conecte-se conosco


Cidades & Geral

Tangaraenses participam de movimento em Brasília com presença de Jair Bolsonaro

Publicado

Cerca de 60 tangaraenses participaram no último sábado (15), em Brasília, de manifestação  promovida por produtores rurais, religiosos e representantes dos mais diversos segmentos da sociedade.

O grupo de Tangará da Serra teve a liderança do Sindicato Rural de Tangará da Serra, através do presidente eleito da entidade, Romeu Ciochetta, e do empresário Alfredo Acácio Nuernberg.

Bolsonaro discursou na manifestação, ao lado de ministros, como o da Infraestrutura, Tarcísio de Freias.

Os integrantes da caravana saíram para a capital federal na tarde do último dia 13 (quinta-feira), de ônibus, chegando a Brasília na sexta-feira à tarde. Logo após a manifestação, o grupo retornou a Tangará da Serra, chegando ontem, domingo.

(*) Assista a vídeos da manifestação ao final da matéria

A manifestação ‘Movimento Brasil Verde Amarelo’ ocorreu sábado à tarde, na Esplanada dos Ministérios, na capital federal, com os participantes demonstrando apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Manifestação reuniu muitos representantes de Tangará da Serra e do Mato Grosso.

O Movimento Brasil Verde Amarelo é uma iniciativa popular patriótica apoiada pelo setor produtivo através da Associação Brasileira dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja Brasil), a Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra (Andaterra) e a Associação dos Cafeicultores do Brasil (Sincal). A mobilização é feita por meio de sindicatos vinculados às federações da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA).

Movimento levou grande público à Esplanada dos Ministérios, no último sábado.

Outra pauta do movimento é a CPI da Covid, considerada pelos organizadores como inoportuna e politicamente tendenciosa, com intenções ocultas para, entre outras tentativas, atribuir ao presidente Jair Bolsonaro a responsabilidade pelas mortes e internações ocasionadas no Brasil pela pandemia.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Avaliação

Alfredo Nuernberg: “Mostramos que o presidente Jair Bolsonaro não está sozinho”.

O empresário Alfredo Nuernberg, que encabeçou a organização da caravana tangaraense, avaliou como positiva a manifestação, que reuniu brasileiros de todas as regiões do Brasil. “Mostramos que o presidente Jair Bolsonaro não está sozinho e a grande presença de público é uma prova de que a população brasileira não está satisfeita com muitas coisas que vem acontecendo no Brasil. Não queremos que o comunismo se estabeleça neste país, pois já deu mostras de que sua forma de governar não vai ao encontro dos interesses do povo. Queremos um país livre, desenvolvido, que saiba explorar suas potencialidades, sem corrupção, sem interferência entre os poderes e sem privilégios a pequenos grupos”, disse.

Presidente presente

Presidente Jair Bolsonaro marcou presença na manifestação e se aproximou do público, cumprimentando várias pessoas.

O presidente Jair Bolsonaro prestigiou o evento, se aproximando do grande público concentrado no local, cumprimentando várias pessoas.

Em discurso em cima de um carro de som, ele defendeu a aprovação do voto impresso nas eleições de 2022, cuja proposta de emenda à Constituição (PEC) teve a comissão especial instalada na última quinta-feira (13) na Câmara dos Deputados.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

O presidente também voltou a defender o afrouxamento das medidas de restrição social impostas por governadores e prefeitos para enfrentar a pandemia de covid-19. Bolsonaro sobrevoou a Esplanada dos Ministérios de helicóptero, voltou ao Palácio do Planalto e foi para o meio dos apoiadores montado a cavalo.

Ele estava acompanhado dos ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Agricultura, Tereza Cristina, entre outros, além de seguranças.

Antes de subir no trio elétrico, Bolsonaro cumprimentou apoiadores. Mais cedo, o presidente tinha almoçado no Centro de Tradições Gaúchas de Brasília, com representantes do agronegócio que organizaram o movimento. Mais tarde, o presidente compartilhou um vídeo sobre a manifestação nas suas redes sociais.

publicidade

Cidades & Geral

Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Publicado

Uma forte e extensa massa de ar frio atinge o Brasil a partir de domingo (15) causando acentuada queda de temperatura em diversas regiões. A partir do dia (16), a massa de ar frio se desloca rapidamente pelo Sul avançando para áreas das regiões Centro-Oeste e Sudeste e, durante à noite, chega aos estados de Rondônia e Acre, causando o segundo episódio de friagem.

Em Mato Grosso, o frio poderá ser recorde a partir da noite de quarta-feira (18), com mínimas de 7°C na capital, Cuiabá, e de 5° C em Tangará da Serra. Na quinta-feira, os termômetros poderão apontar 4°C na cidade da Serra de Tapirapuã (Veja imagem abaixo).

A friagem deverá persistir por até uma semana, segundo previsões nos principais sites especializados em meteorologia do país, como o Clima Tempo, o Cptec/Inpe e o Inmet.

A figura a seguir, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apresenta a previsão de temperatura mínima no início da manhã dos dias 18 e 19 (quarta-feira e quinta-feira).
Tons em azul e roxo indicam áreas com previsão de temperatura mínima menor que 12°C. Destaque para áreas das Serras Gaúcha e Catarinense e no Planalto Sul do Paraná, sudeste de Minas Gerais e Serra da Mantiqueira onde as temperaturas deverão ser negativas.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana