TANGARÁ DA SERRA

Cidades & Geral

Chuva chegou a 112mm em Tangará da Serra; Meteorologia prevê mais precipitações na próxima semana

Publicado em

Tangará da Serra foi brindada ontem, dia 13, na data do seu aniversário de emancipação, com uma chuva que variou entre 60 e 112 milímetros na área urbana e no interior. Segundo os sites de meteorologia, há previsão de chuvas também para a semana que vem.

A chuva de ontem começou com pancadas isoladas em várias localidades da zona rural. Na cidade, a precipitação começou quando já escurecia e perdurou por toda a noite a na madrugada.

Segundo informações do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), ontem a chuva somou 61 milímetros de volume acumulado na área da Estação de Captação, Tratamento e Distribuição de Água (ETA Queima Pé).

No interior, as chuvas superaram a marca dos 100 milímetros. Na Agrovila 28, um sitiante informou ao Enfoque Business que o volume de chuva chegara a 88 milímetros. Perto dali, no entorno do rio Juba, outro produtor relatou que houve 112 milímetros de chuva. “Foi muita chuva, e foi geral. Liguei para um parente em Cáceres no momento da chuva e ele me disse que lá também chovia forte”, informou, em contato com a redação do EB.

Leia mais:  Depois do frio: Mato Grosso poderá ter onda de calor a partir do próximo final de semana

Previsão

Novas chuvas poderão ocorrer semana que vem, segundo sites especializados.

As chuvas de ontem ocorreram simultaneamente em grande parte da metade sul de Mato Grosso. Rondonópolis (sudeste), na Baixada Cuiabana e na região oeste também houve precipitações em bons volumes.

A previsão para esta quinta-feira (14) é de tempo instável, conforme os sites especializados Clima Tempo, Cptec/Inpe e Inmet. Em Tangará da Serra, as temperaturas podem chegar à máxima de 31 graus entre hoje e amanhã. A mínima não deve baixar dos 19 graus à noite e na próxima madrugada.

Segundo os sites de meteorologia, há possibilidade de novas chuvas a partir do dia 18, segunda-feira, com picos de volume no dia 22. A previsão é extensiva para as regiões da Baixada Cuiabana e de Rondonópolis. Após esta data, as temperaturas poderão sofrer quedas significativas.

Comentários Facebook
Advertisement

Cidades & Geral

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília em visita à CNA, Senar e IPA

Published

on

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram nesta quarta-feira (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia mais:  Depois do frio: Mato Grosso poderá ter onda de calor a partir do próximo final de semana

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana