conecte-se conosco


Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Diesel renovável, venda direta do etanol, logística e produção de carnes no Centro Oeste são destaques

Publicado

A edição do Momento Agrícola desta semana traz abordagens interessantes sobre assuntos do Agro que impactarão diretamente a economia brasileira e mato-grossense nos próximos anos.

O produtor rural, engenheiro agrônomo e consultor Ricardo Arioli, autor e apresentador do programa veiculado pela rede de rádios do Agro e pelo Enfoque Business, destaca a boa nova do diesel renovável, cuja produção em escala industrial já é testada pela Petrobrás.

Resultado da hidrogenação de óleos vegetais e gorduras, o diesel renovável pode ser misturado em igual proporção ao diesel derivado de petróleo. O ganho ambiental é evidente, já que o diesel renovável pode reduzir – numa comparação ao combustível fóssil – entre 50% e 90% a emissão de gases que influenciam no efeito estufa. Nesse quesito, há também uma diferença de 15% em relação ao biodiesel convencional.

Venda direta

O governo federal deverá regulamentar até outubro a venda direta de etanol das usinas aos postos de combustíveis. A medida causará impacto direto nas distribuidoras, eliminando muitos intermediários que, na prática, podem ser considerados atravessadores.

O resultado será percebido no bolso do consumidor, com melhores preços na bomba. O assunto é uma das abordagem do Momento Agrícola deste final de semana.

Leia mais:  Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

Logística

O Momento Agrícola também aborda outro assunto de interesse direto do Agro e da economia brasileira como um todo. Já está com o Tribunal de Contas da União (TCU) o projeto de concessão da Ferrogrão, nova ferrovia (EF-170) que ligará Sinop, no norte de Mato Grosso (MT), a Itaituba/Meritituba, no Pará (PA).

O documento foi protocolado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), no último dia 10. Cabe ao TCU, agora, a análise da documentação para a publicação do edital de licitação ainda este ano.

O plano, acompanhado dos estudos técnicos e das minutas de edital e de contrato foi assinado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, após liberação da diretoria da ANTT, no último dia 07. São esperados investimentos de R$ 8,4 bilhões no projeto de concessão.

A participação das ferrovias no sistema de transportes no Brasil deve chegar a mais de 30% em até oito anos. Esse é o plano do governo federal, de acordo com Tarcísio de Freitas.

Leia mais:  Momento Agrícola: Avaliações e o legado do Famato Embrapa Show são os destaques

Aves e suínos no Centro Oeste

A Associação Brasileira de Proteína Animal prevê que as empresas produtoras de carnes de aves e suínos passem a direcionar o seu foco produtivo no Centro Oeste. Ocorre que na região sul do país a capacidade de oferta de grãos está chegando ao limite e frequentemente as indústrias se veem obrigadas a comprar os itens básicos para alimentação animal na região central do país.

Foi o que aconteceu este ano, com a quebra significativa da safra de grãos no Rio Grande do Sul.

No caso do Centro Oeste, a grande oferta de grãos é um atrativo para instalação de sistemas de produção de aves e suínos. Ganha quem produz, ganham os estados da região. O assunto é abordado com muita propriedade por Ricardo Arioli nesta edição do Momento Agrícola.

Outras

O programa também traz abordagens importantes sobre agrometeorologia e máxima produtividade, o ‘tri campeão’ de máxima produtividade no Centro Oeste e os relatórios do milho e da soja do IMEA.

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique abaixo:

publicidade

Agronegócio & Produção

Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

Publicado

A Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), em parceira com o Sindicato Rural, realizará a partir desta sexta-feira (01.07), quatro Dias de Campo em Tangará da Serra.

Ao todo serão realizados 100 dias de campo em todo o estado. Os encontros iniciaram e junho e seguem até o dia 14 de julho, com o objetivo de divulgar os resultados já obtidos nas propriedades e reunir os produtores rurais atendidos. Por dia, até nove eventos serão realizados de forma simultânea pelo estado abrangendo as mais diversas cadeias produtivas atendidas pela ATeG em Mato Grosso. Dentre elas estão pecuária de leite, pecuária de corte, olericultura, piscicultura, fruticultura, floricultura, ovinocultura, apicultura etc.

Em Tangará da Serra, de acordo com o Supervisor da ATeG Senar, Thiago Salapata, os Dias de Campo iniciam nesta sexta-feira, dia 1º de julho, com “Bovinocultura de leite” e segue no sábado, 2, com ‘Floricultura’. Na segunda e terça-feira, dias 4 e 5, serão realizados os outros dois eventos, tratando sobre ‘Olericultura’ e ‘Fruticultura’.

Leia mais:  Momento Agrícola: Avaliações e o legado do Famato Embrapa Show são os destaques

“Tangará da Serra contém essas quatro cadeias já sendo assistidas pela Assistência Técnica e será presenteada com esses Dias de Campo”, afirma,

ao destacar que em todos os dias, além de temas específicos relacionados a cadeia, falarão também sobre primeiros socorros na zona rural.

“Em todos os Dias de Campo temos uma estação específica, que são os primeiros socorros, que a gente viu a necessidade no campo, pois muitas vezes os cuidados iniciais que possam ser feitos, aumentam as chances de a pessoa chegar com vida até o socorro médico ou evita um agravamento maior por causa de algum acidente com animais peçonhentos, algum envenenamento na propriedade que possa ocorrer, por exemplo”.

As atividades serão realizadas em propriedades rurais atendidas pela Assistência Técnica e Gerencial. A participação é aberta ao público e destinado a todos os produtores rurais – mesmo que não sejam atendidos pela ATeG – profissionais da área, parceiros e estudantes. Os interessados devem procurar o Sindicato Rural.

  • Data: 01/07 (sexta-feira):
Leia mais:  Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

DIA DE CAMPO “BOVINOCULTURA DE LEITE”

Horário: das 7h30 às 11h30

Local: Sítio São Gabriel/ Gleba São Paulo

 

  • Data: 02/07 (sábado)

DIA DE CAMPO FLORICULTURA

Horário: das 7h30 às 11h30

Local: Chácara Imperial/ Comunidade São José

 

  • Data: 04/07 (segunda-feira)

DIA DE CAMPO OLERICULTURA

Horário: das 7h30 às 11h30

Local: Chácara Santo Expedito/ Comunidade São José

 

  • Data: 05/07 (terça-feira)

DIA DE CAMPO FRUTICULTURA

Horário: das 7h30 às 11h30

Local: Sítio Dois Irmãos/ Comunidade Córrego das Pedras

 

(Fonte: Sindicato Rural de Tangará da Serra e Diário da Serra)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana