TANGARÁ DA SERRA

Meio Ambiente & Preservação

II Webinar da Unemat apresenta práticas de agricultura regenerativa de biorrefinaria da região

Publicado em

A uisa – biorrefinaria com sede em Nova Olímpia – participou do II Webinar de Agricultura e Conservação da Biodiversidade promovido pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) para acadêmicos, classe produtiva e sociedade organizada. O evento abordou o desenvolvimento agrícola e os desafios e perspectivas para integrar o sistema produtivo à processos de conservação do meio ambiente.

O gerente de sustentabilidade da uisa, Caetano Henrique Grossi, foi um dos convidados e apresentou o tema “Sustentabilidade na Produção de Cana-de-açúcar”. A uisa utiliza técnicas de agricultura regenerativa em mais de 40 mil hectares. “Cuidamos da saúde do solo. Com isso, aumentamos a produção, reduzimos custos, agregamos valor e, principalmente, contribuímos com a preservação ambiental”, destacou o Grossi.

Durante a apresentação (foto topo), Grossi explicou os benefícios do processo de colheita da cana crua e de forma totalmente mecanizada, implementado na uisa. A tecnologia reduz a utilização de herbicidas, aumenta o teor de umidade e matéria orgânica no solo, melhorando a sua estruturação. A manutenção da palha de cana-de-açúcar no solo também ajuda a proteger contra a erosão. Essa metodologia ainda tem outra vantagem, de excluir a prática de queima da palha, reduzindo a pegada de carbono na atmosfera.

O manejo inclui ainda a rotação de cultura com espécies que aumentam a fixação de nitrogênio no solo, a exemplo da soja. Para reter a umidade e nutrir a terra, são utilizados estercos de aves e suínos e resíduos do processo de produção de açúcar e etanol (torta de filtro, cinza, vinhaça), que retornam as lavouras na forma de biofertilizantes. “Além disso, incorporamos o uso de fungos, bactérias e vespas parasitoides que realizam um controle natural de pragas e doenças, e diminuem o uso de produtos químicos”, pontuou o gerente.

O II Webinar foi realizado de forma virtual nos dias 29 e 30 de junho, sendo uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola da Unemat. Durante dois dias, especialistas, acadêmicos e sociedade organizada debateram os temas: Desenvolvimento e Agricultura Familiar, Pesticidas e Qualidade dos Alimentos, Agricultura Regenerativa no Mato Grosso e Polinização e Agricultura.

Sobre a uisa

A uisa (foto acima), uma das maiores Biorrefinarias do Brasil, tem um modelo de negócios que permite a transformação de matérias-primas renováveis e seus resíduos em biocombustíveis, biometano, energia limpa, alimentos, fertilizantes orgânicos e ingredientes para nutrição humana e animal. Localizada em Mato Grosso, região com uma das maiores biodiversidades do mundo, a uisa tem como diretriz a maximização da sustentabilidade e a redução das emissões de carbono, a partir do processamento de biomassas.

(Assessoria)

Comentários Facebook
Advertisement

Meio Ambiente & Preservação

Rio Sepotuba: Retirada de 5,4 toneladas de lixo leva município a refletir sobre preservação

Published

on

Pneus e colchões velhos, garrafas, latas, móveis inservíveis e todo tipo imaginável de lixo e entulho foram retirados neste domingo das margens do rio Sepotuba, em Tangará da Serra, na 16ª edição do projeto Preserve o Rio Sepotuba, idealizado e conduzido pelo Rotary Club Tangará da Serra Centro.

Foram dois caminhões totalmente carregados de lixo e ‘tranqueiras’ em geral, num total de 5,4 toneladas recolhidas num percurso de 17 quilômetros percorrido de barco entre as estâncias Modelo e Amazonas. Muitos pontos de assoreamento do rio foram registrados pelas equipes.

A ação envolveu cerca de 30 barcos e 170 pessoas. Os participantes aportaram junto a pesqueiros e outras benfeitorias para recolher os entulhos. Todo o material foi direcionado à Cooperativa de Reciclagem de Tangará da Serra (Coopertan) para a devida destinação.

Além do Rotary Centro, as esferas municipal e estadual do poder público marcaram presença, através do prefeito Vander Masson e, especialmente, as secretarias municipais de Meio Ambiente, de Infraestrutura, de Indústria e Comércio/Serviços e o Samae, da Câmara Municipal (vereadores Elaine Antunes e Eduardo Sanches); Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA-MT), Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITECI-MT); Polícias Militar e Ambiental, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, a própria Coopertan, empresas e outros órgãos, instituições e lideranças da sociedade tangaraense.

Os trabalhos incluíram soltura de centenas de balões biodegradáveis com sementes de árvores nativas (plantio eólico), arremesso de ‘bolotas de argila’, também com sementes de árvores, e orientações a ribeirinhos, pescadores e banhistas.

A ação foi alusiva à Semana do Meio Ambiente, que iniciou no último dia 31 no município, sendo concluída no domingo com a ação rotária.

A presidente do clube de serviço, Jéssica Gonçalves Melo, o sentimento foi de satisfação, não apenas pelo lixo retirado do rio, mas pela conscientização resultante da ação desse domingo. “Ouvimos muitas pessoas, inclusive do poder público, falarem da necessidade de se estabelecer uma política pública permanente em relação à conservação do Sepotuba e isto é um resultado que estamos conquistando com esse trabalho”, disse, em entrevista concedida à Rádio Serra FM, na manhã desta segunda.

O também rotariano Carlos Melo destacou que o lixo/entulho recolhido passará por uma triagem, através da Coopertan, para encaminhamento de material reciclável. “Muito desse material seguirá para reciclagem para retornar ao mercado na forma de outros produtos”, observou.

O prefeito Vander Masson, por sua vez, mostrou-se sensível à criação de uma política pública permanente de conservação do rio Sepotuba, já cogitando trabalhos a serem atribuídos especialmente no âmbito da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a inclusão de novas ações no programa PSA (Pagamento por Serviços Ambientais) e outras estratégias. A possibilidade de instalações de novas unidades de ecoponto em locais estratégicos na área rural também será estudada.

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana