conecte-se conosco


Cidades & Geral

Semana do Brasil: Comércio abre neste sábado até às 18hs; Baixa renda receberá máscaras

Publicado

O comércio de Tangará da Serra atenderá neste sábado até às 18hs por ocasião da Semana do Brasil. O horário especial está autorizado pelo Decreto 381/2020, que também permite o funcionamento dos estabelecimentos em horário especial de segunda a sexta, até às 20hs, no período de duração da campanha, que vai até 13 de setembro.

A Semana do Brasil é projeto do Governo Federal lançado em 2019 com o objetivo de alavancar a economia e, de quebra, fortalecer o sentimento patriótico na população. É organizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e em Tangará da Serra está sob liderança da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), entidade que congrega mais de 700 empresas do município e da região anexa.

No período, os estabelecimentos participantes adotarão decoração verde amarela, em alusão ao 07 de setembro, dia da Independência. Os descontos e as promoções são de livre definição dos estabelecimentos participantes.

Máscaras

Também durante a Semana do Brasil, a CDL distribuirá máscaras a estabelecimentos associados localizados nos bairros com famílias enquadradas como baixa renda. A distribuição deverá ocorrer a partir da próxima terça-feira, contemplando exclusivamente consumidores de baixa renda que realizarem compras nos estabelecimentos.

Leia mais:  Crédito: FCO tem R$ 546,8 milhões para empresários e produtores rurais de Mato Grosso

Ao todo, serão cerca de 400 máscaras distribuídas entre os estabelecimentos sediados em bairros como o Alto da Boa Vista, Bela Vista, Morada do Sol, Residencial Barcelona, Residencial Valência, Jardim San Diego, Jardim Presidente, Vila Esmeralda, entre outros.

publicidade

Cidades & Geral

Após 52 dias em greve, médicos peritos do INSS retornam com até 12 atendimentos cada

Publicado

Após firmarem acordo com o governo federal, os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) encerraram a greve, que durou quase dois meses, e retomaram os atendimentos já nesta segunda-feira (23).

A categoria se comprometeu a repor os 52 dias parados e a trabalhar para reduzir o estoque de perícias não realizadas durante a paralisação.

O anúncio do fim da greve foi feito após reunião entre o ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, e a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais, na última sexta-feira (20).

A categoria comemorou o acordo que resultou no atendimento de 18 itens da pauta de reivindicações.

Em transmissão pela internet, o vice-presidente da associação, Francisco Eduardo Cardoso Alves, explicou o que ficou acertado em relação ao reajuste salarial:

“A questão do aumento tem uma condicionante: se o governo for dar aumento linear para todas as carreiras do serviço público federal, sem nenhuma exceção, a gente, obviamente, vai entrar nesse aumento linear. Porém, se o governo quiser privilegiar uma ou outra carreira, que seja, automaticamente nós vamos entrar nos 19,9% [de reajuste]”.

Leia mais:  Dengue em Tangará da Serra: Com 915 registros até abril, doença tem 4 vezes mais casos em 2022

Atendimento

Para reduzir a fila de exames periciais agendados, foi definida a realização de até 12 atendimentos diários por profissional. No entanto, de acordo com lei de 2019, os médicos que ultrapassarem essa quantidade, vão receber R$ 61,72 por perícia extraordinária.

Os servidores terão 8 meses para compensar os dias não trabalhados de modo presencial ou remoto.

(Agência Brasil)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana