conecte-se conosco

Empresas & Produtos

Anolis Coworking reforça o conceito de economia compartilhada em Tangará da Serra

Publicado

O conceito de economia compartilhada está chegando em Tangará da Serra para ficar, criar novas oportunidades de negócios e revelar uma nova postura de profissionais de várias áreas.

Na cidade já são ao menos quatro espaços de coworking que permitem a profissionais de diversos segmentos compartilharem um ambiente com conforto, segurança e que oferece todos os ativos de um escritório convencional, porém a um custo consideravelmente menor.

A Anolis Coworking é o novo espaço, idealizado pelas empreendedoras Andreia Goulart, Eloísa Garcia e Miriam de Oliveira. Está localizado na rua Benedito Pereira de Oliveira – a Rua 05, n° 592-W (quadra posterior à antiga delegacia), Centro de Tangará da Serra. O telefone de contato é (65) 9 9943-7303 (e-mail: [email protected]). “Estamos seguindo a tendência de que os consumidores passem a dividir o uso dos produtos e serviços que acessam”, explica Eloísa Garcia, revelando que a ideia de montar a Anolis surgiu ao final de 2019, quando ela, Miriam e Andreia decidiram dividir o aluguel de um espaço para os seus negócios. (No vídeo ao final da matéria, a advogada contratualista Lauren Juliê esclarece o conceito)

As empreendedoras que criaram a Anolis Coworking: Nova tendência.

O espaço funciona desde 24 de fevereiro, e oferece aluguel de escritório completo e compartilhado com sala de atendimentos, estação de trabalho, internet wifi, impressora e sala de treinamentos mediante aluguel mensal, diário, por período ou por hora.

Espaço está localizado na rua Benedito Pereira de Oliveira – a Rua 05, n° 592-W, no Centro.

A Anolis também proporciona oportunidades de convívio profissional que podem render novos negócios. Neste contexto, a Anolis já compõe um ambiente com recursos humanos, coaching, planejamento de eventos, treinamentos de habilidades comportamentais, estratégias de posicionamento de negócios, gestão da qualidade, finanças, fotografia, engenharia de segurança no trabalho, engenharia de produção, engenharia civil, arquitetura e paisagismo, além de pesquisa de satisfação de clientes.

Leia mais:  ChemChina e Sinochem fundem ativos de agronegócio e formam a nova Syngenta

Novo conceito

Coworking incorpora o moderno conceito de economia compartilhada, que tem por objetivo permitir que as empresas mantenham sua capacidade produtiva e comercial através da interação com outras áreas e outros parceiros que, antes, não eram considerados nos modelos econômicos.(Ao final da matéria, assista vídeo sobre economia compartilhada)

O compartilhamento torna-se uma forma eficaz de racionalizar o uso de produtos e serviços. Assim, a economia compartilhada acaba por desenvolver novos hábitos de consumo (mudanças no comportamento dos clientes) e novos modelos de negócios (transformações tecnológicas e novas abordagens). A tendência é que os consumidores passem a dividir o uso dos produtos e serviços que acessam, num ambiente de consumo colaborativo e não exclusivo.

Este sistema já é muito forte em países desenvolvidos e já movimenta números importantes na economia global, tanto que a estimativa para cinco anos (até 2025) é de que esta movimentação se aproxime dos US$ 340 bilhões. Na Europa, por exemplo, o conceito cresce cada vez mais, com o comportamento consumista sofrendo progressivas alterações.

Em Tangará da Serra, um exemplo clássico e de quase duas décadas de economia compartilhada é a Feira do Produtor do Centro.

Em Tangará da Serra, um exemplo clássico e de quase duas décadas de economia compartilhada (e coworking) é a Feira do Produtor do Centro. Mais recente, a cidade também conta a Feira do Produtor da Vila Alta. Nelas, os feirantes comercializam seus produtos usufruindo do mesmo espaço, com energia elétrica, água, banheiros e toda a infraestrutura necessária. Bom para os feirantes, bom para o consumidor. Ótimo para a economia local.

Pilares

Como todo modelo inovador, existem pilares que garantem o sucesso da economia compartilhada. O primeiro deles é a tecnologia, afinal, os sistemas tecnológicos tendem a unificar atividades, processos, comportamentos, através de plataformas, aparelhos móveis, sistemas de pagamentos, gerenciamento de contas, redes sociais, grupos virtuais e outras coisas.

O aspecto econômico vem a seguir. As mudanças no campo econômico são inúmeras, mas no caso da economia compartilhada podem ser destacadas a tendência à unificação monetária, a monetização do estoque, a maior flexibilidade financeira (como o cartão de crédito e a moeda digital), capital de risco abundante, acesso preferível à aquisição (não é preciso adquirir um produto, mas ter acesso a ele), o que elimina a imobilização de capital e amplia o giro financeiro.

Leia mais:  Frigoríficos de Tangará da Serra e Barra do Bugres são habilitados para exportar carnes para a China

O outro pilar está nas características da nova sociedade, que incluem a densidade populacional elevada, o desenvolvimento do conceito de sustentabilidade (sociedade integrada ao meio ambiente) e uma maior necessidade e desejo de solidarizar experiências, bens e serviços,

Benefícios

A economia compartilhada resulta em muitos benefícios, a começar pelo surgimento de novos modelos de negócios e novas oportunidades de emprego e trabalho. A isso se somam as melhores relações de consumo, preços mais justos e transparência nos negócios, entre outras inúmeras vantagens, como a otimização da aprendizagem entre diferentes profissionais que ocupam um mesmo espaço (exemplo do coworking).

Marcas famosas

Entre as empresas famosas que utilizam com sucesso o novo conceito, estão:

Uber – Serviço de transporte voltado para carona/compartilhamento de viagens. Em Nova Iorque, ele já chegou a ultrapassar os táxis. O cliente se cadastra no aplicativo Uber, conecta-se a um motorista e fica ciente imediatamente do preço da carona.

Airbnb – Sistema de aluguel de acomodações através de recursos digitais, como computador, tablet ou celular. As acomodações podem ser grandes ou pequenas, por longo, médio ou curto prazo e em qualquer parte do mundo.

Unicaronas – Site pioneiro em economia compartilhada, pertencente à Universidade Estadual de Campinas. Permite que os alunos melhorem o relacionamento entre si, combinem pontos de encontro e avaliem as habilidades dos colegas motoristas.

Bliive – Sistema que permite que o usuário dê aulas sobre determinado assunto e, como gratificação, receba aulas sobre assuntos que aprecia ou precisa conhecer.

Toyota – Empresa famosa que está alugando carros de determinadas concessionárias.

Citibank – Instituição financeira que, em Nova Iorque, patrocina um programa de compartilhamento de bicicletas.

(Redação EB, com informações de Desk Coworking)

(*) Veja vídeo sobre Coworking

(*) Veja vídeo sobre Economia Compartilhada

 

publicidade

Empresas & Produtos

GARDEN VILLE: Condomínio de alto padrão está em fase de conclusão

Publicado

O mais novo condomínio horizontal de alto padrão de Tangará da Serra está em fase conclusão da sua infraestrutura e será uma boa nova no mercado imobiliário da cidade.

O condomínio Garden Ville é localizado entre as avenidas Tancredo de Almeida Neves, Domingos Parente de Sá Barreto e Alvadi Monticelli, com o acesso por esta última, há dois minutos de carro a partir do centro da cidade.

O Garden Ville será nova opção de condomínio fechado horizontal de alto padrão em Tangará da Serra.

Segundo o empreendedor José Antônio Comando, a avenida principal do condomínio já está concluída, com a pavimentação de concreto permeável (pavers) e canteiro central já implantados. “Estamos concluindo a sexta das sete alamedas e concluiremos na totalidade até 15 de julho. Também estamos concluindo as redes de energia e de abastecimento de água”, completa.

(*) Veja galeria de fotos das obras, neste site, ou acesse o link:

https://enfoquebusiness.com.br/garden-ville-imagens-das-obras-do-novo-condominio-de-alto-padrao-de-tangara-da-serra/

O abastecimento de água tem como fonte poço artesiano de alta vazão – 30m³/hora ante uma demanda interna de até 08 m³ – o que representa segurança hídrica. A coleta de resíduos será feita em ponto único.

Empreendimento tem 239 mil m², com perímetro de muro anexo à área verde de aproximadamente 100 mil m².

O condomínio Garden Ville já conta com sistema de drenagem e agora se encontra no estágio de complementação da rede coletora de esgoto, que receberá os dejetos a partir de sistema anaeróbio independente em cada unidade residencial, seguindo para uma estação elevatória e, daí, para a rede pública.

Leia mais:  Isolamento social estimula transações virtuais, que se consolidam em meio à pandemia do novo coronavírus

Já as águas de área de serviço e de banho escoarão por uma tubulação à parte e serão reutilizadas para jardinagem.

Alto padrão

Pista de caminhada e ciclovia: Qualidade de vida em condomínio de alto padrão.

Com uma área total de 239 mil m², o condomínio Garden Ville possui 125 lotes residenciais e um comercial (conveniência), ao lado de uma área verde de aproximadamente 100 mil m². O condomínio possui muro de 2,5 metro de altura, com cerca elétrica de 60 centímetros, com perímetro anexo à área de mata. Entre o muro e os lotes há um recuo com pista para ronda motorizada, que também poderá ser utilizado para o trânsito de moradores com bicicletas e outras modalidades.

José Antônio Comando, o empreendedor: “O condomínio foi concebido para oferecer qualidade de vida, sossego, privacidade, segurança, tranquilidade, contato com a natureza”.

O condomínio Garden Ville dispõe, ainda, de guarita/portaria e área administrativa, playground, espaços gourmet, área de lazer com piscina, quadra de tênis, pista para caminhada, ciclovia e outros equipamentos. “O condomínio foi concebido para oferecer qualidade de vida, sossego, privacidade, segurança, tranquilidade, contato com a natureza. Serão apenas dois minutos, de carro, do centro até a entrada do condomínio”, disse José Antônio Comando.

Conceito ecológico: Condomínio terá piso de concreto permeável e sistema de reutilização de água.

O empreendedor destaca, ainda, que condomínios fechados são tendência no mercado imobiliário, preenchendo vazios, valorizando o ambiente urbano e criando novas oportunidades de trabalho com a atração de segmentos correlatos em seu entorno. “Estamos participando de um período de crescimento da cidade, marcando o aprimoramento do mercado imobiliário e oferecendo qualidade para morar”, finalizou.

Leia mais:  Terceira agência do Sicredi em Tangará da Serra será inaugurada em 31 de março

Contato

O Garden Ville está aberto para visitação de interessados. O telefone para contato é (65) 99612-3370.

 

 

 

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana