conecte-se conosco

Saúde Pública

Covid-19: Óbitos triplicam em Tangará da Serra em julho; Casos ativos somam 188, com 85% das UTIs ocupadas

Publicado

Boletim epidemiológico divulgado ontem (sexta, 31) pelo Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus indicou um total de 25 óbitos decorrentes da Covid-19 em Tangará da Serra. O número representa o triplo (212,5%) sobre o total de mortes ocasionadas pela doença mês passado (total de 08) no município.

(Veja gráfico demonstrativo acima e quadro com todos os números ao final da matéria)

A variação de óbitos em Tangará da Serra é levemente superior à variação no estado, que das 629 mortes registradas em 30 de junho saltou para 1.842 em 31 de julho. A variação no estado, portanto, foi de 192,8%, também praticamente o triplo dos registros de fatalidades do mês anterior.

Já no país, os óbitos registrados desde o início da pandemia somaram ontem um total de 92.568, ante as 60.713 mortes registradas pela Covid-19 em 30 de junho. A variação no país, portanto, foi de 52,4%.

Os percentuais de mortes em Mato Grosso e Tangará da Serra, que se apresentam muito acima da média nacional, se deve ao processo de interiorização da pandemia, intensificado no país a partir do mês passado.

Leia mais:  Tangará da Serra: Leitos de UTI não podem funcionar por falta de intensivistas; Justiça determina funcionamento em 48 hs

Boletim

Ainda segundo o boletim de ontem do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus, Tangará da Serra fechou o mês de julho com 2.162 casos de infecção pelo novo coronavírus desde o dia 01 de abril, quando foi registrado o primeiro caso da doença no município.

Deste total de casos, os pacientes que evoluíram para a cura somam 1.949, perfazendo um bom índice – 90% – de recuperação.

Os casos ativos somam 188 pacientes. Destes, 169 recuperam-se em isolamento domiciliar, enquanto 19 estão internados, sendo seis em enfermaria (05 públicas e 01 particular) e 13 em UTI (11 em leitos públicos e 02 em leitos privados).

Assim, o índice de ocupação de UTIs públicas no município é de 84,6%.  Os óbitos somam 25.

Há, ainda, quatro pacientes sob suspeita de Covid-19 internados em enfermaria (03 públicas e 01 privada) e seis pacientes de outros municípios internados em hospital particular, sendo cinco em UTI e um em enfermaria.

publicidade

Saúde Pública

Segundo SES-MT, Tangará da Serra volta à classificação de risco ‘Alto’ de contaminação pelo novo coronavírus

Publicado

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou ontem, quinta-feira (30.07), o Boletim Informativo nº 144, de 30/07, com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 15) que Tangará da Serra retorna à classificação de risco ‘Alto’ para contaminação pelo novo coronavírus. (Quadro acima)

Ainda segundo a SES-MT, apenas dois municípios do Estado configuram na classificação com risco “muito alto” para o novo coronavírus: Sinop e São José dos Quatro Marcos.

Ainda de acordo com informações contidas no boletim, os municípios que estão na classificação de risco “alto” para a disseminação do coronavírus, além de Tangará da Serra, são: Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis, Sorriso, Várzea Grande, Cáceres, Primavera do Leste, Peixoto de Azevedo, Barra do Garças, Mirassol D’Oeste, Jaciara, Campo Novo do Parecis, Nova Mutum, Tapurah, Paranatinga, Vera, Nova Canaã do Norte, Barra do Bugres, Nova Bandeirantes, Santo Antônio do Leste, Brasnorte, Nova Monte Verde e Araguainha.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT disponíveis no link http://www.saude.mt.gov.br/informe/584.

Leia mais:  Redução da ajuda federal será de quase R$ 30 milhões para região polarizada por Tangará da Serra

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana