conecte-se conosco


Saúde Pública

Coronavírus leva à suspensão de aulas, eventos, atividades privadas e eleições suplementares

Publicado

Escolas, universidades, eventos e até eleições. O coronavírus está paralisando tudo em Tangará da Serra, em Mato Grosso, no Brasil e pelo mundo afora.

Ainda ontem, o Sicredi anunciou a suspensão das suas assembleias com cooperados e ainda irá deliberar se mantém para o dia 31 de março a inauguração de sua nova agência em Tangará da Serra, no bairro Cidade Alta. Na mesma cidade, atividades em academias fitness foram suspensas, assim como eventos culturais e esportivos.

Ensino público e privado

Ontem (segunda-feira, 16), o governo de Mato Grosso e o Ministério da Educação anunciaram a suspensão das aulas nas escolas da rede pública estadual e nas instituições de nível superior (UNEMAT e IFMT). Também ontem, universidades particulares – como a UNIC – anunciaram a suspensão das aulas, mantendo apenas o expediente interno com as devidas precauções.

Em sua decisão, o prefeito estabelece que as aulas nas redes municipal e particular de ensino permanecerão suspensas do dia 23 de março ao dia 5 de abril.

Ainda na manhã desta terça-feira (17), o prefeito de Tangará da Serra, Fábio Junqueira, anunciou a suspensão das aulas nas redes pública municipal e privada do município. A suspensão das aulas se dá nos termos do Decreto nº 407, assinado ainda ontem (segunda-feira, 16) pelo Governador do Estado, Mauro Mendes.

Leia mais:  Tangará da Serra: Após declínio, pandemia mostra leve alta nos casos ativos em fevereiro

Em sua decisão, o prefeito estabelece que as aulas nas redes municipal e particular de ensino permanecerão suspensas do dia 23 de março ao dia 5 de abril.

Segundo a Assessoria do Executivo, a prefeitura de Tangará da Serra já adotou medidas de antecipação para tentar diminuir as chances da pandemia coronavírus – que já superou a barreira de 6 mil mortes e 160 mil infectados em todo o mundo – chegar com força ao município.

Eleições suplementares

Também em razão do risco de propagação do coronavírus, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou nesta terça-feira (17) a suspensão da eleição suplementar ao Senado, em Mato Grosso, marcada para o dia 26 de abril. A decisão é da ministra Rosa Weber, que na semana passada rejeitou o mesmo pedido feito pelo governo do Estado.

Agora, a ministra enfatizou que a preocupação externada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso justifica o reexame da matéria. Destacou também a necessidade de definição porque a período de propaganda eleitoral teria início nesta quarta-feira (18). Weber destaca que uma nova data deverá ser marcada, o mais brevemente possível.

Leia mais:  Decreto endurece medidas preventivas contra coronavírus. Cidade tem novos casos suspeitos

A eleição suplementar em Mato Grosso foi marcada pelo TSE no dia 22 de janeiro, ficando agendada para 26 de abril. A decisão foi tomada após confirmação da cassação da senadora Selma Arruda (Podemos) por caixa 2 e abuso de poder econômico.

Na última semana, os partidos realizaram as convenções e foram confirmados 12 candidatos para disputar a vaga de Selma.

Vacância

Apesar da eleição ter sido confirmada, no dia 31 de janeiro o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, concedeu liminar para que o terceiro colocado nas eleições ao Senado, Carlos Fávaro (PSD), assumisse interinamente, em caso de vacância, a vaga da senadora cassada Selma Arruda (Podemos). Ainda não assumiu porque o Senado ainda não declarou a vacância.

publicidade

Saúde Pública

Tangará da Serra: Covid-19 superlota leitos de UTI e enfermaria do Hospital Municipal

Publicado

Todos os leitos de UTI e de enfermaria do Hospital Municipal de Tangará da Serra estão lotados com pacientes acometidos por Covid-19. É o que mostra o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do município, na tarde desta quarta-feira (19).

(Veja boletim na imagem do topo)

No caso das enfermarias, os internados superam em 04 (40%) o leitos disponíveis.

De acordo com o documento, os casos confirmados da doença somam 19.398 desde o início da pandemia do novo coronavírus, em 01 de abril de 2020. Destes, 318 são casos ativos, sendo 294 pacientes em isolamento domiciliar, 10 internados em UTI e outros 14 internados em enfermaria.

Os números indicam que 49 novos casos ativos foram notificados nas últimas 24 horas. Os óbitos somam 364, não havendo registros de fatalidades desde ontem (terça, 18).

Os pacientes que alcançaram a cura da Covid-19 desde o início da pandemia somam 18.713, o que representa um índice de recuperação de 96,5%.

Leia mais:  Decreto endurece medidas preventivas contra coronavírus. Cidade tem novos casos suspeitos
Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana