conecte-se conosco


Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Dicamba, crédito rural, comércio exterior e curso com sorteio de bolsa são os destaques

Publicado

Restrições ao herbicida Dicamba, a modernização do crédito rural, a segurança jurídica do Agro, comércio exterior e curso de Finanças Inteligentes no Agronegócio com sorteio de bolsa para os ouvintes são os destaques do Momento Agrícola desta semana.

O programa, veiculado pela Rede de Rádios do Agro e pelo Enfoque Business, é produzido e apresentado pelo engenheiro agrônomo, produtor rural e consultor Ricardo Arioli.

O curso de Finanças Inteligentes no Agronegócio é promovido pelo IBDA – Instituto Brasileiro de Direito do Agronegócio – em parceria com a Agroschool, sob coordenação da especialista em administração de empresas e MBA em Comércio Exterior e Relações Internacionais, Marina Piccini.

Marina Piccini coordena o curso ministrado pela Agroschool.

O objetivo do curso, segundo Ricardo Arioli, é oportunizar aos produtores o aperfeiçoamento da gestão da propriedade e a melhor forma de financiar as suas atividades produtivas. “A gestão está cada vez mais desafiadora e não basta apenas obter uma boa produtividade”, observa Arioli.

No segundo bloco do programa, Ricardo Arioli repassa orientações sobre como participar do curso, que será online e contará com o sorteio de uma bolsa de estudos para os ouvintes do Momento Agrícola. Inscrições pelo link: https://venha.creditares.com.br/momentoagricola.

Dicamba

O primeiro assunto abordado no Momento Agrícola desta semana está relacionado à polêmica sobre o uso de variedades de soja resistentes ao herbicida Dicamba nos Estados Unidos. Decisão da justiça federal norte-americana proibiu o uso de herbicidas à base do Dicamba da Bayer e da Basf, o que gerou descontentamento nas multinacionais, que pouco acreditam na reversão desta decisão ainda neste ano.

Leia mais:  Momento Agrícola: Questões de carbono nos EUA e na UE, tributos e diálogos são destaques

Porém, segundo a agência de proteção ambiental americana, o problema está na utilização destes produtos, que representa riscos ao meio ambiente e às comunidades rurais em razão da deriva e da volatilidade. Quanto a isto, a justiça americana cita prejuízos em alvos errados durante a aplicação do Dicamba, com danos em pelo menos 1,5 milhão de hectares não apenas de soja não resistentes ao herbicida, mas também em outras culturas.

Certamente, esta polêmica terá repercussão no Brasil.

Crédito rural e segurança jurídica

Ainda no primeiro bloco do Momento Agrícola, Ricardo Arioli discorre sobre uma reunião virtual que teve como temas principais foram a modernização do crédito rural e a segurança jurídica do Agro.

A reunião, realizada semana passada, contou com a participação da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), de federações estaduais, da Frente Parlamentar da Agropecuária, além do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e da ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

Nestes contextos, houve abordagem sobre os juros praticados no crédito rural, cujas taxas não acompanham a queda da ‘Selic’. Ou seja, os juros não deverão cair como se esperava, ficando entre 3% e 4% para a agricultura familiar; em 5,25% para os médios produtores e 6% para os demais. “Se temos a taxa Selic a 3% ao ano e caindo, então os juros do Agro podem ser considerados caros”, observou Arioli, durante o programa.

Leia mais:  Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

Na mesma reunião também foram destaques os processos de regularização fundiária e as propostas da CNA para o Plano Safra que será apresentado pelo governo em 15 de junho.

Exportações

Sobre o comércio exterior, o Momento Agrícola mencionou o crescimento das exportações brasileiras para a China. As compras do país asiático cresceram em maio à razão de 35,2% em comparação ao mesmo mês do ano passado. De fato, é um dado significativo, considerando que os chineses compraram 40,4% de tudo o que o Brasil exportou nos primeiros cinco meses do ano.

Enquanto os chineses compram mais do Brasil, outros parceiros comerciais – como Estados Unidos e Argentina – compraram menos. As exportações para os EUA e para os argentinos despencaram, respectivamente, 43,5% e 51,2% em maio.

Outros

A Certificação de Soja como ferramenta para serviços ambientais, o Código Florestal e a Lei de Regularização Fundiária são outros destaques do Momento Agrícola.

Para ouvir o programa na íntegra, clique abaixo:

publicidade

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Questões de carbono nos EUA e na UE, tributos e diálogos são destaques

Publicado

A decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos que limita o poder da Agência de Proteção Ambiental daquele país, a divergência na União Europeia sobre carros a combustão, entrevistas e outros assuntos relevantes para o Agro são os destaques da primeira edição do Momento Agrícola deste mês de julho.

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela rede de rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com podcast Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Menos poder

A   primeira edição do Momento Agrícola neste segundo semestre do ano traz à baila uma decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos que limita o poder da Agência de Proteção Ambiental americana (EPA, na sigla em inglês) de regular as emissões de carbono das usinas de energia termelétricas do país.

Por seis votos a três, a corte definiu, em sua sessão na última quinta-feira (30), que nenhuma agência federal americana deve ter escopo de ação que não seja o explicitamente concedido por lei aprovada no Congresso. A decisão foi relacionada ao caso Virgínia Ocidental contra EPA.

Leia mais:  Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

Para o ministro-chefe da Corte, John Roberts, “limitar as emissões de dióxido de carbono em um nível que forçará uma transição energética é uma solução sensata, mas uma decisão de tal magnitude cabe ao Congresso”, escreveu, na decisão, que é considerada uma grande derrota para o presidente Joe Biden, que tentava retomar a agenda climática que havia sido suspensa durante o governo de Donald Trump.

UE e a Combustão

Ricardo Arioli comenta, também, sobre uma divergência na Comunidade Europeia envolvendo a redução de gases de efeito estufa.

A Alemanha discordou da aprovação, pela União Europeia, do projeto de proibir a venda de motores a combustão a partir de 2035 nos países do bloco.

O ministro das Finanças da Alemanha, Christian Lindner, afirmou durante em recente conferência (21 de junho) “que continuaria a haver nichos para motores a combustão” e que a proibição “estava errada”, daí a discordância do governo alemão.

Numa análise bastante sensata, os alemães entendem que acelerar a transição para carros elétricos pode criar problemas e obstáculos como montar uma rede de recarga rápida e ultrarrápida o mais pulverizada possível, levando à ampliação da demanda por metais para as baterias de íons de lítio e à oscilação (para cima) do preço das próprias baterias.

Leia mais:  Momento Agrícola: Questões de carbono nos EUA e na UE, tributos e diálogos são destaques

Outras

O Momento Agrícola traz considerações sobre questões estratégicas no Brasil, como a necessidade de importação de óleo diesel pelo País em razão de sua insuficiência nos processos de refino de petróleo. Há, neste particular, a possibilidade de importação direta de diesel por grandes produtores, o que resultaria em menor carga tributária, já que a operação aconteceria em drawback.

Ainda sobre combustíveis, Ricardo Arioli comenta sobre o ICMS dos combustíveis, que tem rendido muita polêmica entre os governadores dos estados.

Nos blocos seguintes, Arioli traz diálogos sobre “O Plano Safra 22-23”, com Antônio da Luz, da Farsul; “O Baixo Carbono da nossa Agropecuária”, com Roberto Giolo, da Embrapa; e “Nosso Agro e a Política”, com Anderson Galvão.

Para ouvir na íntegra o Momento Agrícola deste sábado, clique no podcast abaixo:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana