TANGARÁ DA SERRA

Setor Público & Agentes

Água: Município deverá bancar captação no Sepotuba com financiamento

Publicado em

A execução do projeto de captação de água no rio Sepotuba deverá ser bancado pelo município de Tangará da Serra via financiamento. Ao menos, esta é a tendência diante das limitações de caixa do governo federal e a hipótese improvável de obtenção de recursos de emenda parlamentar.

Contudo, o diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE), Wesley Lopes Torres, está desde ontem em Brasília para tratar do projeto junto à bancada federal. O objetivo é insistir junto aos deputados e senadores por Mato Grosso por emenda parlamentar que viabilize ao menos parte dos recursos necessários para a obra, orçada em ao menos R$ 25 milhões.

A alternativa às emendas é o financiamento próprio. Com capacidade de endividamento suficiente, o município pode, através do SAMAE, contratar financiamento junto à Caixa Econômica Federal (CEF). No último dia 12, o prefeito Fábio Martins Junqueira e o diretor da autarquia estiveram reunidos com representantes da Caixa para tratar do assunto. “Iniciamos as tratativas de financiamento para execução do projeto de captação e adução do rio Sepotuba bem como a implantação de geração de energia solar para o SAMAE”, informou Torres.

Reunião com representantes da CEF tratou do financiamento do projeto Sepotuba.

Participaram da audiência ainda, o Secretário Municipal de Planejamento, Julio César Gomes, o Gerente Executivo de Governo da CEF, Ubiratã Alves de Freitas, a Engenheira Maristela Mitiko Okamura e o Gerente da Agência da Caixa em Tangará da Serra, Bernardo Barreto Borges.

O projeto de captação e adução do rio Sepotuba foi desenvolvido através de uma externalidade solicitada pelo Poder Executivo à empresa BRDU Urbanismo e entregue ao prefeito e ao diretor do SAMAE em ato solene ocorrido no último dia 04 de setembro na sede do Loteamento Parque da Mata, em Tangará da Serra.

O projeto nos permite quantificar a obra e definir o que é preciso ser executado para construção das redes de adução e captação, bem como produção de energia para captação de água do Sepotuba. Com ele o Município realiza o levantamento do que é necessário ser feito para pleitear a execução da obra e essa reunião com a CEF é um passo importante para que consigamos colocar em prática esse projeto tão sonhado”, completou o diretor.

Linha de crédito

Uma linha de crédito disponível pela CEF é o Pró-Saneamento tem foco em ações de saneamento, integradas e articuladas com outras políticas setoriais. O programa é implementado por meio da concessão de financiamentos aos estados, Distrito Federal, municípios ou empresas estatais não dependentes, sendo o FGTS a fonte dos recursos.

Comentários Facebook
Advertisement

Setor Público & Agentes

Marcia Kiss assume pasta de Assistência Social em Tangará; Ana Lúcia alega surpresa

Published

on

O prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson, apresentou e empossou na manhã desta segunda-feira, dia 08, a nova secretária municipal de Assistência Social.

A professora Marcia Regina Kiss Siqueira de Castro Cardoso foi empossada em ato ocorrido no Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres (GPM), da Prefeitura Municipal.

Ela assume no lugar de Ana Lúcia Adorno de Souza, que ocupou o cargo entre janeiro e outubro de 2021. “Quero agradecer a Ana Lúcia pelo trabalho, empenho e esforço que dedicou à Secretaria ao longo desses 10 meses, deu o seu melhor e somos muito gratos a ela por isso”, disse o Prefeito Vander.

Márcia Kiss assumiu a pasta na manhã desta segunda-feira.

Marcia Kiss, como é mais conhecida no meio social, é casada com Arnaldo, mãe de 2 filhos: Matheus e Ana Clara. Nasceu em São Paulo/SP no dia 25/10/1972 e foi criada no Paraná.

Formada em Ciências Exatas e Pedagogia. É residente em Tangará da Serra desde março de 1995. Durante esses 26 anos em Tangará da Serra, trabalhou em várias escolas, dentre elas o Centro Municipal de Ensino Silvio Paternez, a Escola Acalanto, a Escola Objetiva, o Colégio Ideal, o Centro Infantil Caracol Kids e a Avance Colégio e Cursos, nas quais atuou como professora, no setor financeiro, como coordenadora pedagógica e como diretora.

Já foi Conselheira Tutelar e Coordenadora do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social), na Vila Esmeralda.

Em 2016 e em 2020, Marcia Kiss foi candidata a vereadora em Tangará da Serra.

Ao ser empossada, Marcia assegurou que irá conduzir a Secretaria com dedicação. “Agradeço a oportunidade dada a mim pelo prefeito Vander Masson. Buscarei conduzir a Secretaria com sabedoria, com união e empenho de todos os servidores para conduzir a pasta”, disse, destacando que as ações serão com planejamento e atuando ao lado das demais secretarias.

Surpresa

Ana Lúcia Adorno atuou pela pasta desde janeiro, no início da atual gestão.

Comunicada de sua exoneração na última sexta-feira (05), Ana Lúcia Adorno de Souza, disse estar surpresa com a decisão do Executivo. Em entrevista veiculada pela rádio Serra FM nesta manhã de segunda-feira, Ana Lúcia relatou que, ao ser informada que deixaria a pasta de Assistência Social, ouviu o gabinete do Executivo que sua atuação não estava afinada com a gestão e que seu desempenho não foi o esperado pelo prefeito Vander Masson.

Ela disse, porém, que fez o possível para atender as expectativas da administração municipal e que, apesar das limitações estruturais e orçamentárias que enfrentou, buscou desempenhar suas funções da melhor maneira possível. Ana Lúcia agradeceu a oportunidade de compor a gestão municipal e disse torcer pelo êxito dos projetos em andamento na pasta.

(Redação EB, com Assessoria)

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana