conecte-se conosco

Agronegócio & Produção

MT, PA e RO integram projeto interestadual de produção de bezerros

Publicado

A Iniciativa para o Comércio Sustentável IDH e a Marfrig Global Foods, uma das companhias líderes globais em carne bovina e a maior produtora de hambúrguer do mundo, acabam de firmar um protocolo de intenções com o objetivo de desenvolver um programa territorial de longo prazo para a cadeia produtiva da carne nos estados do Mato Grosso, Pará e Rondônia. O foco do programa é promover a oferta de matéria-prima de origem sustentável desde a produção de bezerros.

Para isso, três pilares de atuação serão desenhados com parceiros estratégicos públicos e privados nos próximos 12 meses que tem como objetivo atrair investidores. São elas: o desenvolvimento de uma rede de parceiros para assistência técnica aos pecuaristas (fornecedores atuais e futuros fornecedores, diretos e indiretos), mecanismos financeiros para apoiar os pecuaristas a implementar as melhores práticas do setor, sistema de monitoramento adicional ao sistema atual com enfoque em indicadores de impacto no território e na produção de bezerros de qualidade.

Três pilares de atuação serão desenhados com parceiros estratégicos públicos e privados nos próximos 12 meses que tem como objetivo atrair investidores.

“Essa parceria demonstra o compromisso da Marfrig em operar em parceria com produtores e na integração da cadeia. A sustentabilidade ambiental, o bem-estar animal e a cooperação com as comunidades e fornecedores nos quais a companhia atua são valores assumidos e difundidos por nós”, afirma Paulo Pianez, diretor de Sustentabilidade da Marfrig Global Foods. “Estamos lado a lado com o Estado de Mato Grosso e os parceiros da PCI. O caminho a seguir é a parceria e o equilíbrio entre produção, conservação e inclusão, a partir do investimento, articulação com mercados e apoio governamental para a implementação de políticas públicas”, diz o diretor Global de Paisagens Sustentáveis da IDH, Daan Wensing.

Leia mais:  Safra 2019/2020: Clima e investimentos projetam novo recorde na produção de grãos

O protocolo de intenções foi assinado no último dia 13 e contou com a presença de representantes da Marfrig Global Foods e da IDH, além de instituições financeiras e fundos de investimento.

SOBRE A IDH
Instituição público-privada baseada em Utrecht, Holanda, criada em 2008. Atualmente somos financiados pelos governos da Holanda, Suíça, Dinamarca, Noruega, França e Reino Unido. Trabalhamos em parcerias que alavancam os recursos do setor privado com a missão de acelerar a sustentabilidade em cadeias-chave do agronegócio, gerando impacto nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), das Nações Unidas.

(Fonte: Marfrig)

publicidade

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Sensacionalismo e inverdades, política, mercado e entrevistas são os destaques

Publicado

O Enfoque Business repercute neste sábado (16/01) mais um Momento Agrícola recheado de informações, comentários e entrevistas. O programa veiculado pela rede de rádios do Agro é de autoria do engenheiro agrônomo, produtor rural e consultor Ricardo Arioli e repercutido no portal sempre aos finais de semana.

Sensacionalismo e inverdades

Os incêndios do Pantanal no último período de estiagem foram manchetes no mundo inteiro, com a mídia sensacionalista criminalizando o Brasil, o governo local e, em especial, os produtores rurais brasileiros.

O falaz Macron: Críticas equivocadas e desprovidas de conhecimento/sabedoria sobre a soja brasileira.

As críticas exacerbadas e as manchetes sensacionalistas de grande parte da mídia foram levadas a cabo pelas alas extremistas das classes ambientalistas brasileira e estrangeira.

Países como a França, do falastrão presidente Emmanuel Macron, e outros da Europa, exauriram seus recursos naturais e hoje se prestam a criticar e dar palpites sobre como tratar o meio ambiente no Brasil e na América Latina.

Ou seja: Os europeus destruíram os seus quintais no passado e hoje, em meio a um falso moralismo, querem intervir no quintal alheio.

Leia mais:  Com alta produção e demanda externa, Agronegócio ajudou a segurar PIB durante a pandemia, diz ministra Tereza Cristina

Ainda assim, apesar da hipocrisia ambientalista que reina na Europa, os europeus não deixam de importar a soja, o milho e a carne produzidos no Brasil.

Estes países tentam intervir negativamente na opinião pública internacional sem considerar (dolosamente) os esforços brasileiros e a rígida legislação local em prol da preservação do meio-ambiente.

Nesta edição do Momento Agrícola, Ricardo Arioli discorre sobre a questão ambiental, em especial sobre manejo em áreas de pastagens no Pantanal, de forma técnica, considerando os aspectos burocráticos e de bom senso.

As críticas equivocadas e desprovidas de conhecimento e, muito menos, de sabedoria sobre a soja brasileira por parte do falaz presidente francês ‘Macron’ também foram comentadas.

Política

A questão política envolvendo a Frente Parlamentar da Agropecuária no Congresso Nacional é outro assunto abordado no Momento Agrícola.

Arioli discorre sobre o posicionamento de membros da FPA no processo de eleição da nova mesa diretora da Câmara dos Deputados.

Outras

A edição deste final de semana do Momento Agrícola também traz um grande volume de informações, com outras notícias comentadas e entrevistas sobre os Avanços na Lei de Sementes, com Virgínia Carpi, do MAPA; ‘O Mercado de Soja’, com Marcos Araújo, da Agrinvest Commodities; e ‘O Milho, os Adubos e a Soja em 2022’, também com Marcos Araújo da Agrinvest.

Leia mais:  Momento Agrícola: Transformação digital, a carne suína na China, milho e CAR estão entre os destaques da semana

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique abaixo:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana