conecte-se conosco


Saúde Pública

Taxa de letalidade do coronavírus no Brasil avança 53% em cinco dias e chega a 3,2%

Publicado

A taxa de mortalidade da COVID-19 subiu para 3,2% no Brasil, segundo informou o Ministério da Saúde em boletim epidemiológico divulgado no último domingo (29). O novo percentual de letalidade indica um crescimento de 53% em cinco dias.

(*) Veja quadro abaixo:

Segundo boletim ministerial, o país contava ontem (domingo), com 4.256 casos de contágio confirmados, com 136 óbitos.

Comparando com a dengue, a taxa de letalidade do coronavírus (3,2%) é muito superior ao percentual nacional da dengue, que é 0,026%. Já em Mato Grosso, a taxa de mortalidade da dengue é de 0,036%. Por outro lado, o estado por enquanto não registra nenhum óbito nesta pandemia de COVID-19.

(*) Veja matéria publicada semana passada pelo Enfoque Business: http://enfoquebusiness.com.br/dengue-supera-coronavirus-em-numero-de-casos-e-obitos-mas-covid-19-mostra-se-100-vezes-mais-letal/

Leia mais:  Covid-19: Governo e municípios impõem medidas; Lockdown descartado, mas comércio terá regras
publicidade

Saúde Pública

Tangará da Serra divulga 1ª lista de crianças de 5 a 11 anos para vacinação

Publicado

A Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra divulgou na tarde desta quinta-feira, dia 20/01, a 1ª Lista de Convocação de crianças com idade entre 05 e 11 anos, com comorbidade ou deficiência permanente, para receberem a vacina contra a COVID-19.

A vacinação ocorrerá entre as 8h e as 10h30 da manhã desta sexta-feira, dia 21/01, na Escola Especial Raio de Sol (APAE).

A secretária municipal de Saúde, Gicelly Zanatta, explica que nesta primeira etapa serão vacinadas as crianças atendidas pela APAE e outras 40 crianças cujos nomes estão na lista ao final do texto.

Documentos necessários

Para vacinar as crianças, os pais devem ficar atentos aos documentos necessários:
– Cartão de vacinação da criança;
– Comprovante da comorbidade (pode ser laudo, receituário, pedido médico de vacina);
– Documento de identificação da criança (pode ser a certidão de nascimento ou RG) ;
– CPF ou cartão SUS;
– Documento do adulto comprovando que é responsável legal pela criança.

Xepa

Leia mais:  País tem variação de 6% nos números da COVID-19; Quadros inalterados no MT e em Tangará da Serra

A Secretaria de Saúde também passará a adotar uma “xepa” para atender o máximo possível de crianças com a vacinação. “Caso haja alguma criança, que não está nesta lista, que tenha alguma comorbidade ou deficiência permanente e que possa ir na APAE das 8h às 10h30, mesmo que não tenha cadastro, que faremos uma xepa para atender essas crianças”, disse.

(Assessoria de Comunicação)

Veja a lista:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana