conecte-se conosco


Saúde Pública

Vigilância suspeita que Ômicron já esteja circulando em Tangará da Serra; TCC é de 19%

Publicado

O recrudescimento da Covid-19 em Tangará da Serra e em todo o estado de Mato Grosso preocupa. E as autoridades de saúde do município suspeitam que a variante Ômicron já possa estar circulando em Tangará da Serra.

A suspeita é confirmada pelo responsável técnico da Vigilância Epidemiológica no município, Fabrício Queiróz (na foto do topo, à esquerda), que chama atenção para a taxa de crescimento da contaminação (TCC) de 19% no município.

Segundo ele, a suspeita está fundamentada no fato de que muitos munícipes saíram da cidade para passar as festas de final de ano em outros estados, inclusive onde já fora registrada presença da ômicron. “Nós suspeitamos, até pelas características de alta contaminação. Temos 19% de contaminação e isso é um índice alto, considerando que temos um público já imunizado”, disse, durante entrevista coletiva organizada pelo Executivo Municipal na manhã desta sexta-feira (07).

Queiróz mencionou, também, que a suspeita é reforçada pelo índice de contaminação, na medida em que a ômicron consegue infectar o paciente, porém não alcançando maiores gravidades justamente em função da vacina já ministrada, que protege as células do organismo. “Temos a imunização celular e a mediada por anticorpos. Esta variante consegue superar a imunidade mediada por anticorpos, mas não a imunidade mediada por células (…) O  vírus consegue adentrar no sistema imunológico preparado para patógenos externos, com partículas de defesa, porém não consegue alcançar o trato inferior para causar maior gravidade, que é a questão pleural, pulmonar (…) Se acumula mais as vias aéreas superiores…”, explicou.

Leia mais:  Covid-19: Nova variante chegou ao Brasil por Mato Grosso, através da Copa América

Vacina

Fabrício Queiróz afirma que todas as unidades de saúde dispõem de todos os imunizantes. “Basta procurar o sistema de saúde e entrar no esquema de agendamento. É um agendamento simples, para garantir e completar o esquema vacinal”, finalizou.

publicidade

Saúde Pública

Vacina Covid-19: ERS Tangará recebe 1.700 doses pediátricas; Esquema vacinal é diferenciado

Publicado

O Escritório Regional de Saúde (ERS) de Tangará da Serra recebeu no último sábado uma remessa de 1.700 doses de vacinas contra a Covid-19, da Pfizer, para aplicação em crianças de 05 a 11 anos.

As doses pediátricas chegaram por volta das 15h30, via terrestre, e serão distribuídas aos 10 municípios da região de abrangência do ERS já a partir desta segunda-feira (17). O ERS apenas aguarda o recebimento da resolução de distribuição para disponibilizar os lotes aos municípios.

Esquema diferenciado

Mato Grosso recebeu do Ministério da Saúde na última sexta-feira 23 mil doses de vacinas pediátricas contra Covid-19. A primeira remessa é da Pfizer (Comirnaty).

De acordo com as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a vacinação desse público precisa ser realizada em ambiente específico e segregado da vacinação de adultos.

Outra recomendação é que a sala em que se dará a aplicação em crianças seja exclusiva para a aplicação dessa vacina; não se podendo aplicar outras vacinas, ainda que pediátricas. A vacina contra Covid-19 não pode ser administrada de forma concomitante a outras vacinas do calendário infantil, precisando respeitar um intervalo de 15 dias.

Leia mais:  Vacina: Repescagem acontece segunda-feira, 23; Mais de 500 não buscam 2ª dose

O esquema vacinal para crianças terá o intervalo de oito semanas. O imunizante tem dosagem e composição diferentes da que é utilizada na dose para os maiores de 12 anos. A vacina para crianças será aplicada em duas doses de 0,2 mL (equivalente a 10 microgramas). A tampa do frasco da vacina virá na cor laranja, para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação e também pelos pais, mães e cuidadores que levarão as crianças para serem vacinadas.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana