conecte-se conosco


Feiras & Eventos

XI Jornada Técnica contou com debates sobre agricultura digital, gestão de propriedades e perfil profissional

Publicado

Agricultura inteligente, biotecnologia, evolução de processos, deep learning… Autonomus Farming! A obtenção do melhor rendimento com a maior economia, as decisões assertivas na gestão da propriedade rural. O profissional de Agronomia para o mercado atual, sua comunicação e relacionamento.

Toda esta gama de assuntos fez parte do ciclo de palestras da programação de dois dias (sexta, 14, e sábado, 15) da 11ª Jornada Técnica, na Estação Experimental da Agrodinâmica, em Deciolândia. Todas as palestras, ao final, contaram com espaço para perguntas e questionamentos e, também, debates.

Gestão

Além do painel sobre o panorama das doenças da soja, outras palestras foram atração para o público presente na jornada. Na sexta-feira, o Senar-MT – um dos patrocinadores do evento – abordou o tema “Gestão de Propriedades Rurais”, com o instrutor Roberson Passos.

Passos: Boa gestão se caracteriza pelo planejamento, organização, controle financeiro e investimentos em tecnologias operacional e administrativa.

 

Nesta exposição, Passos falou sobre as boas práticas de gestão apontadas pelo Senar-MT. Segundo o palestrante, a boa gestão na propriedade rural se caracteriza pelo melhor planejamento e pela organização e controle financeiro, pelos investimentos em tecnologias operacional e administrativa.

Leia mais:  Tradição do Tereré foi presença marcante na Feira da Indústria

Estes fatores são essenciais para o produtor na tomada de decisões e, consequentemente, no melhor gerenciamento das atividades. O objetivo da boa gestão é maximizar a produção com o menor custo possível, potencializando negócios e alcançando os melhores resultados financeiros.

Digital

Ainda na sexta, o especialista da Esalq/USP, Leandro Gimenez, discorreu sob o tema “Agricultura Digital – Desafios e Oportunidades – Um Olhar Crítico”.

A palestra de Gimenez mostrou aos presentes que a tecnologia é uma realidade na agropecuária. É o resultado da revolução tecnológica e da pesquisa, que levam a novas e mais evoluídas variedades, à agricultura de precisão, ao aumento da produtividade, à automação e à conectividade no campo.

Gimenez mostrou aos presentes que a tecnologia é uma realidade na agropecuária.

Os processos nas propriedades rurais já alcançam níveis de evolução inimagináveis há poucos anos, com máquinas e estruturas administrativas conectadas ao conceito de ‘big data’ e à computação em nuvem. Novas variedades criadas através da pesquisa amparada pela tecnologia alcançam maior produtividade e, consequentemente, a escala na produção. Neste ordenamento tecnológico, também se inserem os aspectos gerais de gestão e comercialização da produção, onde também se encaixam as blockchains e criptomoedas.

Leia mais:  Setor de eventos reivindicará retorno às atividades em reunião nesta 2ª com Executivo

O especialista da Esalq/USP esclareceu ao público da Jornada Técnica os conceitos de Agricultura 3.0 e Agricultura Inteligente – ou 4.0 – (precisão e conectividade), biotecnologia (processos biológicos para obtenção de bens), deep learning (aprendizado de máquina e IoT – internet das coisas), autonomus farming (fazendas inteligentes e processos autônomos), entre outros. Cada conceito abordado se insere no contexto da contínua evolução de processos verificada nas propriedades rurais.

Perfil

As palestrantes do estado do Paraná ministraram uma palestra conjunta que valeu como capacitação aos presentes.

No sábado, além da abordagem sobre doenças da soja, a atração ficou por conta da palestra “Perfil do Profissional de Agronomia para o Mercado de Trabalho”, ministrada pelas psicólogas e especialistas em Gestão de Pessoas, Andressa Fascina da Rocha e Mariusa Aparecida Zago, da Unicampo, de Maringá-PR.

As palestrantes do estado do Paraná ministraram uma palestra conjunta que valeu como capacitação aos presentes. A compreensão do mercado de trabalho, a elaboração de currículos, posturas e comportamentos estiveram em pauta na exposição. Ética, competências, comunicação, relacionamentos e o autoconhecimento também integraram a abordagem.

As palestras do sábado foram acompanhadas por cerca de 400 professores, acadêmicos e estudantes de cursos técnicos.

publicidade

Feiras & Eventos

CDL prestigia Encontro de Empreendedores e vê consolidação da retomada do crescimento

Publicado

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Tangará da Serra (CDL) marcou presença no 1º Encontro de Líderes e Empreendedores do Brasil, realizado na última sexta-feira (15), no Salto das Nuvens.

O evento foi promovido pelo município de Tangará da Serra, através da prefeitura municipal, em parceria com o segmento empresarial local E setor produtivo, e o Governo do Estado, sendo este através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDEC-MT) e a MT Par.

Convidada pelo Executivo Municipal e pela MT Par, a CDL foi representada pelo seu presidente, Alessandro Rodrigues Chaves, e equipe de gestão da entidade. O evento contou com a participação de empreendedores de Mato Grosso e empresas com operações em nível nacional, nos mais diversos segmentos, além de empresários rurais representados pelo sistema FAMATO-SENAR.

O prefeito Vander Masson fez a abertura do evento, que contou com a participação do governador Mauro Mendes e secretários de estado, de representantes da bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional, de deputados estaduais, vereadores e representantes dos poderes Executivo e Legislativo de vários municípios do estado, como Campo Novo do Parecis, Nova Olímpia, Lucas do Rio Verde e Várzea Grande.

Leia mais:  Com início na quinta, Feira da Indústria terá 13 expositores

Para Alessandro Rodrigues Chaves, o evento marcou a consolidação da retomada do crescimento econômico e do empreendedorismo num período de arrefecimento da pandemia do novo coronavírus. “O comércio, a indústria e o setor de serviços, enfim, o segmento empresarial como um todo, deram uma mostra da força que move a economia da nossa região, do estado e do país. Estamos superando um momento difícil que se instalou com a pandemia e, a partir de agora, entramos numa nova fase de crescimento do PIB e de um novo fôlego para a iniciativa privada, com novos investimentos, ampliação da renda e da geração de empregos”, disse o presidente da CDL Tangará da Serra, que aproveitou para enaltecer as inciativas do prefeito Vander Masson e do presidente da MT Par, Wener Santos.

Além dos pronunciamentos de autoridades e palestra motivacional, o evento teve show nacional, com apresentações dos cantores Daniel (sertanejo) e Alexandre Pires (ex-Raça Negra).

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana