TANGARÁ DA SERRA

Saúde Pública

Coronavírus: Em calamidade e com 07 casos, MT figura entre os 10 estados com menor contaminação

Publicado em

Em boletim divulgado ontem à tarde, o Ministério da Saúde atualizou os números oficias da pandemia COVID-19 no país. Neste números, Mato Grosso aprece com 07 casos de contaminação, sendo o último confirmado no município de Nova Monte Verde, de uma mulher que visita a cidade.

(*) Veja, ao final do texto, tabela com os números do Ministério da Saúde

Mato Grosso figura entre os dez estados com menor número de casos de contaminação confirmados, ao lado de Amapá (01), Roraima (02), Rondônia (03), Pará (05) e Tocantins (07), na região Norte; Paraíba (03), Piauí (06), Alagoas (07) e Maranhão (08), no Nordeste.

No Centro-Oeste, os estados que mais possuem casos confirmados são Goiás (27) e Mato Grosso do Sul (23), além do Distrito Federal, com 160 contágios.

No outro extremo da pandemia em território nacional, as maiores preocupações estão nos estados de São Paulo (810 casos e 40 óbitos), Rio de Janeiro (305 casos e 06 óbitos) e Minas Gerais (130 casos), na região Sudeste; Ceará (182 casos, sem óbito), na região Nordeste e o próprio Distrito Federal.

Leia mais:  Campanha da vacinação contra pólio começa dia 15; Rotary defende ampliação da cobertura

O Ministério da Saúde informou em seu último boletim que o país soma 2.201 casos confirmados de contaminação pelo COVD-19. Na tabela divulgada pelo Enfoque Business, porém, os casos somam 2.199 casos. O quadro divulgado pelo Ministério possui uma distorção entre os números de casos de cada estado da região Nordeste e a sua totalização, que seria 352 casos, e não os 354 divulgados pela pasta.

Calamidade

O governador Mauro Mendes decidiu decretar estado de calamidade pública em Mato Grosso, como medida necessária para combater o coronavírus no estado. Os detalhes da medida serão editados e divulgados nesta quarta-feira (25), durante a reunião com o Gabinete de Situação, montado para monitorar a epidemia.

Mendes: “Medida permitirá aos municípios adotarem as providências cabíveis em cada região”.

A decisão em decretar a calamidade foi tomada como forma de auxiliar os 141 municípios do Estado, que precisam adotar uma série de ações contra a pandemia. Com esta decisão, os prefeitos conseguem mais flexibilidade e menos burocracia para dar cabo das medidas urgentes que a luta contra o coronavírus exige. “Essa é uma medida que vários estados brasileiros estão fazendo. A partir daí, os municípios poderão adotar as providências cabíveis em cada região”, explicou o governador.

Leia mais:  Campanha da vacinação contra pólio começa dia 15; Rotary defende ampliação da cobertura

Comentários Facebook
Advertisement

Saúde Pública

Campanha da vacinação contra pólio começa dia 15; Rotary defende ampliação da cobertura

Published

on

Começa no próximo dia 15 (segunda-feira) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite no estado de Mato Grosso. A campanha, que estava prevista para começar no início dessa semana, foi adiada em razão do atraso na remessa das vacinas pelo Ministério da Saúde.

As doses da vacina são custeadas através de parceria de alcance mundial, em ação conjunta liderada pelo Rotary Internacional, através da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio. Segundo o governador assistente da região 6 do Distrito 4440 do Rotary, Alfredo Acácio Nuernberg, a cobertura vacinal contra a poliomielite ainda está baixa em Mato Grosso. “Podemos ampliar esta cobertura e vamos levar esta campanha ao conhecimento do público através da Imprensa, das redes sociais e do trabalho dos nossos companheiros de Rotary, divulgando amplamente os dias de campanha de vacinação”, disse o membro rotariano.

Estimativa

De acordo com a secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), a estimativa é imunizar 227.559 crianças menores de cinco anos. Até o momento, chegaram 170 mil doses da vacina na Rede de Frio do Estado. Como houve o atraso na remessa, as equipes da Vigilância e Atenção à Saúde da SES não tiveram tempo hábil para organizar a logística e distribuir as doses aos municípios até ontem (segunda, 08). Porém, os trabalhos de recebimento das doses, de conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes e no encaixotamento estão em finalização e a distribuição das doses aos municípios está em vias de iniciar, criando condições para o início da campanha na próxima segunda-feira.

Leia mais:  Campanha da vacinação contra pólio começa dia 15; Rotary defende ampliação da cobertura

Multivacinação

Paralelamente à vacinação contra a poliomielite, o estado promoverá, a partir do dia 15, a campanha de multivacinação para atualização da caderneta da criança e do adolescente menor de 15 anos. Ao todo, serão aplicadas 700 mil doses de vacinas que integram o Calendário Nacional de Vacinação.

Também haverá vacinação, no mesmo período, contra a Covid-19. O Dia “D” de mobilização nacional das duas campanhas está previsto para ocorrer em 20 de agosto, mas os municípios terão autonomia para definir as datas de mobilização para a vacinação de acordo com a realidade local.

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana