conecte-se conosco


Cidades & Geral

Unemat e parceiros produzem material de limpeza destinado a povos indígenas e comunidades carentes

Publicado

A ação surgiu da parceria entre o campus de Tangará da Serra, o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e a Operação Amazônia Ativa (OPAN), resultando na produção de 1000 litros de sabão artesanal, 100 litros de Água Sanitária e 500 litros de sabonete líquido. Nesta quinta-feira (28/05), houve a entrega simbólica de 2500 litros de material de limpeza.

O objetivo da ação é colaborar com a higienização e prevenção no enfrentamento da Covid-19. Os recursos para compra de insumos foram fornecidos pela OPAN, sendo que a Unemat e o IFMT, em ação conjunta, ficaram responsáveis pela fabricação por meio da atuação de profissionais especializados. Na fabricação, foi utilizado os espaços e tecnologias disponíveis no laboratório de Química, do campus de Tangará da Serra, sob coordenação do professor Adley Bergson Gonçalves de Abreu.

Para o Diretor Político, Pedagógico e Financeiro do campus de Tangará, o professor Magno Alves Ribeiro, a contribuição da universidade está atrelada também a uma preocupação ambiental. “Assim, aplicamos o conhecimento dos nossos químicos e técnicos de laboratório, que vão fazendo as dosagens e testes, além de contribuir com a questão ambiental, já que utilizamos óleo usado de cozinha na confecção do sabão artesanal”, ressalta.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Parte da produção de material de limpeza será entregue para comunidades carentes indígenas da região do Vale do Araguaia, Ribeirão Cascalheira e Barra do Bugres, por meio da organização indigenista OPAN e da Fundação Nacional do Índio (Funai).  Segundo o Diretor Geral do campus Avançado do IFMT de Tangará da Serra, Gilcelio Luiz Peres, um dos grupos mais visados nessa ação. “Nós sabemos que os povos indígenas, por questões culturais, possuem outros hábitos, tem acesso mais demorado a alguns produtos e informações que nós temos. Por isso, resolvemos dar essa atenção maior aos povos indígenas carentes”, afirma Gilcelio.

Outra parte do material será destinada a instituições que atendem a outras comunidades carentes da região de Tangará da Serra.

publicidade

Cidades & Geral

Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Publicado

Uma forte e extensa massa de ar frio atinge o Brasil a partir de domingo (15) causando acentuada queda de temperatura em diversas regiões. A partir do dia (16), a massa de ar frio se desloca rapidamente pelo Sul avançando para áreas das regiões Centro-Oeste e Sudeste e, durante à noite, chega aos estados de Rondônia e Acre, causando o segundo episódio de friagem.

Em Mato Grosso, o frio poderá ser recorde a partir da noite de quarta-feira (18), com mínimas de 7°C na capital, Cuiabá, e de 5° C em Tangará da Serra. Na quinta-feira, os termômetros poderão apontar 4°C na cidade da Serra de Tapirapuã (Veja imagem abaixo).

A friagem deverá persistir por até uma semana, segundo previsões nos principais sites especializados em meteorologia do país, como o Clima Tempo, o Cptec/Inpe e o Inmet.

A figura a seguir, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apresenta a previsão de temperatura mínima no início da manhã dos dias 18 e 19 (quarta-feira e quinta-feira).
Tons em azul e roxo indicam áreas com previsão de temperatura mínima menor que 12°C. Destaque para áreas das Serras Gaúcha e Catarinense e no Planalto Sul do Paraná, sudeste de Minas Gerais e Serra da Mantiqueira onde as temperaturas deverão ser negativas.

Leia mais:  Governador autoriza licitação do primeiro lote de pavimentação da MT-358, no Chapadão

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana