conecte-se conosco


Infraestrutura & Logística

MT-480 recebe correção de drenagem na serra e sinalização em toda a extensão

Publicado

Um conjunto de obras de melhorias está em execução na MT-480, entre Tangará da Serra e o entroncamento com a BR-364. Além de sinalização em todo o trajeto da rodovia, há trabalhos de correção do sistema de drenagem e reforço do talude no trecho na Serra de Deciolândia.

Segundo a Associação dos Produtores de Deciolândia, os trabalhos na serra visam corrigir problemas com processos erosivos que ocorrem desde 2013. Com os sedimentos levados pela água das chuvas, o sistema de drenagem ficou sobrecarregado em suas tubulações, que precisam ser substituídas para evitar o rompimento total do talude.

Para isso, é preciso a implantação de uma drenagem de maior vazão e, também, vegetação. Este último quesito é proporcionado pela hidrossemeadura, técnica que compreende aplicação hidromecânica com jato de alta pressão de um conjunto composto basicamente por fertilizantes, material adesivo, sementes e água. O custo dos trabalhos está orçado em R$ 3 milhões e, apesar das obras, o trânsito segue normal no trecho, com sinalização nos pontos de intervenção.

Leia mais:  Obras autorizadas na 358, no Chapadão, consolidam uma solução para os gargalos logísticos do MT

Segundo o secretário executivo da Associação, Edilson Sampaio, não há previsão de término dos trabalhos em razão das dificuldades impostas pela condição do terreno e pela instabilidade climática. “Estamos em período de chuvas e a execução complica um pouco, mas o trabalho será contínuo até que se resolva todos os problemas das erosões”, disse, ao Enfoque Business.

O talude na serra de Deciolândia é uma estrutura natural que recebeu curvas de nível durante as obras. Porém, para que a estrutura tenha estabilidade é preciso um sistema eficiente de drenagem. O solo no local é basicamente arenito, de baixa capacidade de absorção, o que permite que a água de precipitações adquira velocidade, resultando, por consequência, em grandes erosões.

(*) Fotos: Associação dos Produtores de Deciolândia

publicidade

Infraestrutura & Logística

Obras autorizadas na 358, no Chapadão, consolidam uma solução para os gargalos logísticos do MT

Publicado

A autorização para pavimentação da MT-358, trecho Itanorte-Chapadão do Rio Verde atesta o acerto de uma modalidade que tem se apresentado como solução eficiente para obras estruturantes: as parcerias público-privadas (PPPs).

Ao firmar convênio com associações de produtores, o governo soluciona problemas de infraestrutura que representam grandes gargalos logísticos. Afinal, estradas não pavimentadas representam entraves que comprometem o escoamento e, assim, refletem diretamente nos custos de produção. “É uma fórmula inteligente, que proporciona ao governo solucionar estes gargalos através de uma parceria com entidades confiáveis, de credibilidade, que são as associações de produtores”, observa o superintendente da Associação Rio Verde, Edilson Sampaio, que estará à frente dos trabalhos na MT-358.

Governador e membros da Associação Rio Verde: Convênio e solução de gargalo logístico.

Em Tangará da Serra, as obras de pavimentação no alto do Chapadão do Rio Verde, na divisa com Campo Novo do Parecis, se converterá no quarto êxito das PPPs, que consistem em convênio entre governo do Estado e associações de produtores.

Prazos

A autorização assinada na última sexta-feira (13) pelo governador Mauro Mendes é o ‘start’ para pavimentação do primeiro lote, de 23,6 quilômetros de um trecho ainda não pavimentado de 130 quilômetros da MT-358, até o entroncamento com a MT-388, na direção oeste do estado. Serão dois anos para conclusão, contando o segundo lote, de 31 km, a ser autorizado pelo governo até 2023. A previsão para pavimentação do trajeto total – de 130 km – é de quatro anos.

Edílson Sampaio: “Essa é a nossa proposta para atender uma região que produz em escala e assegurar uma logística de transportes adequada”.

Antes do convênio com a Associação Rio Verde, o governo do Estado já havia firmado na região parcerias para manutenção da MT-480 (Associação de Produtores das Rodovias MT-480 e MT-339, entre Tangará da Serra e Deciolândia) e para pavimentação da MT-339 (mesma associação, na rodovia que liga Tangará a Panorama, no oeste do estado) e da MT-240 (Associação dos Produtores da Rodovia MT-240, entre Tangará e Santo Afonso). Estas duas últimas rodovias estão com obras em andamento. “Aos poucos estamos incrementando nossa malha rodoviária regional com asfalto de boa qualidade e manutenção permanente. Essa é a nossa proposta para atender uma região que produz em escala e assegurar uma logística de transportes adequada, com a classe produtora participando destas ações”, destaca Edilson Sampaio, que coordena os quatro trabalhos.

Leia mais:  Obras autorizadas na 358, no Chapadão, consolidam uma solução para os gargalos logísticos do MT

Ligação

O vice-presidente da Associação Rio Verde, Ildo Crestani, externou satisfação em ver um antigo problema sendo solucionado. “Iniciaremos com 23 quilômetros, mas precisamos dar sequência. Esta obra não pode parar, pois ela não se resume no atendimento às nossas demandas de produtor rural, mas também representará uma importante ligação para o oeste/noroeste de Mato Grosso e ao estado de Rondônia”, destacou o produtor, ao usar a palavra durante o ato de assinatura da autorização para o primeiro lote do trecho.

Já o presidente da entidade conveniada, Macleibert Formigoni, destacou a confiança do governo estadual e a perseverança dos produtores do Chapadão do Rio Verde para estabelecer o compromisso de pavimentar uma via que até alguns anos não constava no cronograma do governo. “Selamos uma união entre a boa vontade de um governo sério como o de Mauro Mendes e a força do agronegócio. Estamos felizes pela conquista e isto nos serve de motivação para seguir trabalhando e produzindo em nome da nossa região e de Mato Grosso”, afirmou.

Leia mais:  Obras autorizadas na 358, no Chapadão, consolidam uma solução para os gargalos logísticos do MT

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana