TANGARÁ DA SERRA

Infraestrutura & Logística

Convênio para pavimentação da MT-339 pode ser retomado; Anel Viário receberá microrrevestimento

Publicado em

As obras de pavimentação da MT-339 poderão ser retomadas ainda este ano através da recuperação do convênio entre governo do Estado e Associação de Produtores Rurais da MT-480/MT-339. A informação é do secretário executivo da entidade, Edilson Sampaio.

Segundo informou ao Enfoque Business, as conversações acerca da retomada do convênio estão muito adiantadas, já havendo um cronograma que consiste em aproximadamente 17 quilômetros de pavimentação (desde o trecho de 02 quilômetros já pavimentados a partir do entroncamento com a MT-358), passando pelos acessos do Assentamento Antônio Conselheiro, até um pouco além da curva da Calcário. “Estamos trabalhando nesse sentido, de retomar os trabalhos na MT-339, pois reconhecemos a importância daquela estrada”, disse.

Importância

MT-339 conta apenas com um pequeno trecho pavimentado de dois quilômetros.

A MT-339 representará um salto de qualidade na logística de transporte da região, estabelecendo ligação com o Porto de Cáceres (hidrovia do rio Paraguai). Por ali haverá um grande fluxo de escoamento de grãos e outras commodities vindas principalmente de Tangará da Serra (Chapadão do Rio Verde), do Chapadão dos Parecis e da região de Deciolândia.

A nova ligação também fomentará a produção de carnes e derivados, fortalecendo a pecuária e ampliando o canal de exportação para os países do Mercosul, onde há um mercado de 60 milhões de pessoas, além de criar condições para a fusão da bacia leiteira da região de Tangará da Serra com a da região Oeste, a maior do estado.

Outras

MT-426 (entre a 339, na curva, até a Calcário Tangará) deverá receber trabalhos de manutenção

Edilson Sampaio informou, ainda, que a MT-426 (entre a 339, na curva, até a Calcário Tangará) deverá receber trabalhos de manutenção. Ação no mesmo formato também ocorrerá no trecho da MT-358 que vai do entroncamento com a BR-364 em direção à MT-175, no Chapadão do Rio Verde. Nesta localidade, os recursos para custeio dos trabalhos deverão somar R$ 800 mil, sendo o convênio firmado com a Associação Rio Verde, que congrega produtores daquela região.

Anel Viário

Sobre as obras do Anel Viário de Tangará da Serra, Edilson Sampaio confirmou a parceria com a Guaxe Construtora e Terraplanagem para realização de trabalho paliativo. “Confere. Estamos aplicando solo-cimento nos pontos mais danificados para não perdermos todo o pavimento”, afirmou.

Sampaio explica que o solo-cimento é o material mais apropriado para a fase inicial da recuperação da pista, já que os buracos romperam a capa asfáltica (de aproximadamente 2,5 cm) e atingiram a base da perimetral. “Não se pode aplicar material asfáltico nestas condições, tem que ser o solo-cimento. Depois, sim, haverá os recortes, a fresagem e aplicação da massa asfáltica”, detalhou.

Ainda segundo Edilson, após esta etapa da restauração, a pista receberá um trabalho chamado ‘microrrevestimento’, para uniformização e impermeabilização da pista. “É a alternativa que temos, já que os recursos são escassos. Vamos prolongar por até dois anos a vida útil da pista, enquanto trabalhamos junto ao governo pelo recapeamento total do Anel Viário”, completou.

Microrrevestimento

Microrrevestimento Asfáltico a Frio é uma técnica que consiste em lamas asfálticas selantes para a proteção, impermeabilização e rejuvenescimento superficial e estético dos pavimentos asfálticos em início de desgaste pela ação do tráfego, das intempéries e do envelhecimento (oxidação do betume).

Trabalho semelhante foi realizado na área urbana de Tangará da Serra, ano passado, em parte da Avenida Brasil e na rua Antônio Hortolani.

É muito indicada quando se torna indispensável uma conservação mais atuante e onerosa (buracos, no caso do Anel Viário) através de serviços de preenchimento e remendos, que comprometem sensivelmente a eficiência e a estética do pavimento.

Comentários Facebook
Advertisement

Infraestrutura & Logística

Com 12 km de asfalto liberado, pavimentação da 240 deverá chegar a Santo Afonso até dezembro

Published

on

O Prefeito Municipal Vander Masson visitou nesta semana, em companhia do Secretário Municipal de Infraestrutura, Magno César Ferreira, o canteiro de obras da Rodovia MT 240, estrada que liga Tangará da Serra até Santo Afonso. A pavimentação do trecho está sendo feita pela Guaxe Construtora, que prometeu entregar cerca de cinco quilômetros de asfalto por mês e, ao que tudo indica, está conseguindo atingir a meta estabelecida.

Neste momento, 12 quilômetros já estão pavimentados e aproximadamente seis estão em fase de compactação da base. A rodovia está sendo construída com a participação de quatro associados: Governo do Estado de Mato Grosso, as Prefeituras Municipais de Tangará da Serra e Santo Afonso e ainda a Associação dos Beneficiários da Rodovia MT 240, que reúne os produtores rurais que possuem propriedades nas margens.

Prefeito Vander Masson (esq), em vistoria com o secretário Magno, está satisfeito com o andamento das obras.

A Prefeitura de Tangará da Serra está participando com a limpeza das margens dos 24 quilômetros que estão dentro dos limites do município e, no próximo ano, quando a rodovia estiver totalmente pavimentada vai colaborar com a sinalização da rodovia e recomposição das margens, melhorando também algumas áreas de preservação permanente que existem na região.

Masson disse que ficou muito satisfeito com o que observou nesta visita, especialmente porque é bem provável que até o final do ano a pavimentação realmente seja concluída até Santo Afonso (37,61 quilômetros), atendendo finalmente o anseio dos produtores da região e dos usuários que esperaram por muitos pelo asfalto. Inicialmente a obra tinha previsão de custar R$ 18.547.733,46.

(Assessoria de Imprensa)

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana