conecte-se conosco


Setor Público & Agentes

REGIONALIZAÇÃO: Prefeito admite conversações, mas alerta sobre ‘situações pontuais’

Publicado

A regionalização da estrutura do Centro Hospitalar Municipal (CHM) de Tangará da Serra é uma possibilidade admitida pelo prefeito Fábio Martins Junqueira. O gestor confirmou ao Enfoque Business que manteve conversas sobre o assunto com o deputado estadual Paulo Araújo e também com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, e com o próprio governador Mauro Mendes.

Junqueira informou que o secretário Gilberto Figueiredo havia visitado o CHM antes ainda da visita do deputado Paulo Araújo. “O secretário manifestou a intenção de tornar nosso hospital como de referência regional”, disse, acrescentando que o próprio governador Mauro Mendes havia mantido contato, por telefone, para marcar uma reunião sobre esses assuntos. O encontro só não aconteceu ainda por motivo de viagem do secretário de Saúde. Contudo, uma agenda deverá ser confirmada amanhã (quarta, 06). “Quarta-feira irei a Cuiabá e vou passar pelo Paiaguás para fazer uma agenda”, confirmou.

Fábio Junqueira, durante visita com deputado Paulo Araújo ao CHM: “Para uma parceria nesse sentido tem que se esclarecer todas essas situações”

Apesar de admitir a possibilidade de regionalização do CHM, Junqueira avisa que não houve qualquer proposta concreta e que, em acontecendo isso, há ‘situações pontuais’ que precisam ser observadas. “Não houve proposta concreta, só conjecturas. E há algumas situações peculiares fora das nossas condições, como por exemplo o custeio da folha de pagamento (…) Não podemos aumentar mais nada, pois é muito elevado o custo e os repasses de governo, bem como as PPI’s do SUS, não comportam financiar folha com hora extra a 100%, com insalubridade incidente sobre a remuneração total”, disse o prefeito, que deixa claro que uma eventual proposta será analisada a fundo, em todos os seus aspectos. “Tem outras situações pontuais, e para uma parceria nesse sentido tem que se esclarecer todas essas situações”, completou.

Leia mais:  LOA 2021: Município prevê receita corrente de R$ 354,7 milhões no próximo ano; Pandemia forçou reestimativa em 2020

Barra do Bugres

O governo do Estado anunciou ao final da semana passada que assumirá a administração do Hospital Regional Roosevelt Figueiredo Lira, em Barra do Bugres. A decisão, segundo fontes do Paiaguás, aconteceu após reunião entre o governador Mauro Mendes, o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, e o Consórcio Intermunicipal de Saúde, que atualmente responde pela gestão da unidade hospitalar. “Nos reunimos e ficou definido que o Estado assume a gestão de Barra do Bugres, ficou acertado”, confirmou o presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde e prefeito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado.

A transferência da administração para o Estado se dará por um processo de transição que durará pelos próximos meses. “Me fizeram proposta de transição de mais ou menos noventa dias. Ficará a equipe de gestores de Barra do Bugres junto com a do Estado”, explicou Machado, ao destacar que o Governo do Estado realizará um levantamento de todo patrimônio para assim assumir a administração da unidade. (informações: Diário da Serra)

Leia mais:  Agravamento da pandemia aumenta demanda por recursos e motiva suplementação de R$ 4,2 milhões
publicidade

Setor Público & Agentes

Marcia Kiss assume pasta de Assistência Social em Tangará; Ana Lúcia alega surpresa

Publicado

O prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson, apresentou e empossou na manhã desta segunda-feira, dia 08, a nova secretária municipal de Assistência Social.

A professora Marcia Regina Kiss Siqueira de Castro Cardoso foi empossada em ato ocorrido no Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres (GPM), da Prefeitura Municipal.

Ela assume no lugar de Ana Lúcia Adorno de Souza, que ocupou o cargo entre janeiro e outubro de 2021. “Quero agradecer a Ana Lúcia pelo trabalho, empenho e esforço que dedicou à Secretaria ao longo desses 10 meses, deu o seu melhor e somos muito gratos a ela por isso”, disse o Prefeito Vander.

Márcia Kiss assumiu a pasta na manhã desta segunda-feira.

Marcia Kiss, como é mais conhecida no meio social, é casada com Arnaldo, mãe de 2 filhos: Matheus e Ana Clara. Nasceu em São Paulo/SP no dia 25/10/1972 e foi criada no Paraná.

Formada em Ciências Exatas e Pedagogia. É residente em Tangará da Serra desde março de 1995. Durante esses 26 anos em Tangará da Serra, trabalhou em várias escolas, dentre elas o Centro Municipal de Ensino Silvio Paternez, a Escola Acalanto, a Escola Objetiva, o Colégio Ideal, o Centro Infantil Caracol Kids e a Avance Colégio e Cursos, nas quais atuou como professora, no setor financeiro, como coordenadora pedagógica e como diretora.

Leia mais:  PIRACEMA: Polícia Ambiental atuará com rigor em Tangará da Serra e Barra do Bugres

Já foi Conselheira Tutelar e Coordenadora do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social), na Vila Esmeralda.

Em 2016 e em 2020, Marcia Kiss foi candidata a vereadora em Tangará da Serra.

Ao ser empossada, Marcia assegurou que irá conduzir a Secretaria com dedicação. “Agradeço a oportunidade dada a mim pelo prefeito Vander Masson. Buscarei conduzir a Secretaria com sabedoria, com união e empenho de todos os servidores para conduzir a pasta”, disse, destacando que as ações serão com planejamento e atuando ao lado das demais secretarias.

Surpresa

Ana Lúcia Adorno atuou pela pasta desde janeiro, no início da atual gestão.

Comunicada de sua exoneração na última sexta-feira (05), Ana Lúcia Adorno de Souza, disse estar surpresa com a decisão do Executivo. Em entrevista veiculada pela rádio Serra FM nesta manhã de segunda-feira, Ana Lúcia relatou que, ao ser informada que deixaria a pasta de Assistência Social, ouviu o gabinete do Executivo que sua atuação não estava afinada com a gestão e que seu desempenho não foi o esperado pelo prefeito Vander Masson.

Leia mais:  Vereadores de Sorriso conhecem gestão de resíduos sólidos de Tangará da Serra

Ela disse, porém, que fez o possível para atender as expectativas da administração municipal e que, apesar das limitações estruturais e orçamentárias que enfrentou, buscou desempenhar suas funções da melhor maneira possível. Ana Lúcia agradeceu a oportunidade de compor a gestão municipal e disse torcer pelo êxito dos projetos em andamento na pasta.

(Redação EB, com Assessoria)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana