TANGARÁ DA SERRA

Sem categoria

Paulo Guedes diz que pacote para enfrentar crise chegará a quase R$ 1 trilhão

Publicado em

O pacote emergencial do governo brasileiro para enfrentar a crise do coronavírus deve chegar a cifra de R$ 1 trilhão, afirmou nesta sexta-feira (3) o ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo ele, os programas em andamento ou previstos de ajuda às famílias, empresas e ao sistema de saúde “já passaram dos R$ 800 bilhões e possivelmente vão chegar a quase R$ 1 trilhão ao longo das próximas semanas ou meses”.

O ministro disse que críticas a eventuais atrasos por parte do governo são “oportunismo” e que a velocidade das ações tomadas pelo governo brasileiro se assemelham às do governo dos Estados Unidos. “Isso nunca aconteceu antes, nunca foi numa velocidade tão grande. Nenhum país emergente fez um movimento tão rápido e com tanto volume de recursos como nós.”

Ele também ressaltou que apenas o benefício de R$ 600 por mês, durante três meses, a famílias de baixa renda e trabalhadores informais vai custar mais do que todos os ministérios gastarão neste ano.

“Nós consideramos, então, que esse gasto [R$ 98 bilhões), e eu repito, é maior do que toda a programação anual de todos os ministérios [R$ 95 bilhões]”.

(Fonte: R7)

Comentários Facebook
Advertisement

Sem categoria

Candidata de Lula ao governo de MT e apoiada por PSD, PP e PSB, Márcia Pinheiro responde por corrupção

Published

on

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (PV), será a candidata da federação Brasil da Esperança (PT, PCdoB e PV) ao governo do Estado. O anúncio deverá acontecer ainda hoje (quarta, 03), motivada pela decisão do senador licenciado Carlos Fávaro (PSD) em não assumir candidatura ao Paiaguás, numa disputa contra o governador Mauro Mendes (União), que busca a reeleição.

Esquemas

Fato que chama atenção é que a agora candidata de Lula e da esquerda ao governo de Mato Grosso é acusada pelo MP de liderar um esquema de emissão de notas fiscais de compra de medicamentos superfaturados. As acusações, dos meses finais do ano passado, se referem à Operação Capistranum, que apura a participação de Márcia e o marido e prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, nos crimes de organização criminosa, responsabilidade, improbidade administrativa na prefeitura de Cuiabá.

Márcia Pinheiro chegou a ser alvo de busca e apreensão, sendo, também, acusada pelo Ministério Público de participar de um esquema de contratações através de cargos comissionados na saúde, para favorecer politicamente o prefeito Emanuel Pinheiro e o filho, deputado federal Emanuelzinho, que disputa a reeleição pelo MDB.

Apoios

Márcia Pinheiro terá o apoio do PSD de Carlos Fávaro e do PP do deputado federal Neri Geller, siglas que integram a frente esquerdista que tenta recolocar o ex-presidente Lula no Palácio do Planalto.

O PSB também compõe o bloco de esquerda, sendo o partido do candidato a vice de Lula, Geraldo Alkmin. Além destas agremiações, Márcia poderá ter em seu palanque o PDT, a federação PSDB/Cidadania e o Solidariedade.

Ao aceitar a candidatura ao governo, Márcia Pinheiro surge com a única candidatura de oposição para enfrentar o governador, que até ontem não tinha adversário. Segundo fontes ligadas à primeira-dama cuiabana, o objetivo da oposição é construir uma chapa feminina buscando tal público, já que Mato Grosso nunca elegeu uma mulher governadora.

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana