conecte-se conosco


Luto

Agro perde Valtemir Carlin, agrônomo e pesquisador da Agrodinâmica, de Tangará da Serra

Publicado

O engenheiro agrônomo, pesquisador e consultor Valtemir José Carlin, faleceu na madrugada deste sábado, em Tangará da Serra. Carlin, que tinha 49 anos, era proprietário da Agrodinâmica Pesquisa e Consultoria Agropecuária, empresa com sede na Avenida Mauá, na Cidade Alta.

Valtemir foi testado positivo de Covid-19 na sexta-feira da semana passada e estava bem, em isolamento domiciliar. Porém, na última terça-feira (15), sofreu complicações. Ele foi socorrido por familiares, que acionaram o Samu para atendimento. Internado num hospital particular da cidade, não resistiu e veio a falecer.

Reconhecido

Pesquisador e Consultor Agronômico reconhecido em todo o Mato Grosso e na região Centro Oeste do Brasil, Valtemir José Carlin se destacou por trazer soluções regionais para quase todos os tipos de pragas e doenças de grandes culturas no estado.

Foram mais de duas décadas pesquisando e prestando consultoria agronômica principalmente sobre soja, milho e arroz.

Valtemir se destacou por trazer soluções para quase todos os tipos de pragas e doenças de grandes culturas no estado.

Fundou a Agrodinâmica Pesquisa e Consultoria Agropecuária, que é credenciada no Ministério da Agricultura desde 1998 para realização de Ensaios de Eficácia e praticabilidade agronômica de agrotóxicos e afins. A empresa de Valtemir participa de uma das maiores iniciativas para monitoramento da ferrugem asiática no país, o Consórcio Antiferrugem.

Em Tangará da Serra, Valtemir Carlin promovia, pela Agrodinâmica, o evento anual Jornada Técnica, um dos mais concorridos e tradicionais eventos sobre soja, em formato de dia de campo, no estado de Mato Grosso. Também promovia a versão do evento direcionada à safrinha de milho.

Valtemir José Carlin deixa enlutada a família e, também, uma grande lacuna na área técnica do agronegócio.

publicidade

Luto

Imprensa e advocacia de Tangará da Serra perdem Luciana Menoli; Luto oficial é decretado

Publicado

A Imprensa de Tangará da Serra perdeu a jornalista Luciana Menoli, falecida ontem (terça,14), por volta das 23h00, no Hospital Metropolitano de Cuiabá, em decorrência de complicações de uma neurocirurgia.

A jornalista estava internada desde o dia 17 de agosto, quando foi submetida ao procedimento para retirada de um tumor no cérebro.

Luciana Menoli contava 49 anos e teve atuação destacada na Imprensa de Tangará da Serra, em jornal, rádio, TV e websites. Atualmente, exercia a profissão de advogada. Ela era membro do Conselho da Comunidade indicada pela Subseção e integrava a Comissão de Direitos Humanos da Subseção local da OAB.

Agora pela manhã, o prefeito Vander Masson decretou luto oficial. Também nesta manhã, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT), através do Núcleo de Tangará da Serra, emitiu nota de pesar pela perda de Luciana Menoli. A subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil também emitiu nota de pesar.

O corpo de Luciana Menoli será transladado para Tangará da Serra ainda na manhã de hoje (quarta, 15). O velório será na Capela da Univida, terá início às 13h00. O sepultamento será às 17h00, no cemitério Jardim da Paz.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana