conecte-se conosco


Cidades & Geral

Tangará da Serra: ETA Queima Pé receberá investimentos de R$ 7,4 milhões em ampliação e modernização

Publicado

O Ministério do Desenvolvimento Regional aprovou proposta e plano de trabalho para ampliação da Estação de Captação, Tratamento e Distribuição de Água (ETA Queima Pé) de Tangará da Serra.

A aprovação ministerial é sinal verde para investimentos na ampliação da capacidade de tratamento de água na ordem de R$ 7.468.129,90, sendo R$ 6.789.209,00 em recursos de emenda impositiva de bancada e R$ 678.920,90 em contrapartida do município. Os valores virão para conta específica do município após assinatura de convênio com o ministério.

O projeto foi desenvolvido pelo município através do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto, ainda na gestão de Wesley Lopes Torres. À época da elaboração do projeto, Torres explicou que a ampliação da ETA atenderá demanda gerada em virtude do crescimento populacional do município, em atendimento ao que preconiza a Lei Federal de Saneamento Básico.

Ampliação da ETA atenderá demanda gerada em virtude do crescimento populacional do município, que tem previsão de 165 mil habitantes em 2040.

Com a ampliação, a ETA passará dos atuais 360 litros/segundo de água tratada para 490 litros/segundo, conforme estudo de aumento de demanda que prevê uma população de 165 mil habitantes no município até o ano de 2040.

Leia mais:  Dengue em Tangará da Serra: Com 915 registros até abril, doença tem 4 vezes mais casos em 2022

Já o prefeito Fábio Martins Junqueira inclui a ampliação como parte de um processo de modernização que completará um ciclo iniciado com o aumento da capacidade de reservação, num investimento estimado em cerca de R$ 10 milhões. “Já investimos na água bruta com as novas lagoas, no armazenamento de água tratada com o reservatório de 3 milhões de litros e dobramos a capacidade de distribuição. Agora vamos manter essa qualidade de excelência da água aliada à quantidade suficiente para manter o abastecimento”, disse.

Obras

O Enfoque Business conversou ainda no ano passado com o representante da empresa responsável pelo projeto, quando a equipe técnica esteve no município fazendo trabalho de campo.

De acordo com o diretor Life Saneamento, engenheiro Joaquim Castro Santos, os trabalhos de ampliação da ETA acontecerão sem interrupção do abastecimento da cidade.

 

Com a ampliação, a ETA passará dos atuais 360 litros/segundo de água tratada para 490 litros/segundo.

O projeto prevê um canal com gradeamento e desarenador, uma nova unidade de mistura rápida mecanizada, oito novos floculadores, reforma e ampliação/conversão dos decantadores para altas taxas, removedor de lodo submerso, cinco novos filtros e reforma dos atuais sete filtros já existentes.

Leia mais:  Após 52 dias em greve, médicos peritos do INSS retornam com até 12 atendimentos cada

Também serão construídos um novo tanque para desinfecção e uma nova estação elevatória de água tratada, reformas e adequações da unidade de tratamento de resíduos, da casa de química e do sistema de dosagem de produtos químicos. Por fim, será construído um moderno centro de controle operacional automatizado, com operação remota de todo o sistema.

publicidade

Cidades & Geral

Após 52 dias em greve, médicos peritos do INSS retornam com até 12 atendimentos cada

Publicado

Após firmarem acordo com o governo federal, os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) encerraram a greve, que durou quase dois meses, e retomaram os atendimentos já nesta segunda-feira (23).

A categoria se comprometeu a repor os 52 dias parados e a trabalhar para reduzir o estoque de perícias não realizadas durante a paralisação.

O anúncio do fim da greve foi feito após reunião entre o ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, e a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais, na última sexta-feira (20).

A categoria comemorou o acordo que resultou no atendimento de 18 itens da pauta de reivindicações.

Em transmissão pela internet, o vice-presidente da associação, Francisco Eduardo Cardoso Alves, explicou o que ficou acertado em relação ao reajuste salarial:

“A questão do aumento tem uma condicionante: se o governo for dar aumento linear para todas as carreiras do serviço público federal, sem nenhuma exceção, a gente, obviamente, vai entrar nesse aumento linear. Porém, se o governo quiser privilegiar uma ou outra carreira, que seja, automaticamente nós vamos entrar nos 19,9% [de reajuste]”.

Leia mais:  Bandidos roubam quase 200 toneladas de soja no Chapadão; Prejuízo passa de R$ 500 mil

Atendimento

Para reduzir a fila de exames periciais agendados, foi definida a realização de até 12 atendimentos diários por profissional. No entanto, de acordo com lei de 2019, os médicos que ultrapassarem essa quantidade, vão receber R$ 61,72 por perícia extraordinária.

Os servidores terão 8 meses para compensar os dias não trabalhados de modo presencial ou remoto.

(Agência Brasil)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana