conecte-se conosco


Saúde Pública

COVID-19: Antes de divulgação oficial, informação vaza e indica que Tangará da Serra tem primeiro caso confirmado

Publicado

A Vigilância Epidemiológica de Tangará da Serra informou agora a pouco a confirmação de um caso de infecção pelo coronavírus. Trata-se do paciente que se encontra em isolamento domiciliar. Segundo o último boletim do município, são 38 casos notificados, 30 suspeitos (um deles com internação) sendo 07 descartados e 01 confirmado.

A informação do caso confirmado vazou da Secretaria Municipal de Saúde logo cedo, antes mesmo do pronunciamento oficial da autoridade sanitária, circulando pelas redes sociais. O vazamento do boletim causou indignação na própria assessoria de imprensa do município, já que há uma convenção interna de que as divulgações sejam realizadas apenas de forma oficial.

O caso do vazamento poderá ser apurado por meio de sindicância a ser instaurada pelo Executivo Municipal. Abaixo, imagem do boletim que circulou pelas redes sociais antes da divulgação oficial.

Leia mais:  COVID-19 avança de 6% em infectados e óbitos; MT soma 183 casos; Tangará descarta 101
publicidade

Saúde Pública

Vacina Covid-19: ERS Tangará recebe 1.700 doses pediátricas; Esquema vacinal é diferenciado

Publicado

O Escritório Regional de Saúde (ERS) de Tangará da Serra recebeu no último sábado uma remessa de 1.700 doses de vacinas contra a Covid-19, da Pfizer, para aplicação em crianças de 05 a 11 anos.

As doses pediátricas chegaram por volta das 15h30, via terrestre, e serão distribuídas aos 10 municípios da região de abrangência do ERS já a partir desta segunda-feira (17). O ERS apenas aguarda o recebimento da resolução de distribuição para disponibilizar os lotes aos municípios.

Esquema diferenciado

Mato Grosso recebeu do Ministério da Saúde na última sexta-feira 23 mil doses de vacinas pediátricas contra Covid-19. A primeira remessa é da Pfizer (Comirnaty).

De acordo com as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a vacinação desse público precisa ser realizada em ambiente específico e segregado da vacinação de adultos.

Outra recomendação é que a sala em que se dará a aplicação em crianças seja exclusiva para a aplicação dessa vacina; não se podendo aplicar outras vacinas, ainda que pediátricas. A vacina contra Covid-19 não pode ser administrada de forma concomitante a outras vacinas do calendário infantil, precisando respeitar um intervalo de 15 dias.

Leia mais:  Ministério da Saúde atualiza dados sobre covid-19, mas números não batem com o controle do MT

O esquema vacinal para crianças terá o intervalo de oito semanas. O imunizante tem dosagem e composição diferentes da que é utilizada na dose para os maiores de 12 anos. A vacina para crianças será aplicada em duas doses de 0,2 mL (equivalente a 10 microgramas). A tampa do frasco da vacina virá na cor laranja, para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação e também pelos pais, mães e cuidadores que levarão as crianças para serem vacinadas.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana