conecte-se conosco

Empresas & Produtos

Tecnologia de produção: Bioinsumos à base de fungos combinam produtividade com redução de custos e ganhos ambientais

Publicado

Maior produtividade e redução de custos. Estes dois aspectos já seriam suficientes para justificar o uso de insumos naturais na lavoura. Mas há, ainda, outras vantagens importantes proporcionadas pelos bioinsumos, e elas estão relacionadas à tecnologia com ganhos ambientais.

A Fotossíntese Biologic é uma empresa brasileira que vem revolucionando a produção agrícola em pequenas, médias e grandes propriedades em todas as regiões do país. (Assista vídeo ao final do texto).

A empresa fornece tecnologia patenteada e insumos naturais para o produtor rural produzir, ele mesmo, seus bioinsumos à base de fungos e bactérias com uma estrutura de fácil montagem e de baixo custo e que, também, pode ser movimentada para outras fazendas com facilidade.

Tecnologia dos bioinsumos resulta em sistema produtivo equilibrado e sustentável, com benefícios econômicos incontestáveis.

A tecnologia – Fábrica Móvel de Insumos – é nacional e inovadora, embarcada, pronta para uso, exclusiva da Fotossíntese, contendo a expertise do Agro brasileiro.

Juntamente com a estrutura fornecida, a Fotossíntese interage com o cliente através de treinamentos e consultorias, desde a escolha do modelo de biofábrica ao uso dos bioinsumos produzidos. Assim, o produtor fica familiarizado com o que produzir, como produzir, onde produzir e como usar.

Conceito veio para ficar

Para o diretor proprietário da Fotossíntese, engenheiro agrônomo e pesquisador Carlos Alberto Scapini, o controle biológico de pragas é um caminho sem volta no Brasil e no mundo. Isso significa que os profissionais da área técnica devem ser sensíveis e preparados para estas mudanças, que já estão em curso.

Scapini e as biofábricas da Fotossíntese: “O efeito é extraordinário no desenvolvimento, no crescimento e na resistência das plantas”.

“A produção de fungos é diferente da produção de bactérias. É que o fungo tem que produzir hifas (micélios) e isso repercute na tecnologia da aplicação”, explica o agrônomo formado pela Universidade Federal de Santa Maria (RS).

Leia mais:  Financiada pelo BNDES, VW investirá em caminhões elétricos para transporte urbano

O interesse pelos biodefensivos está aumentando geometricamente a cada temporada. Com o princípio básico de manter o sistema produtivo equilibrado e sustentável, esta tecnologia traz benefícios econômicos incontestáveis, pois o produtor consegue produzir bioinsumos com uma redução de até 90% nas despesas, numa comparação com o custo dos agrotóxicos”, pondera Scapini.

Ele observa que, atualmente, os agrotóxicos pesam mais que os próprios fertilizantes nas planilhas de custos das lavouras.

O resultado financeiro, segundo Scapini, aparece na conta do produtor logo na primeira safra, com maior margem a partir da segunda safra, como reflexo da combinação entre aumento de produtividade e redução de gastos.

No quesito ‘produtividade’, os bioinsumos à base de fungos proporcionam uma resposta muito positiva das plantas com os metabólitos produzidos nas biofábricas. “O efeito é extraordinário no desenvolvimento, no crescimento e na resistência das plantas”, garante.

Outro fator que contribui decisivamente para os melhores resultados ao produtor está ligado ao meio ambiente. Os microrganismos não poluem, não afetam outras culturas e, de quebra, recuperam a degradação do solo gerada pelo uso excessivo de agrotóxicos, retomando o controle biológico por fungos nativos.

Leia mais:  Frigoríficos de Tangará da Serra e Barra do Bugres são habilitados para exportar carnes para a China

Combate

Na soja, fungos metarhizium e trichoderma controlam, respectivamente, o percevejo marrom e o nematoide.

Os bioinsumos à base de fungos combatem de forma eficaz as pragas que mais preocupam nas lavouras. Na soja, por exemplo, os fungos metarhizium e trichoderma  controlam, respectivamente, o percevejo marrom e o nematoide.

Os fungos têm supremacia, também, sobre outras duas pragas que rendem grandes dores-de-cabeça aos produtores. Enquanto o mesmo metarhizium controla a cigarrinha das pastagens, o beauveria age sobre a mosca branca.

Diferenciais

Os bioinsumos já estão fazendo a diferença quando o assunto é sustentabilidade. Isso depõe a favor do setor produtivo nestes tempos em que a gestão de excelência garante a saúde da atividade produtiva e em que o apelo ambiental pesa na exigência do consumidor, na comercialização e na busca por novos mercados.

Nesta ótica, potencializar resultados em combinação com ganhos ambientais está em harmonia com o conceito de sustentabilidade. Ao mesmo tempo, quanto mais se investe na tecnologia dos bioinsumos, menos se gasta com os agrotóxicos convencionais. Por consequência, mais ativos financeiros circulam na própria região. A economia local agradece!

Contato

Maiores informações sobre a Fábrica Móvel de Insumos (biofábrica) desenvolvida pela Fotossíntese podem ser obtidas pelo telefone (65) 9 9987-4242, ou pelo e-mail [email protected] O site da empresa é www.fotossintese.ind.br.

publicidade

Empresas & Produtos

Evento online: ACITS abre inscrições para o Destaque Empresarial Edição Especial 2019/2020

Publicado

A Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (ACITS) abriu as inscrições do Destaque Empresarial Edição Especial 2019/2020, na manhã desta segunda-feira (19). O tradicional evento premia, há 20 anos, as empresas que tiveram melhor desempenho do ano, de acordo com a opinião popular.

O lançamento da pesquisa foi anunciado na tarde de ontem (terça, 20), no auditório da ACITS, em coletiva de imprensa  com a presença do Presidente da ACITS, Junior Rocha (foto acima).

Em novo formato, a pesquisa desse ano será totalmente online e, além de revelar os destaques do ano, entregará ao empresário um perfil de mercado da população de Tangará da Serra.

A última edição do evento foi realizada em 2019 e homenageou as melhores empresas do ano de 2018, sendo um total sucesso, com a participação de cerca de 800 empresas, em 120 segmentos e mais de 6 mil votantes.

As empresas que desejarem participar deverão realizar a inscrição e preencher todos os campos do cadastro corretamente. Nesse ano, será cobrado uma taxa de inscrição ao empresário, para auxiliar no desenvolvimento da pesquisa.

Leia mais:  Madeira tratada: Bom negócio da floresta à construção, com ganhos ambientais e geração de empregos

Informações:

– Assunto: Lançamento da Pesquisa do Destaque Empresarial Edição Especial 2019/2020

– Data: 20 de julho (terça-feira)

– Horário: Às 14 horas

– Local: Auditório da Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (ACITS)

– Endereço: Av. Tancredo Neves, 96-S – Centro

Contatos:

Pedro Miranda – Jornalista (65) 9 9615-9903

ACITS – 3326-5540 ou 9 9987-4940

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana