conecte-se conosco


Economia & Mercado

ACITS lançará campanha natalina dia 30 com carro zero, iPhone e vale-compras

Publicado

Um carro zero Km e um iPhone como premiação principal e, ainda, R$ 40 mil em vale compras. Estas são as atrações da Campanha Natal ACITS 2019, que será lançada oficialmente no próximo dia 30 pela Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra. A divulgação oficial da campanha, porém, já começa em 26 de outubro.

Segundo o secretário executivo da entidade, Jorge Nazzari, a campanha conta com 21 patrocinadores e envolverá cerca de 300 empresas associadas, que retirarão os blocos de cupons de acordo com as respectivas quotas, para distribuição aos consumidores em compras.

Jorge Nazzari: “O consumidor é movido pelo espírito natalino. Tangará da Serra tem as maiores campanhas natalinas do estado”.

O carro zero quilômetro é um Chevrolet Onix e o iPhone é o Apple XS, um dos modelos mais desejados do mercado. O secretário executivo destaca que a Campanha Natal ACITS 2019 contará com um enfoque de reinserção de parte da premiação na cadeia comercial local. Ou seja, o consumidor receberá seu vale compras de forma instantânea, no momento em que receber o cupom, no estabelecimento. “O carro e o iPhone irão para o sorteio geral, em 16 de janeiro”, informa o representante da ACITS.

Leia mais:  PIB Mato Grosso: Variação de apenas 2,12% em 2017 contraria dados anteriores do governo e expõe más gestões

(*) No vídeo, Jorge Nazzari fala sobre a campanha.

Expectativa

Jorge Nazzari revela que o Comércio mantém boas expectativas em relação ao período natalino. “Ainda não mensuramos esta expectativa, mas teremos, sim, um aquecimento nas vendas”, observou, acrescentando que a entidade terá uma estimativa de incremento em termos percentuais nos próximos dias.

Destaque estadual, a iluminação natalina é um dos grandes atrativos para o consumidor em Tangará da Serra.

Nazzari considera, também, que o clima de Natal é que potencializa as vendas, daí a grande expectativa em relação à decoração natalina, com a tradicional iluminação, a ser promovida pela prefeitura. “O consumidor é movido pelo espírito natalino e a cidade tem sido destaque estadual, confirmando que Tangará da Serra tem as maiores campanhas natalinas do estado”, disse, relembrando o sucesso da decoração de Natal do ano passado.

O Dia das Crianças, comemorado no último dia 12, foi um termômetro para a campanha de Natal. Segundo o secretário Executivo, a expectativa de incremento de 11% nas vendas foi alcançada pelos lojistas, com destaque para vestuário e calçados.

Leia mais:  Boletim da Receita Estadual aponta queda de 21% na arrecadação de ICMS em Mato Grosso

publicidade

Economia & Mercado

Diesel e gasolina ainda sem alíquota reduzida de ICMS; Altas em 2021 chegaram a 44%

Publicado

A gasolina e do diesel em Tangará da Serra ainda estão sendo comercializados com incidência de alíquota de 25% e 17% de ICMS, respectivamente.

Os preços já com as alíquotas reduzidas de 23% e 16% serão praticados somente após as primeiras aquisições de cargas pelos postos de combustíveis. A informação foi levantada pelo Enfoque Business junto a estabelecimentos.

A redução de 2% na alíquota de ICMS representará de R$ 0,10 a R$ 0,14 a menos no preço do litro da gasolina nas bombas, assim que passar iniciar a comercialização dos novos estoques.

Desde o último sábado (01/01/2022) vigora o pacote de redução de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) implementado pelo Governo de Mato Grosso sobre a energia elétrica, a comunicação, o gás industrial, a gasolina e o diesel.

As reduções das alíquotas estão determinadas pela Lei Complementar nº 708, sancionada pelo governador Mauro Mendes em dezembro.

No país

Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio da gasolina comum subiu 44,3% e o do diesel, 44,6%, nos postos de combustíveis do país em 2021.

Leia mais:  Etanol de milho: Logística, mercado crescente e matéria prima atraem investidores

A gasolina começou o ano, em janeiro passado, com o valor médio de R$ 4,622 enquanto o diesel estava em R$ 3,696 o litro. Em dezembro, os combustíveis fecharam o ano com uma média de R$ 6,670 e R$ 5,347 respectivamente.

O preço dos combustíveis foram um dos principais motivos para a alta da inflação em 2021. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) terminou 2021 com alta de 10,42%, valor quase três vezes acima da meta estabelecida pelo governo para o ano, de 3,75%.

Só em dezembro, a alta do IPCA-15 foi influenciada, principalmente, pelos preços dos combustíveis (+3,4%) e, em particular, da gasolina (+3,28%). Além disso, os preços do etanol (+4,54%) e do óleo diesel (+2,22%) também subiram, embora as variações tenham sido menores que as do mês anterior (7,08% e 8,23%, respectivamente).

(Redação EB, com informações de R7)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana