem, entre outros serviços, a limpeza e recuperação do sistema de drenagem, manutenção e melhorias nos sistemas elétrico e de iluminação, manutenção e correções do pavimento, sinalização da pista e revitalização e organização das passagens da estrada por localidades e áreas urbanas. A instalação de praças de pedágio ocorre após consolidados estes investimentos previstos em contrato.

Leia mais:  Obras autorizadas na 358, no Chapadão, consolidam uma solução para os gargalos logísticos do MT

publicidade

Infraestrutura & Logística

MT-358: Trecho entre Tangará e Serra dos Parecis segue em reparos pela concessionária

Publicado

O trecho da MT-358 entre o perímetro urbano de Tangará da Serra e a Serra dos Parecis está recebendo trabalhos de restauração pela Via Brasil, concessionária responsável pela rodovia. Os trabalhos consistem na recuperação do pavimento para posterior aplicação de capa asfáltica.

A MT-358, vale lembrar, está concessionada para o Consórcio Via Brasil já há um ano, deste maio do ano passado O trecho da rodovia entre Tangará da Serra e a Serra dos Parecis sofreu grave deterioração com o último período chuvoso. Acidentes foram registrados em razão do mau estado da pista.

Simultaneamente aos trabalhos de recuperação da estrada, a concessionária já constrói as praças de pedágio, cuja cobrança acontecerá a partir do ano que vem.

A tarifa atual para cada uma das quatro praças de pedágio é de R$ 9,40, mas deverá sofrer reajuste a partir de 2023.

Ao longo do trecho Itanorte-Jangada – que inclui as MTs 358, 343 e 246 até o entroncamento com a BR-163 – serão quatro praças de pedágio, sendo uma no alto da Serra dos Parecis, uma nas proximidades do distrito de São Joaquim (antes do trecho em declive da Serra de Tapirapuã) e duas entre Nova Olímpia/Barra do Bugres e a rodovia federal já citada.

Leia mais:  MT-358: Trecho entre Tangará e Serra dos Parecis segue em reparos pela concessionária

A tarifa atual para cada uma das quatro praças de pedágio é de R$ 9,40, mas deverá sofrer reajuste a partir de 2023 para reposição de perdas inflacionárias.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana