TANGARÁ DA SERRA

Agronegócio & Produção

Previsões de safras, Agricultura 4.0, a ‘onda’ dos biológicos e logística de transporte são os destaques do Momento Agrícola

Publicado em

As previsões das safras brasileiras e os números da produção nacional de grãos estão entre os primeiros temas abordados pelo Momento Agrícola na edição desta semana. O programa, apresentado pelo produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli Silva, é veiculado pela rede de rádios do Agro e divulgado aos finais de semana pelo Enfoque Business (link do programa ao final do texto).

Arioli destaca que é preciso melhorar a confiabilidade e a metodologia das informações contidas nas previsões de safra no Brasil. Estas informações, que constam nos relatórios periódicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), são muito contestadas pela classe produtora local.

Classe produtora quer maior confiabilidade e aperfeiçoamento da metodologia das informações contidas nas previsões de safra no Brasil.

Enquanto isso, o país se reporta aos relatórios do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA – United States Department of Agriculture) como base para a tomada de decisões. O USDA, vale lembrar, mantém parcerias com universidades, associações de produtores e sindicatos para elaborar suas previsões de safras e projetar o mercado de commodities.

Segundo Ricardo Arioli, a Conab e a Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) projetam uma parceria que, por meio de um levantamento de dados em comum, visa melhorar a confiabilidade das previsões de safras.

Leia mais:  Momento Agrícola: ‘Renovar’, glifosato, desconto em multas e entrevistas são destaques

Agricultura 4.0

A tecnologia está cada vez mais presente no Agro. Dados de sensores, de máquinas agrícolas com grande aparato tecnológico, de imagens de satélite e de estações meteorológicas já orientam boa parte dos produtores no aumento da produtividade e na redução de custos, oferecendo condições para a tomada de decisões mais assertivas.

Ricardo Arioli aborda esse tema e conversa com o diretor técnico da Fundação MT, Leandro Zancanaro. A abordagem está no quarto bloco do programa.

Logística

Outro assunto relevante abordado no Momento Agrícola é a logística de transportes da produção, com destaque para o transporte ferroviário e as obras de ferrovias. A ampliação do contrato de concessão da Rumo Logística com a Malha Paulista, as obras da Ferrovia Norte-Sul, as projeções de novos braços ferroviários – como a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO) e a Ferrogrão – foram temas de entrevista com o diretor executivo do Movimento Pró-Logística, Edeon Vaz Pereira.

Crescimento dos biológicos

O mercado amplamente favorável para as ferramentas de controle biológico de pragas – bioinseticidas, bionematicidas, biofungicidas promotores de crescimento e inoculantes – no conceito inovador da multiplicação de fungos e bactérias ‘on farm’ também é uma interessante abordagem do Momento Agrícola.

Leia mais:  Momento Agrícola: ‘Renovar’, glifosato, desconto em multas e entrevistas são destaques

Sobre esse tema, Arioli conversa com a pesquisadora da Rose Monnerat, da Embrapa, com foco no Programa Nacional de Bioinsumos. O diálogo é esclarecedor sobre a tendência e crescimento deste novo mercado, a partir do qual o produtor pode chegar a uma redução de até 50% nos custos com produtos de controle de pragas e doenças em lavouras comerciais.

Os bioinsumos também já trazem grandes resultados nos sistemas orgânicos de produção, onde o controle biológico alcança 100% de participação, enquadrando-se perfeitamente no ambiente das pequenas, médias e grandes propriedades.

Mobilização ‘artística’

Outro assunto abordado por Ricardo Arioli no programa desta semana é a campanha de arrecadação de fundos para a defesa da Amazônia “Protecting the Protectors”, uma live global que reuniu grandes artistas como Jane Fonda, Wagner Moura e Morgan Freeman, além de líderes indígenas, cientistas e ativistas do meio ambiente para chamar a atenção mundial sobre o que entendem ser o “desmonte de políticas ambientais” na Amazônia e a “perseguição contra povos indígenas” na América Latina.

De suas mansões e apartamentos e luxuosos, protegidos do corona vírus, da dengue e da malária, os artistas lançaram a campanha cujos fundos certamente irão para administração de organizações não-governamentais (ONG’s), que, por sinal, até hoje não comprovaram eficiência em suas ações na Amazônia.

Clique no link abaixo para ouvir na íntegra o Momento Agrícola:

Comentários Facebook
Advertisement

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: ‘Renovar’, glifosato, desconto em multas e entrevistas são destaques

Published

on

Renovação da frota rodoviária, redução do imposto sobre importação do glifosato, redução de multas ambientais pela Sema, notícias comentadas, safra do Paraguai e entrevista com o economista-chefe do USDA são os destaques da primeira edição do Momento Agrícola deste mês de agosto.

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela rede de rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com podcast Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Renovar

Projeto Renovar pretende tirar de circulação caminhões com mais de 20 anos de uso.

Logo na abertura da edição, o Momento Agrícola traz informações sobre a aprovação pelo Senado e pela Câmara Federal, na última quarta-feira (03), da Medida Provisória (MP) 1.112/2022 que cria o Programa de Aumento da Produtividade da Frota Rodoviária no País (Renovar) e tem entre seus objetivos tirar de circulação ônibus e caminhões no fim da vida útil.

A MP, agora na do PLV 19/2022, que segue para sanção presidencial. Com a destinação à sucata dos veículos antigos, o Renovar tem como objetivo a redução dos custos de logística, a inovação e criação de novos modelos de negócios, e a melhoria da qualidade de vida dos profissionais de transporte. O programa também busca o cumprimento das metas do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans).

Leia mais:  Momento Agrícola: ‘Renovar’, glifosato, desconto em multas e entrevistas são destaques

Ricardo Arioli comenta sobre o assunto.

Menos imposto

Outra pauta explorada no Momento Agrícola é a redução, por um ano, no imposto de importação de cinco produtos usados como insumos industriais e na agricultura. A medida foi aprovada na última quarta-feira (03), em reunião extraordinária do Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex).

A medida abrange glifosato e quatro tipos de resina plástica usadas na produção. O glifosato e seu sal de monoisopropilamina foram os insumos usados na agricultura que tiveram suas alíquotas reduzidas. No caso específico do herbicida, a redução foi de 9,6% para 3,8%.

Desconto e outras pautas

O Momento Agrícola traz, em seus dois primeiros blocos, uma série de assuntos de amplo interesse do Agro, como a regulamentação do programa de redução das multas ambientais da Sema.

Os descontos podem chegar a 90% nas multas aplicadas pelo órgão. As novas regras constam no decreto nº 1436/2022, que, em seu artigo 68, regulamenta o Programa de Conversão de Multas em Serviços de Preservação, Melhoria e Recuperação da Qualidade do Meio Ambiente, com o objetivo de fazer conciliação entre a Sema e os infratores.

Leia mais:  Momento Agrícola: ‘Renovar’, glifosato, desconto em multas e entrevistas são destaques

Além de outras notícias comentadas, o Momento Agrícola traz uma abordagem sobre a Safra 22-23 no Paraguai, e uma entrevista com Seth Meyer, Economista-chefe do USDA, que esteve em visita ao Mato Grosso.

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique no podcast abaixo:

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana