conecte-se conosco


Cidades & Geral

Vídeos e fotos: Chuvas enchem rio Paraguai e afluentes; Situação preocupa em Barra do Bugres

Publicado

Os grandes volumes de chuvas que ocorrem na região do alto do rio Paraguai neste mês de fevereiro são motivo de preocupação nas cidades abaixo da Serra de Tapirapuã, no sudoeste do estado.

Em Barra do Bugres, a Defesa Civil realiza levantamentos e cadastro de famílias ribeirinhas com o objetivo de estabelecer estratégias em caso de cheia do rio Paraguai. “A cada dia sobe o volume de águas deixado moradores das proximidades dos rios em alerta”, diz o jornalista Rubens Leite, de Barra do Bugres.

Rio Paraguai, em Barra do Bugres, tem rápida elevação do nível das águas.

No mesmo município, o avanço do rio Paraguai é percebido também na terra indígena Umutina, com as águas se aproximando do pátio da aldeia e ameaçando algumas culturas da localidade.

Em Tangará da Serra, o rio Sepotuba, maior afluente do rio Paraguai, também está com o nível das suas águas bastante alto, a ponto de invadir pesqueiros localizados às suas margens.

Leia mais:  Governador autoriza licitação do primeiro lote de pavimentação da MT-358, no Chapadão

(Veja vídeo encaminhado por internauta)

Já em Porto Estrela, segundo fontes locais, o rio Jauquara está com volume acima da normalidade. Em janeiro, as chuvas já provocaram o rompimento de uma passarela que ligava o perímetro urbano à localidade de Vaca Morta. O município já procede na construção de uma ponte de concreto em substituição à passarela.

(Veja vídeo encaminhado por internauta)

As fortes chuvas também resultaram em cheia no rio Jauru, em Porto Esperidião. Segundo informações de moradores da região, o rio, outro importante afluente do rio Paraguai, sofreu rápida elevação e suas águas avançam para além das margens. Na primeira quinzena deste mês, as cheias do Jauru já deixaram cerca de 40 famílias desabrigadas.

Em Cáceres, o rio Paraguai, apesar da elevação expressiva do nível das águas, não representa riscos, ao menos por enquanto.

(*) Colaboraram com informações, fotos e vídeos: Adílson Reis, de Cáceres; Armando Paulo e Rubens Leite, de Barra do Bugres; Valdir Dallabona, de Tangará da Serra.

  • Fotos do rio Paraguai, em Barra do Bugres:
Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Rio Paraguai, em Barra do Bugres, tem rápida elevação do nível das águas.

  • Fotos do rio Paraguai, em Cáceres:

  • Fotos do rio Sepotuba, em Tangará da Serra:

Rio Sepotuba, em Tangará da Serra: Chuvas intensas elevaram nível das águas.

publicidade

Cidades & Geral

Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Publicado

Uma forte e extensa massa de ar frio atinge o Brasil a partir de domingo (15) causando acentuada queda de temperatura em diversas regiões. A partir do dia (16), a massa de ar frio se desloca rapidamente pelo Sul avançando para áreas das regiões Centro-Oeste e Sudeste e, durante à noite, chega aos estados de Rondônia e Acre, causando o segundo episódio de friagem.

Em Mato Grosso, o frio poderá ser recorde a partir da noite de quarta-feira (18), com mínimas de 7°C na capital, Cuiabá, e de 5° C em Tangará da Serra. Na quinta-feira, os termômetros poderão apontar 4°C na cidade da Serra de Tapirapuã (Veja imagem abaixo).

A friagem deverá persistir por até uma semana, segundo previsões nos principais sites especializados em meteorologia do país, como o Clima Tempo, o Cptec/Inpe e o Inmet.

A figura a seguir, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apresenta a previsão de temperatura mínima no início da manhã dos dias 18 e 19 (quarta-feira e quinta-feira).
Tons em azul e roxo indicam áreas com previsão de temperatura mínima menor que 12°C. Destaque para áreas das Serras Gaúcha e Catarinense e no Planalto Sul do Paraná, sudeste de Minas Gerais e Serra da Mantiqueira onde as temperaturas deverão ser negativas.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana