conecte-se conosco


Cidades & Geral

Barreira sanitária é transferida do Trevo da Melancia para imediações da Unemat

Publicado

A barreira sanitária que estava posicionada no entroncamento da Avenida Inácio Bittencourt (MT-358) e o Anel Viário, em Tangará da Serra, estará montada a partir de hoje, no final da avenida, junto ao trevo da Unemat (foto).

A informação foi repassada à imprensa pelo Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento ao Covid-19 e confirmada na manhã de hoje pela Assessoria de Imprensa da prefeitura. A medida é estratégica e visa ampliar o espectro do controle de entrada e saída de pessoas da cidade.

A barreiras sanitárias estão montadas também na conexão da avenida Lions Internacional e a MT-358, saída para Campo Novo do Parecis, e da MT-480. O objetivo é orientar sobre as precauções relacionadas à pandemia, aferir a temperatura corporal dos transeuntes e, em casos de anomalia, fazer o encaminhamento às unidades de saúde.

Leia mais:  Feira do Centro oferece duas atrações típicas do Brasil e valiosas para a saúde e a culinária
publicidade

Cidades & Geral

Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

Publicado

Brasília será a primeira capital do país a ter a rede 5G em funcionamento na telefonia móvel. Segundo o conselheiro e vice-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Moisés Moreira, o sinal será liberado em Brasília nesta quarta-feira (6).

Em participação no evento Teletime Inc, em São Paulo, o grupo técnico da Anatel encarregado de avaliar a desocupação da faixa de 3,5 gigahertz (GHz) aprovou a ativação do sinal 5G na capital federal no fim da tarde de hoje (4). Segundo Moreira, as próximas capitais a terem a tecnologia liberada serão Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo, sem data prevista por enquanto.

Moreira preside o grupo da Anatel responsável pela liberação das frequências 3,5 GHz, por onde transitará o sinal da telefonia 5G. Atualmente, essa faixa ainda está ocupada por empresas de antena parabólica que operam com a tecnologia Banda C e estão atrasadas com a migração para outra frequência, chamada de Banda Ku.

Originalmente, o edital do leilão do 5G, realizado em novembro do ano passado, previa que todas as capitais deveriam ser atendidas pela telefonia 5G até 31 de julho. No entanto, problemas com a escassez de chips e com atrasos na produção e na importação de equipamentos eletrônicos relacionados à pandemia de covid-19 provocaram atrasos no cronograma.

Leia mais:  Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

O prazo para o funcionamento do 5G em todas as capitais passou para 29 de setembro. Segundo Moreira, o lançamento da rede 5G em Brasília servirá como teste, com a Anatel e as operadoras instalando filtros anti-interferência. Também está prevista a distribuição de decodificadores da Banda Ku à população de baixa renda que usa antenas parabólicas antigas que operam na Banda C.

(Agência Brasil)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana