TANGARÁ DA SERRA

Formação & Graduação

Até 25/07: Unemat tem vagas remanescentes e para aluno especial para Mestrado

Publicado em

O Câmpus Tangará da Serra da Universidade do Estado de Mato Grosso está com seleções abertas para preenchimento de vagas remanescentes e de aluno especial no Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Sistemas De Produção Agrícola (PPGASP).

Nas duas categorias, os candidatos podem participar do processo seletivo desde que possuam Diplomas ou Certificado de conclusão de curso superior em áreas afins às linhas de pesquisa do Programa. Ao se tratar de acadêmico em conclusão de curso, é necessário apresentar declaração oficial, ou, em caso de aluno formado na Unemat, o interessado deve apresentar histórico completo onde conste a situação de formando.

No Edital nº002/2022/PPGASP são ofertadas três vagas remanescentes para mestrado na área de Concentração Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola, na linha de pesquisa: Água, solo e clima nos Agroecossistemas. As inscrições poderão ser realizadas até o dia 25 de julho no Sigaa.

O processo seletivo será feito em três etapas: análise das produções científicas do candidato através do currículo Lattes; Análise do Coeficiente de Rendimento e entrevista.  O interessado também deverá realizar exame de proficiência em Língua Inglesa.

O resultado final será divulgado no dia 03 de agosto pelo site do programa. As matrículas devem ser realizadas no dia 04 de agosto, das 08h às 11h e das 13h30 às 17h na secretaria do PPGASP.

Acesse o Edital nº002/2022/PPGASP completo.

Pelo edital nº 001/2022, o PPGASP também oferta 36 vagas para aluno especial em seis disciplinas. O processo seletivo é para ingresso no segundo semestre de 2022.  Os interessados poderão cursar até duas disciplinas nesta modalidade. Não será aceita solicitação de matrícula de candidato a aluno especial que, por qualquer motivo, tenha desistido ou solicitado cancelamento da matrícula em seleção anterior. As inscrições vão do dia 15 até 20 de julho e podem ser realizadas através do Sigaa.

O resultado será divulgado até o dia 27 de julho, na página do programa. Vale ressaltar que em caso de aprovação, o candidato será automaticamente matriculado nas disciplinas escolhidas no ato da inscrição.

Confira abaixo a relação de disciplinas com vagas abertas para aluno especial:

Cadeias produtivas sustentáveis – Prof. Eduardo Jose Oenning Soares – 05 vagas

Fundamentos do manejo fitossanitário em agroecossistemas – Profa. Alessandra Regina Butnariu – 05 vagas

Gestão e Qualidade da Água no Campo – Prof. Tadeu Miranda de Queiroz – 05 vagas

Introdução a analise de dados utilizando o Programa”R” -Profa. Danielle Storck Tonon – 05 Vagas

Pesticidas e ambiente – Profa. Miriam Hiroko Inoue – 06 vagas

Solo e sua capacidade produtiva – Prof. Marco Antonio Camillo de Carvalho –  05 vagas

Veja o Edital 001/2022/PPGASP completo.

 

(Sabrina Ventresqui – Estagiária de Jornalismo)

Comentários Facebook
Advertisement

Formação & Graduação

Centro de excelência: DNIT e UnB assinam acordo para criação da Escola Nacional de Infraestrutura

Published

on

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a Universidade de Brasília (UnB) assinaram acordo de cooperação técnico-científica visando a criação da Escola Nacional de Infraestrutura do DNIT.

O documento foi assinado nesta quinta-feira (31), durante a cerimônia de transmissão de cargo do Ministro da Infraestrutura, como o último ato do Ministro Emérito Tarcísio Gomes de Freitas. O evento aconteceu no auditório da sede do DNIT, em Brasília. Participaram da solenidade, o Diretor-Geral do DNIT, General Antônio Leite dos Santos Filho, o Diretor de Planejamento e Pesquisa da autarquia, Luiz Guilherme Rodrigues de Mello e o diretor do Parque Científico e Tecnológico da Universidade de Brasília, Carlos Gurgel Veras, representando a Reitora da Universidade de Brasília, Márcia Abrahão Moura.

Centro de excelência

A Escola será um centro de excelência em infraestrutura no país, construída dentro do campus da UnB, e vai permitir inúmeros acordos com demais instituições de pesquisa nacionais e internacionais. O DNIT vai investir aproximadamente R$ 60 milhões em uma edificação e na infraestrutura adjacente.

Santos Filho destacou a importância do novo centro de ensino. “A Escola Nacional de Infraestrutura vai oferecer cursos de pós-graduação, produzir normativos, realizar trabalhos de laboratório e de pesquisa. Será uma revolução pro DNIT que vai influenciar em toda a infraestrutura brasileira”.

O novo espaço vai possibilitar que alunos de graduação e pós-graduação façam suas pesquisas e atividades de extensão em laboratórios modernos, com aplicações práticas, realizadas em grandes obras de infraestrutura.

A Escola Nacional de Infraestrutura irá propor a criação de um curso específico de especialização (lato e stricto sensu) na área de infraestrutura, em conjunto com os pesquisadores da UnB.

Luiz Guilherme Rodrigues de Mello, diretor de planejamento e pesquisa do DNIT, explicou que a escola vai reunir o Instituto de Pesquisas em Transporte e o Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias que hoje fazem capacitação e treinamento interno de servidores e de algumas vinculadas.

“A nova escola será um centro de excelência de pesquisa, de capacitação e de treinamento, não só para servidores, mas também para capacitação externa, onde todos poderão fazer cursos de pós-graduação, de especialização em engenharia e infraestrutura. Vamos continuar com o legado do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER), mas agora com uma nova roupagem”, disse o diretor.

Parceria com a ENAP – A Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) será parceira na divulgação dos cursos Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em sua escola virtual. Atualmente, o DNIT possui o curso Orçamentação de Obras Rodoviárias, direcionado aos profissionais que atuam ou desejam atuar na elaboração, análise e atualização de orçamentos de obras rodoviárias, no ambiente virtual da ENAP. O curso é extensivo aos servidores públicos de qualquer esfera e poder e a toda comunidade.

Tradição em ensino

Seguindo uma tradição consolidada de ensino e pesquisa na área de infraestrutura rodoviária, desde a década de 70, o DNER e o DNIT já capacitaram mais de 14 mil servidores em seus cursos de aperfeiçoamento do IPR – Instituto de Pesquisas em Transporte.

A autarquia sempre teve o interesse de engenheiros que procuram a Instituição como fonte de informação e conhecimento sobre o assunto. O DNIT oferece cursos de forma regular, com um número crescente a cada ano. Agora, a autarquia busca democratizar o conhecimento com a construção deste centro exclusivo de pesquisa e informação, ampliando a oferta de cursos à sociedade.

(Coordenação-Geral de Comunicação Social – DNIT)

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana