conecte-se conosco

Feiras & Eventos

Projeto ‘Fossa Verde’ é o vencedor do 1º Prêmio Startup

Publicado

O projeto de fossa séptica sustentável voltado à zona rural foi o grande vencedor do 1º Prêmio Startup, evento paralelo ao 2º Fórum Municipal de Saneamento Básico e Educação Ambiental, promovido pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE) de Tangará da Serra de 08 a 11 últimos, no Centro Cultural.

Julgado ontem (sexta) como vencedor, o ‘Fossa Verde” foi apresentado ainda na quinta-feira junto a outros dois projetos, pelos empreendedores Mayra Paula de Souza, Akson Calomezore Monzilar e Wesley Pereira de Jesus.  Os autores do trabalho receberam como prêmio um notebook Lenovo, patrocinado pela HidroReader, startup que nasceu em Tangará da Serra e hoje mantém sede em São Paulo para produção industrial de hidrômetros e sistemas de telemetria para ambientes ‘smart city’.

1º Prêmio Startup foi organizado pelo SAMAE com apoio da HidroReader.

Na quinta-feira, durante a apresentação, os três trabalhos selecionados para o 1º Prêmio Startup foram aplaudidos pelo público presente. Além do ‘Fossa Verde’, foram apresentados projetos de ‘Sabão em Pó Ecológico de Sabão Verde’ e ‘Inovação em Tecnologia da Informação no Atendimento dos Serviços Prestados pelo SAMAE’, estes classificados em segundo e terceiro lugares.

Leia mais:  Município promove em novembro o 1º Seminário da Construção Civil

O vencedor Fossa Verde

O projeto consiste em fossa séptica sustentável com estrutura em alvenaria de quatro paredes, a pelo menos um metro de profundidade no solo. O fundo da estrutura recebe produto impermeabilizante, uma camada de entulhos, uma tubulação de pneus, outras camadas de brita, areia e terra e, por fim, plantas de folhas largas, como bananeira e mamoeiro. As plantas recebem nutrição a partir da evapotranspiração da água dos dejetos, a qual contém ferro e nitrogênio. Raízes não são recomendadas neste processo. O custo da fossa verde chega, no máximo, a R$ 700 e tem como público alvo propriedades na zona rural, onde não há saneamento como nas cidades.

Startup HidroReader, do empresário Thiago Zago, patrocinou a premiação.

publicidade

Feiras & Eventos

Parecis SuperAgro: Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis adia 13 edição do evento

Publicado

Um dos principais eventos do agronegócio em Mato Grosso foi adiado em função da pandemia causada pelo vírus COVID-19, o coronavírus. Na manhã desta terça-feira, o Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, que organiza a 13ª Parecis SuperAgro, adiou a feira.

A decisão atende recomendação divulgada nessa segunda-feira, 16, pelo governo de Mato Grosso para prevenir a disseminação do novo coronavírus. A 13ª edição do evento aconteceria entre os dias 31 de março a 3 de abril, com previsão de reunir 20 mil pessoas nos quatro dias de evento. Um comitê de monitoramento foi formado para acompanhar a situação e sinalizar uma nova data.

Abaixo o comunicado do adiamento:

Leia mais:  Na Feira do Empreendedor, governo lança projeto de incentivo a pequenos negócios
Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana