conecte-se conosco


Feiras & Eventos

Exposerra movimenta mais de R$ 50 milhões na economia de Tangará da Serra e região

Publicado

Há 39 anos, a Exposerra vem se consolidando como uma das maiores feiras agropecuárias de Mato Grosso. A grandeza da festa, que acontecerá de 5 a 8 de setembro em Tangará da Serra, vai muito além do entretenimento com os shows nacionais e as importantes disputas de rodeio. São mais de 10 mil empregos diretos e indiretos gerados para poder fazer funcionar a engrenagem durante os dias do evento, com uma amplitude capaz de movimentar inúmeros segmentos ao mesmo tempo.

A Exposerra recebe mais de 150 mil visitantes por ano e o resultado é uma intensa fomentação na economia que alcança também vários municípios da região. O impacto é de mais de R$50 milhões de movimentação financeira, de um potencial econômico que vai muito além da produção agropecuária e abrange, principalmente, o comércio varejista, rede hoteleira, postos de combustíveis e estabelecimentos de alimentação, entre outros setores.

Somente dentro do Parque de Exposições dos Produtores Rurais, mais de 3 mil trabalhadores, entre contratados pela organização e terceirizados, atuam nas obras/ montagem no período pré e pós-evento.

E o efeito positivo começa a gerar reflexos mais de seis meses antes da festa. “Os Tangaraenses que se dedicam a trabalhar neste período ou que têm comércio e serviços que se beneficiam com a Exposerra, sentem seus reflexos positivos antes, durante e depois da festa. Nos meses que antecedem o evento, o movimento se dá nas vendas de roupas, calçados e acessórios. Já nos dias de Exposerra, todos os setores do comércio são impactados e quando a festa acaba muitas pessoas ainda estão envolvidas na desmontagem das estruturas. Ou seja, podemos dizer que a festa movimenta todos os segmentos e faz com que o dinheiro circule em todos os setores do comércio local e regional. A amplitude e o alcance do ‘efeito Exposerra’ é imensurável”, afirma o presidente do Sindicato Rural, Reck Junior.

Leia mais:  1º Prêmio Startup: Trabalhos apresentados versaram sobre tecnologia, saneamento e sustentabilidade

Somente dentro do Parque de Exposições dos Produtores Rurais, mais de 3 mil trabalhadores, entre contratados pela organização e terceirizados, atuam nas obras/ montagem no período pré e pós-evento. Além disso, a movimentação se dá na organização da festa, na comercialização de passaportes, camarotes e ingressos de forma indireta; nas estruturas que cada expositor ergue para expor seus produtos e suas marcas dentro da festa; nos leilões, na venda de maquinários e carros e outros gastos com a exposição e o comércio. Com todo este montante, estima-se que a Exposerra movimente, anualmente, cerca de R$50 milhões.

Pesquisa

De acordo com uma pesquisa feita pela Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (ACITS), com o auxílio dos proprietários de lojas deste segmento, a moda country é um dos setores que mais tendem a ganhar nesse período. A média do aumento nas vendas para essa época é de 50%. Ainda de acordo com os empresários, a prestação de serviço não se limita somente à Tangará, mas também, a outros municípios da região.

O setor de vestuários e confecções em geral, também recebe uma procura maior do que a normal. Outros segmentos impulsionados por esse evento são os ramos de hotelaria e restaurantes. Segundo alguns empresários, nos dias em que a Exposerra é realizada, a lotação de hotéis varia entre 60% e 80%, alguns até podendo chegar a capacidade máxima de 100%. Já na parte de alimentação, que abrange restaurantes e lanchonetes, o crescimento é de em média 30%.

Leia mais:  MT apresenta projeto para mini usinas de geração de energia em fórum internacional

“Nós precisamos reforçar que Exposerra é importante sim para a população tangaraense. O evento realmente é uma ‘injeção na veia’ da economia local, pois abrange de forma muito ampla todas as cadeias comerciais. O comércio sentiu a não realização da festa no ano passado. Isso serviu para todos nós, como uma missão em não fugir da nossa responsabilidade com a sociedade, então nós paramos de focar em problemas e começamos a focar na solução, que é lutar para manter essa tradição viva”, declarou Reck Junior.

Programação

A Exposerra 2019 terá uma programação imperdível, com os melhores shows da atualidade: Jorge e Mateus (05/09), Naiara Azevedo (06/09), Yasmin Santos (06/09), Eduardo Costa (07/09) e Santti (07/09). Em todos os dias do evento também terão as emocionantes disputas do rodeio, com a Equipe Renato Souza. A final será no domingo (08/09), dia em que também terá o show de motocross freestyle, com Joaninha.

Para esta edição do evento, também já estão confirmados leilões, palestras, atrações culturais e são esperados expositores dos mais variados setores. A Exposerra também terá exposição de animais, praça de alimentação e parque de diversões. Ainda na programação, competições hípicas, vitrine da carne e desfile hípico.

Os passaportes estão disponíveis em pontos de vendas em Tangará, Campo Novo, Nova Olímpia e Barra do Bugres e são a forma mais acessível de participar da festa. O valor é R$80 e ainda pode ser dividido em 2x no cartão, além de garantir a participação no sorteio de R$10 mil por dia.

publicidade

Feiras & Eventos

CDL prestigia Encontro de Empreendedores e vê consolidação da retomada do crescimento

Publicado

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Tangará da Serra (CDL) marcou presença no 1º Encontro de Líderes e Empreendedores do Brasil, realizado na última sexta-feira (15), no Salto das Nuvens.

O evento foi promovido pelo município de Tangará da Serra, através da prefeitura municipal, em parceria com o segmento empresarial local E setor produtivo, e o Governo do Estado, sendo este através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDEC-MT) e a MT Par.

Convidada pelo Executivo Municipal e pela MT Par, a CDL foi representada pelo seu presidente, Alessandro Rodrigues Chaves, e equipe de gestão da entidade. O evento contou com a participação de empreendedores de Mato Grosso e empresas com operações em nível nacional, nos mais diversos segmentos, além de empresários rurais representados pelo sistema FAMATO-SENAR.

O prefeito Vander Masson fez a abertura do evento, que contou com a participação do governador Mauro Mendes e secretários de estado, de representantes da bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional, de deputados estaduais, vereadores e representantes dos poderes Executivo e Legislativo de vários municípios do estado, como Campo Novo do Parecis, Nova Olímpia, Lucas do Rio Verde e Várzea Grande.

Leia mais:  Tradição do Tereré foi presença marcante na Feira da Indústria

Para Alessandro Rodrigues Chaves, o evento marcou a consolidação da retomada do crescimento econômico e do empreendedorismo num período de arrefecimento da pandemia do novo coronavírus. “O comércio, a indústria e o setor de serviços, enfim, o segmento empresarial como um todo, deram uma mostra da força que move a economia da nossa região, do estado e do país. Estamos superando um momento difícil que se instalou com a pandemia e, a partir de agora, entramos numa nova fase de crescimento do PIB e de um novo fôlego para a iniciativa privada, com novos investimentos, ampliação da renda e da geração de empregos”, disse o presidente da CDL Tangará da Serra, que aproveitou para enaltecer as inciativas do prefeito Vander Masson e do presidente da MT Par, Wener Santos.

Além dos pronunciamentos de autoridades e palestra motivacional, o evento teve show nacional, com apresentações dos cantores Daniel (sertanejo) e Alexandre Pires (ex-Raça Negra).

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana