TANGARÁ DA SERRA

Cidades & Geral

Golpistas clonam contas de WhatsApp para pedir dinheiro; Vereadora de Tangará da Serra é vítima

Publicado em

Se você receber uma mensagem pelo WhatsApp de algum parente ou amigo pedindo dinheiro emprestado, desconfie! Tudo pode não passar de um golpe que já fez vítimas em Tangará da Serra.

Com registros pelo país afora desde, pelo menos, 2017, o golpe já pode ser considerado ‘velho’. Criminosos clonam o contato dos usuários no aplicativo WhatsApp e, por mensagem, pedem transferências bancárias a amigos e familiares das vítimas.

Em Tangará da Serra, a última conta de WhatsApp clonada foi a da vereadora Sandra Garcia. O golpe foi aplicado ontem (quinta, 25). Ela registrou boletim de ocorrência e a polícia já investiga o caso. Há poucos meses, uma jornalista de Tangará da Serra também passou pelo mesmo problema.

As mensagens chegam no seguinte modelo (Veja outra imagem ao final do texto):

O golpe começa em plataformas como o OLX e o sites de e-commerce, que costumam pedir um número de telefone para os interessados em realizar compras e/ou anunciar determinado produto.

No caso da vereadora Sandra, o número foi clonado após registro de uma reclamação no site das Casas Bahia. Criminosos interceptaram a reclamação e retornaram ao número de Sandra fazendo-se passar pela loja de departamentos. O golpe tem sempre a participação de um hacker.

Leia mais:  Com aeroporto em obras, Tangará da Serra deixa de ter voos comerciais regulares

De posse do número da vereadora, os criminosos mandaram mensagens à vítima, dizendo que é necessário enviar um código de confirmação que chegará via SMS para terminar o cadastro. A questão é que o código era, na verdade, um autenticador de duas etapas do WhatsApp da vítima, a última peça necessária para o golpista clonar a conta.

Assim que a clonagem aconteceu, Sandra perdeu acesso ao aplicativo, que passou a ser controlado pelo criminoso. A partir daí, a quadrilha passou a entrar em contato com amigos e familiares da vítima para pedir dinheiro, e que os valores fossem depositados numa outra conta, de um ‘laranja’.

Como o processo acontece de forma muito rápida, usuários desatentos acabam acreditando na história.

Sandra Garcia, após perceber o golpe, adotou as medidas para a recuperação de sua conta no WhatsApp e também informou a todos os contatos sobre o que se passava.

No país inteiro, milhares de pessoas já sofreram com esse tipo de tentativa de invasão de conta por criminosos, que deixam de lado o vírus e apostam na confiança que a vítima tem nas plataformas de anúncio e venda online.

Leia mais:  Startups selecionadas no programa de inovação aberta do AgriHub terão primeiro encontro

Para se proteger do golpe é necessário ter a verificação em duas etapas do WhatsApp ativada e ficar atento ao receber e-mails de serviços que deixam dados de contato expostos publicamente.

Assim, nas operações de e-commerce, para garantir a segurança dos usuários, dados de contato como endereço de e-mail e número de celular não devem ser informados a outros usuários diretamente antes da concretização da venda/compra do produto por meio da plataforma. Outra dica é não trocar dados por e-mail ou mensagens. Essas e outras indicações de segurança estão disponíveis nos Termos & Condições de uso dos sites de e-commerce.

(Veja, abaixo, outra imagem com a execução do golpe)

Comentários Facebook
Advertisement

Cidades & Geral

Feira do Centro: Com preço atrativo e qualidade, abacaxi é opção em fruta para o consumidor

Published

on

As frutas de estação sempre são destaque na Feira do Produtor do Centro e o abacaxi já desponta, a partir deste mês de agosto, com suas primeiras colheitas realizadas pelo pequeno produtor.

O abacaxi é uma tradição em Tangará da Serra. É opção de sabor e fonte de energia para a saúde de quem consome esta fruta tipicamente sul-americana. Pode ser consumido in natura, em sucos e drinques. É ingrediente rico para doces, compotas, geleias, bolos e tortas. Vai muito com um bom churrasco, assado na brasa, com canela e outras especiarias. (Veja receitas ao final do texto)

O abacaxi ocorre em toda região de planície da América do Sul, sendo historicamente apreciada pelos povos indígenas. É considerada uma “superfruta” por estudiosos e profissionais de nutrição em virtude da sua ampla gama de benefícios, sendo uma grande fonte de vitaminas, minerais e substâncias funcionais, como compostos bioativos, água e fibras.

De sabor marcante e exclusivo, ricamente adocicado, o fruto ajuda a evitar o desenvolvimento de doenças graves, combate estresse, melhora a saúde mental, fortalece os músculos, reduz inchaços e contribui para o bom funcionamento do organismo. De quebra, fortalece a imunidade, melhora a digestão, previne infecções, diminui e retarda o envelhecimento.

Leia mais:  Startups selecionadas no programa de inovação aberta do AgriHub terão primeiro encontro

“É uma fruta que temos em abundância aqui na Feira, é produzida por muitos dos nossos feirantes com a qualidade de sempre e preço muito em conta”, diz o presidente da Associação dos Feirantes de Tangará da Serra (Asfet), Valdeci Ferraz Aquino.

Nos boxes

Produzido em Tangará da Serra no Assentamento Antônio Conselheiro – agrovilas 04 e 07 e nos 40 lotes – e também em Progresso, São Joaquim e na região das Cabeceiras do Queima Pé, o abacaxi é facilmente encontrado na Feira do Centro, no setor de hortifruti.

Veja 65 receitas com abacaxi no link abaixo:

65 receitas com abacaxi adocicadas e azedinhas na medida certa

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana