conecte-se conosco


Saúde Pública

Covid-19: Taxa de ocupação de leitos de UTIs no MT fica abaixo de 90% pela primeira vez em julho

Publicado

Depois de chegar muito perto do limite, a taxa de ocupação de leitos de UTIs em Mato Grosso fechou o dia com percentual inferior a 90%. É o que informou o site da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), ao final da tarde de ontem, sexta-feira (17).

De acordo com a pasta, até a tarde de ontem o número de era de 32.321 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 1.291 óbitos em decorrência do coronavírus. Nas últimas 24 horas foram registradas 58 mortes pela doença.

Foram registradas 604 novas confirmações de coronavírus no Estado. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 275 internações em UTIs públicas e 374 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 89,3% para UTIs e em 54,9% para enfermarias.

Assim, a taxa de ocupação de leitos de UTIs no estado – que no último dia 09 chegou a 98% e apenas 06 leitos vagos – fica pela primeira vez abaixo dos 90% neste mês de julho, com 33 leitos vagos, o que pode indicar uma desaceleração da pandemia no estado.

Leia mais:  COVID-19: Três bairros concentram 50% dos casos em Tangará da Serra; 80% dos infectados tem entre 31 e 60 anos

Dos 32.321 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 15.071 estão em monitoramento e 15.959 estão recuperados. Os dados inseridos no novo sistema passaram por uma revisão, em que foram constatadas e corrigidas ocorrências de duplicidade; a correção pode levar a mudanças nos números de casos por município.

Dentre os 10 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (6.870), Sinop (2.570), Várzea Grande (2.481), Rondonópolis (2.222), Lucas do Rio Verde (1.587), Tangará da Serra (1.362), Primavera do Leste (1.353), Sorriso (1.208), Nova Mutum (844) e Pontes e Lacerda (708).

Ainda segundo a SES-MT, um total de 33.858 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam cerca 2.028 amostras em análise laboratorial.

publicidade

Saúde Pública

Tangará da Serra divulga 1ª lista de crianças de 5 a 11 anos para vacinação

Publicado

A Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra divulgou na tarde desta quinta-feira, dia 20/01, a 1ª Lista de Convocação de crianças com idade entre 05 e 11 anos, com comorbidade ou deficiência permanente, para receberem a vacina contra a COVID-19.

A vacinação ocorrerá entre as 8h e as 10h30 da manhã desta sexta-feira, dia 21/01, na Escola Especial Raio de Sol (APAE).

A secretária municipal de Saúde, Gicelly Zanatta, explica que nesta primeira etapa serão vacinadas as crianças atendidas pela APAE e outras 40 crianças cujos nomes estão na lista ao final do texto.

Documentos necessários

Para vacinar as crianças, os pais devem ficar atentos aos documentos necessários:
– Cartão de vacinação da criança;
– Comprovante da comorbidade (pode ser laudo, receituário, pedido médico de vacina);
– Documento de identificação da criança (pode ser a certidão de nascimento ou RG) ;
– CPF ou cartão SUS;
– Documento do adulto comprovando que é responsável legal pela criança.

Xepa

Leia mais:  Ação do SINDJOR-MT em parceria com Poder Público disponibiliza hoje vacina contra Influenza para profissionais da Imprensa

A Secretaria de Saúde também passará a adotar uma “xepa” para atender o máximo possível de crianças com a vacinação. “Caso haja alguma criança, que não está nesta lista, que tenha alguma comorbidade ou deficiência permanente e que possa ir na APAE das 8h às 10h30, mesmo que não tenha cadastro, que faremos uma xepa para atender essas crianças”, disse.

(Assessoria de Comunicação)

Veja a lista:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana