conecte-se conosco


Cidades & Geral

Meteorologia prevê chuvas com volumes acumulados de 150 mm em Tangará da Serra até domingo

Publicado

Apesar de ainda irregulares, as chuvas que vem ocorrendo na região já restabeleceram parte dos mananciais na metade sul de Mato Grosso, região duramente castigada em razão da forte estiagem deste ano.

Sites especializados em meteorologia – como o CPTEC INPE e o Clima Tempo – apontam para ocorrência de chuvas diárias ao menos até o próximo domingo (27). O volume acumulado previsto para o período é de 150 milímetros.

Em razão das chuvas, a temperatura fica mais amena, com máximas entre 30 e 32 graus celsius e mínimas entre 20 e 23°C nas madrugadas.

Início de semana

Depois de um forte calor no domingo, a segunda-feira veio com chuvas em toda a região, desde Cuiabá até o alto da Serra de Tapirapuã.

Em Tangará da Serra, relatos indicam chuvas mais pesadas no quadrante oeste do município, privilegiando de maneira importante a região das cabeceiras do rio Queima Pé, principal fonte de abastecimento da cidade.

Porém, em outros pontos as chuvas foram menos intensas, como na Cidade Alta, onde as precipitações giraram em torno dos 15 milímetros.

Leia mais:  Feira do Centro oferece duas atrações típicas do Brasil e valiosas para a saúde e a culinária

publicidade

Cidades & Geral

Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

Publicado

Brasília será a primeira capital do país a ter a rede 5G em funcionamento na telefonia móvel. Segundo o conselheiro e vice-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Moisés Moreira, o sinal será liberado em Brasília nesta quarta-feira (6).

Em participação no evento Teletime Inc, em São Paulo, o grupo técnico da Anatel encarregado de avaliar a desocupação da faixa de 3,5 gigahertz (GHz) aprovou a ativação do sinal 5G na capital federal no fim da tarde de hoje (4). Segundo Moreira, as próximas capitais a terem a tecnologia liberada serão Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo, sem data prevista por enquanto.

Moreira preside o grupo da Anatel responsável pela liberação das frequências 3,5 GHz, por onde transitará o sinal da telefonia 5G. Atualmente, essa faixa ainda está ocupada por empresas de antena parabólica que operam com a tecnologia Banda C e estão atrasadas com a migração para outra frequência, chamada de Banda Ku.

Originalmente, o edital do leilão do 5G, realizado em novembro do ano passado, previa que todas as capitais deveriam ser atendidas pela telefonia 5G até 31 de julho. No entanto, problemas com a escassez de chips e com atrasos na produção e na importação de equipamentos eletrônicos relacionados à pandemia de covid-19 provocaram atrasos no cronograma.

Leia mais:  Feira do Centro oferece duas atrações típicas do Brasil e valiosas para a saúde e a culinária

O prazo para o funcionamento do 5G em todas as capitais passou para 29 de setembro. Segundo Moreira, o lançamento da rede 5G em Brasília servirá como teste, com a Anatel e as operadoras instalando filtros anti-interferência. Também está prevista a distribuição de decodificadores da Banda Ku à população de baixa renda que usa antenas parabólicas antigas que operam na Banda C.

(Agência Brasil)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana