conecte-se conosco


Saúde Pública

Nona vítima: Adjunto de Saúde morre em leito de UTI onde estava internado depois de contrair Covid-19

Publicado

O coronavírus fez mais uma vítima em Mato Grosso, a 9ª desde o início da pandemia. Wircylei Fonseca (foto acima), de 45 anos, adjunto da pasta da Secretaria de Saúde em Sinop não resistiu e morreu na noite desta sexta-feira (24) em um leito de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em um hospital particular onde estava internado desde o último dia 30 de março.

O adjunto foi diagnosticado como Corona Vírus e apresentou um quadro avançado de insuficiência respiratória. Ele foi encaminhado para o Hospital Regional onde permaneceu alguns dias entubado e depois transferido.

Wirciley era hipertenso, diabético e outros problemas que teria agravado após adquirir o Covid-19. Ele chegou a fazer tratamento de hemodiálise, mas sem sucesso. O quadro de Saúde avançou e o adjunto não resistiu e veio a óbito.

Luto

A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, emitiu nota de pesar pela perda do servidor. Wirciley Fonseca tinha 45 anos e era servidor de carreira da Prefeitura de Sinop, ele estava internado desde o final de março, quando deu entrada no Hospital Regional de Sinop com suspeita de coronavírus. Por meio de exame laboratorial, foi confirmada a infecção pela doença.

Leia mais:  Saúde reabre cadastro e previsão é vacinar 100% dos idosos acima de 75 anos neste final de semana

A pedido de familiares, o subsecretario foi transferido para um hospital particular de Sinop, onde vinha sendo acompanhado tanto pela família quanto pela Saúde municipal. Na evolução do tratamento, foi feito novo exame de controle para a Covid-19 e houve o resultado negativo pelo Lacen de Cuiabá. Contudo, por complicações em seu quadro, não resistiu.

Wirciley de Oliveira Fonseca era servidor efetivo desde 06 de outubro de 2005, cargo de engenheiro sanitarista, na Secretaria Municipal de Saúde.

(Fonte: Assessoria/Visão Notícias)

publicidade

Saúde Pública

Covid-19: Tangará e municípios vizinhos somam 2,5 mil casos ativos; Prefeito testa positivo

Publicado

O alto potencial de transmissão da variante ômicron do coronavírus tem representado altos números na pandemia da Covid-19 em Tangará da Serra e região anexa.

Levantamento realizado pelo Enfoque Business com base em dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) considera os números da pandemia em 13 municípios na região polarizada por Tangará da Serra, que soma 52.030 casos confirmados de Covid-19, com 895 óbitos, desde o primeiro registro da doença, em março de 2020.

Este número aponta que, na área avaliada (296.566 habitantes), 17,54% dos moradores já contraíram a doença.

Dos pacientes positivados desde o início da pandemia na região, 48.656 se recuperaram, o que significa um índice de cura de 93,52%. O índice de recuperação mais alto entre os municípios avaliados é de Tangará da Serra (96,07%), enquanto o menor índice é de Porto Estrela (73,34%).

(*) Veja tabela a seguir:

Neste universo, os casos confirmados de Covid-19 entre o dia 1º de janeiro e ontem (24/01) somaram 5.710. Destes, 2.549 estão ativos, com 164 pacientes internados. Tangará da Serra tem 100% dos leitos de UTIs ocupados e já extrapolou em 20% os de enfermaria.

Leia mais:  Tangará da Serra: Covid-19 superlota leitos de UTI e enfermaria do Hospital Municipal

A média de crescimento de casos no período de referência é de 12,3%, com os quatro maiores percentuais verificados em Porto Estrela (35,49%), Nova Marilândia (32,22%), Denise (29,71%) e Barra do Bugres (24,84%).

Os menores percentuais de novos casos entre o dia 1º e o dia 24 deste mês estão em Nova Olímpia (0,81%), Alto Paraguai (1,72%), Sapezal (7,73%) e Tangará da Serra (8,65%).

Prefeito em tratamento

O prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson (PSDB), testou positivo para Covid-19. Ele realizou o teste no domingo (24), quando teve os sintomas. Vander informou à redação que “está tudo sob controle”, seguindo à risca o tratamento.

No Estado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (24.01), 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.205 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Dos 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 25.649 estão em isolamento domiciliar e 560.639 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 179 internações em UTIs públicas e 192 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 82,8% para UTIs adulto e em 42% para enfermaria adulta.

Leia mais:  Covid-19: Classificação de risco de Tangará da Serra cai de ‘Muito Alto’ para ‘Alto’, segundo SES-MT

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (117.124), Várzea Grande (44.652), Rondonópolis (39.573), Sinop (28.292), Tangará da Serra (19.623), Sorriso (18.797), Lucas do Rio Verde (17.288), Primavera do Leste (16.600), Cáceres (13.552) e Alta Floresta (12.083).

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana