TANGARÁ DA SERRA

Pesquisa & Tecnologia

Parceria com Israel trará para o Brasil sistema de extração de água do ar

Publicado em

“Fábrica israelense que extrai água do ar será construída no Brasil.” O anúncio é do presidente Jair Bolsonaro, feito pelo Twitter.  Segundo ele, a iniciativa é “mais uma via de enfrentamento da falta de água no Nordeste, além da dessalinização, poços artesianos e [Rio] São Francisco.”

O sistema consiste num gerador de água atmosférica, que absorve o ar ambiente através de um filtro e o resfria até seu ponto de orvalho, extraindo água através da condensação. A água é então purificada, mineralizada e está pronta e segura para beber.

Presidente Jair Bolsonaro fez anúncio através de sua conta no Twitter.

Além de água, o presidente da República acredita que “o empreendimento também criará empregos e desenvolvimento da região.”

Parcerias com Israel para melhorar o abastecimento de água na região Nordeste são defendidas por Jair Bolsonaro desde a transição para o seu governo. Há um ano, o ministro Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia,

Inovações e Comunicações) viajou para Israel com equipe de técnicos para conhecer experiências de reuso e dessalinização de água.

Em novembro do ano passado, técnicos e dirigentes da Agência Nacional de Águas estiveram em Israel para discutir memorando de entendimento sobre gestão de recursos hídricos, águas residuárias, gerenciamento de esgotos, além de reuso e dessalinização de água.

Comentários Facebook
Advertisement

Meio Ambiente & Preservação

Água no subsolo: Tecnologia desenvolvida em Tangará da Serra é aprovada e será ampliada em Sorriso

Published

on

A instalação de drenos verticais em áreas de recarga de corpos hídricos e em bacias de contenção de estradas rurais foi aprovada e será ampliada no município de Sorriso, no médio norte de Mato Grosso.

Destinada à aceleração de infiltração da água das chuvas, a tecnologia foi desenvolvida originalmente em Tangará da Serra pelo IPAC (Instituto Pantanal Amazônia de Conservação).

Dispositivos de infiltração são instalados em caixas de captação de águas das chuvas às margens de estradas.

Na manhã de hoje, a tecnologia foi apresentada em reunião na prefeitura de Sorriso (primeira foto, acima), com as presenças do prefeito Ari Lafin e os secretários municipais de Agricultura e Meio Ambiente Marcelo Lincoln e Emerson Farias. A apresentação foi realizada pelo consultor ambiental Décio Eloi Siebert, juntamente com o professor e ex-superintendente da Itaipu Binacional Jair Kotz.

Após assistir à apresentação, o prefeito Ari Lafin determinou aos secretários presentes à reunião que seja criado imediatamente um grupo de trabalho, para buscar os mecanismos para ampliação do projeto no município, visando o aumento da disponibilidade hídrica e a readequação das estradas rurais. O Sindicato Rural de Sorriso fará parte do grupo de trabalho.

Segundo o prefeito Ari Lafin, “o objetivo deste projeto é transformar o município de Sorriso, que já é a capital mundial de produção de soja, também em capital de produção agrícola sustentável”.

O trabalho de instalação dos primeiros drenos verticais em Sorriso ocorreu em áreas de recarga de 15 nascentes da Bacia do Rio Lira, em Sorriso. O experimento foi aprovado e deverá ser implantado nas cabeceiras de todos os corpos hídricos e nas bacias de contenção das estradas rurais do município do médio norte.

Apresentação da tecnologia em Sorriso foi realizada por Décio Siebert e Jair Kotz.

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana