TANGARÁ DA SERRA

Cidades & Geral

Conselho Nacional do MP abre procedimento para apurar ‘vale covid’ do MPE

Publicado em

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) decidiu abrir procedimento contra o Ministério Público do Estado de Mato Grosso por conta do auxílio saúde, também chamado de ‘vale covid’, instituído pelo órgão aos promotores e servidores. O CNMP ficou sabendo do auxílio pago em Mato Grosso pela imprensa e o conselheiro Valter Shuenquener de Araújo (foto acima) pediu para apurar o pagamento. O ‘vale covid’ custará R$ 8.160 milhões por ano.

Aos promotores e procuradores de Justiça, o valor pago será R$ 1 mil e aos demais servidores o valor de R$ 500. 249 membros do MP estão aptos para receber e outros 862 servidores do órgão receberão a bonificação no salário. Porém, o vale não é novo, foi aprovado em 2012, mas só agora houve a regulamentação disseram os deputados estaduais na Assembleia Legislativa.

“Como é cediço, o Brasil e o mundo passam por uma grave crise sanitária e econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus. Nesse contexto, não me parece minimamente razoável, no atual cenário de crise mundial, a elevação de dispêndios públicos pelo órgão ministerial, mediante a criação de indenização a membros e servidores do Parquet”, disse Valter na abertura do procedimento.

Leia mais:  Associações Comerciais trocam experiências e demandas no Integra ACES, em Tangará da Serra

Segundo Valter, é preciso apurar a juridicidade da referida verba indenizatória, à luz dos princípios da proporcionalidade, moralidade e transparência, para ele é necessária a autuação de Procedimento de Controle Administrativo, nos termos do art. 123 do regimento interno do Conselho Nacional do Ministério Público, haja vista a eventual violação de princípios estabelecidos no artigo 37 da Constituição Federal.

“Tendo em vista a urgência e os impactos negativos que o ato poderá causar, entendo conveniente a análise urgente sobre o cabimento da suspensão imediata do ato que implementa o pagamento da rubrica em questão, medida que poderá ser sopesada, liminarmente, pelo Relator, nos termos do art. 126, parágrafo único, do RI/CNM”, destacou Valter.

(Fonte: Gazeta Digital)

Comentários Facebook
Advertisement

Cidades & Geral

Feira do Centro: Com preço atrativo e qualidade, abacaxi é opção em fruta para o consumidor

Published

on

As frutas de estação sempre são destaque na Feira do Produtor do Centro e o abacaxi já desponta, a partir deste mês de agosto, com suas primeiras colheitas realizadas pelo pequeno produtor.

O abacaxi é uma tradição em Tangará da Serra. É opção de sabor e fonte de energia para a saúde de quem consome esta fruta tipicamente sul-americana. Pode ser consumido in natura, em sucos e drinques. É ingrediente rico para doces, compotas, geleias, bolos e tortas. Vai muito com um bom churrasco, assado na brasa, com canela e outras especiarias. (Veja receitas ao final do texto)

O abacaxi ocorre em toda região de planície da América do Sul, sendo historicamente apreciada pelos povos indígenas. É considerada uma “superfruta” por estudiosos e profissionais de nutrição em virtude da sua ampla gama de benefícios, sendo uma grande fonte de vitaminas, minerais e substâncias funcionais, como compostos bioativos, água e fibras.

De sabor marcante e exclusivo, ricamente adocicado, o fruto ajuda a evitar o desenvolvimento de doenças graves, combate estresse, melhora a saúde mental, fortalece os músculos, reduz inchaços e contribui para o bom funcionamento do organismo. De quebra, fortalece a imunidade, melhora a digestão, previne infecções, diminui e retarda o envelhecimento.

Leia mais:  Tangará da Serra: Membros do Conselho Fiscal do PSA foram empossados na última quinta

“É uma fruta que temos em abundância aqui na Feira, é produzida por muitos dos nossos feirantes com a qualidade de sempre e preço muito em conta”, diz o presidente da Associação dos Feirantes de Tangará da Serra (Asfet), Valdeci Ferraz Aquino.

Nos boxes

Produzido em Tangará da Serra no Assentamento Antônio Conselheiro – agrovilas 04 e 07 e nos 40 lotes – e também em Progresso, São Joaquim e na região das Cabeceiras do Queima Pé, o abacaxi é facilmente encontrado na Feira do Centro, no setor de hortifruti.

Veja 65 receitas com abacaxi no link abaixo:

65 receitas com abacaxi adocicadas e azedinhas na medida certa

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana