conecte-se conosco


Empresas & Produtos

Fusão entre Fiat, Chrysler, Peugeot e Citroën é confirmada por fabricantes

Publicado

O grupo ítalo-americano Fiat – Chrysler (FCA) e o francês PSA Peugeot-Citroën confirmaram sua fusão, avaliada em US$ 50 bilhões. Anunciada em outubro, a nova empresa, ainda sem nome, deve se tornar o quarto maior fabricante de automóveis do mundo e o maior do Brasil. Hoje, o trio que lidera o mercado mundial em vendas tem a alemã Volkswagen na liderança (com 10,8 milhões de veículos vendidos em 2018), a japonesa Toyota (10,5 milhões) e a aliança franco-japonesa Renault-Nissan (10,3 milhões). O novo grupo terá vendas anuais de 8,7 milhões de veículos, faturamento de quase US$ 170 bilhões e mais de 400 mil funcionários. Engloba as marcas Fiat, Alfa Romeo, Chrysler, Citroën, Dodge, DS, Jeep, Lancia, Maserati, Opel, Peugeot e Vauxhall.

No Brasil, o grupo deve ultrapassar a General Motors – que neste ano vendeu, até novembro, 430,4 mil automóveis e comercias leves e a Volkswagen, com 373,4 mil. Juntas, Fiat Chrysler e PSA registram no período vendas de 494,4 mil unidades, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No país, maior mercado da Fiat fora da Itália, a FCA tem duas fábricas de veículos em Betim (MG) e Goiana (PE), com capacidade total para cerca de 1 milhão de carros por ano, além de duas fábricas de motores capazes de produzir 1,4 milhão de unidades anualmente. A PSA tem fábrica de veículos e de motores em Porto Real (RJ).

Operação avaliada em US$ 50 bilhões criará a quarta maior empresa automotiva do mundo e a líder no Brasil, englobando as marcas Fiat, Alfa Romeo, Chrysler, Citroën, Dodge, DS, Jeep, Lancia, Maserati, Opel, Peugeot e Vauxhall.

O comunicado conjunto diz que a parceria fornecerá “recursos de investimento reforçados para a nova entidade, a fim de enfrentar os desafios de uma nova era de mobilidade sustentável”. Segundo as empresas, a conclusão da fusão de 50% para cada uma deve ocorrer em 12 a 15 meses. A sede do novo grupo ficará na Holanda, mas a listagem de ações continuará nas bolsas de Paris, Milão e Nova York. John Elkann, atual presidente da Fiat Chrysler e herdeiro da família Agnelli presidirá o conselho de administração, e Carlos Tavares, presidente do conselho da PSA, será o diretor-geral.

Leia mais:  Correios lançam opção de entrega de encomendas no vizinho

Transição

A fusão deve gerar US$ 3,7 bilhões em economia anual, que serão investidos em tecnologias e produtos para atender novas regras de emissões. “Nossa fusão representa uma oportunidade para adquirir uma posição mais forte na indústria automobilística quando realizamos uma transição para uma mobilidade limpa, segura e durável e queremos oferecer aos nossos clientes produtos, tecnologias e serviços do melhor nível”, disse Tavares.

Com a força da Fiat na América do Norte e na América Latina e a posição da Peugeot e da Citroën na Europa, a nova montadora terá atuação geográfica mais equilibrada, com 46% da receita proveniente da Europa e 43% das américas.

(Fonte: Estadão/Correio do Povo)

publicidade

Empresas & Produtos

DESTAQUE EMPRESARIAL: Ativos Contabilidade desponta no mercado com modernidade e gestão de resultados

Publicado

Na contabilidade moderna, cada detalhe é fundamental para manter o negócio na legalidade e para se ter sucesso no mercado. Isso requer tecnologia, atualização, treinamento constante e segurança da informação, num contexto que envolve assessoramento e orientação permanentes para uma correta tomada de decisão e obtenção dos melhores resultados.

(Assista vídeo institucional da Ativos Contabilidade ao final do texto) 

Presente no mercado desde 2009, a Ativos Contabilidade usa destas premissas para assegurar aos seus clientes segurança na gestão empresarial, eficiência e saúde financeira. Assim, num mercado altamente competitivo, a Ativos conquistou, uma vez mais, o prêmio Destaque Empresarial ACITS no segmento contábil.

A premiação foi conferida no mês de novembro pela Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra após pesquisa de mercado.

A premiação foi conferida no mês de novembro pela Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra após pesquisa de mercado com base no biênio 2019/2020. Com a conquista, a Ativos reprisa os êxitos obtidos em 2016 e 2018. Ou seja: foram três premiações em quatro temporadas, considerando que em 2020 a pandemia Covid-19 impediu a realização do evento.

Leia mais:  Correios lançam opção de entrega de encomendas no vizinho

Diferencial

Nestes 12 anos operando no mercado, a Ativos saiu da antiga sede de 61 m² na rua São Paulo, no centro de Tangará da Serra, para um amplo e moderno prédio de 284 m² na Avenida Nilo Torres, no Parque Leblon. Conta com um quadro de 23 profissionais divididos em seis ‘times’ (equipes) que seguem uma metodologia diferenciada dentro de uma nova concepção de estrutura de negócios.

A metodologia da Ativos está fundamentada na gestão criativa e moderna combinada com treinamento contínuo em gestão de pessoas e gestão profissional.

A metodologia da Ativos está fundamentada na gestão criativa e moderna combinada com treinamento contínuo em gestão de pessoas e gestão profissional. Nesse formato, os resultados são percebidos a partir de um conceito de Contabilidade 360° (geral e societária), com agilidade e precisão em controle patrimonial, gestão de recursos humanos, escrituração fiscal, gestão tributária e BPO Financeiro. “Potencializamos resultados, transformamos a realidade financeira do cliente e ajudamos a conquistar objetivos, desburocratizando todas as áreas da empresa”, observa Eleandro Marcos, proprietário da Ativos ao lado da sócia e também contabilista Marcia Andrade.

Leia mais:  Celebrando 31 anos de operações, Sicredi MT/PA ativa nova agência em Tangará da Serra

A tecnologia está presente em todos os processos. A gestão dos dados e telefonia é em nuvem, permitindo o trabalho com acesso às informações de qualquer lugar do planeta.

E a tecnologia foi fundamental para que, mesmo no auge da pandemia, a Ativos mantivesse suas operações, expandindo ainda mais os negócios mesmo na adversidade do mercado. “Houve demandas importantes, com orientações sobre os decretos, nas questões trabalhistas, nas operações de crédito e, principalmente, na avaliação de cenários”, relatou Eleandro Marcos.

“Outro fator primordial está na gestão de pessoas, oferecemos aqui um ambiente de trabalho diferenciado moderno e integrado aos colaboradores além de benefícios e capacitação continuada para o desenvolvimento profissional e pessoal de toda equipe”, destaca Marcia Andrade.

Os clientes atendidos pela Ativos Contabilidade estão nos mais variados segmentos, em Mato Grosso e, também, nos estados de Alagoas, Paraná, Rondônia e São Paulo.

(Assessoria Especial)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana