conecte-se conosco


Política & Políticos

Tangará da Serra: Dois grupos trabalham pela mesa da Câmara para o biênio 2021/2022

Publicado

De um lado, um grupo ligado ao arco de alianças do prefeito eleito Vander Masson (PSDB). De outro, um grupo eclético, mesclado por representantes da coligação que elegeu Vander e por vereadores eleitos por siglas que integraram outras coligações.

 

Vereador reeleito, Fábio Brito articula para liderar mesa diretora da Câmara.

A conversações nos bastidores da Câmara Municipal de Tangará da Serra em torno da mesa diretora que comandará o Legislativo no biênio 2021/2022 consistem na movimentação destes dois grupos nem tão distintos.

O PSDB, partido de Vander Masson, atua nas duas frentes. Uma delas é liderada pelo vereador reeleito Fábio Brito, o Fabão, que trabalha com a possibilidade de montar uma chapa formada basicamente por representantes do grupo de sustentação do prefeito eleito.

A outra, que tem Rogério Silva, do DEM, e Eduardo Sanches (PSL) como principais nomes, inclui as reeleitas Sandra Garcia e Dona Neide – ambas do PSDB – e, também, Ademir Anibale (MDB) e Professor Sebastian (PTB, também reeleito).

Leia mais:  Tangará da Serra: Projeto para terceirização da saúde começa a tramitar na Câmara Municipal

Em contato com o Enfoque Business, Fabão afirmou, porém, que tem conversado com todos os vereadores que farão parte da próxima legislatura. “Me coloquei à disposição de todos. Conversei com todos, embora cada um tem sua linha de pensamento”, disse.

Pesos na balança

Nestas conversações fica evidente a importância do PODEMOS, que compôs a coligação de Vander Masson e elegeu nada menos que três vereadores – Edmílson Porfírio, Nivaldo Leiteiro e Elaine Antunes. O partido poderá ser o fiel da balança na disputa.

Dr. Bandeira (PDT) e Romer Japonês (PV) também integraram a coligação que venceu o pleito majoritário em Tangará da Serra.

A mesma importância recai sobre o candidato mais votado no pleito proporcional, Davi Oliveira (PSB), e o ex-presidente da Câmara Hélio da Nazaré, do (PSD). Os dois integraram a coligação de Francisco Clemente (PSD) nas eleições majoritárias. O posicionamento de ambos também pode definir a eleição da mesa.

Poder independente

Rogério: “Não há interesse em montar uma mesa de oposição, e sim uma mesa que garanta a independência da Câmara”.

Consultado pelo Enfoque Business, o reeleito Rogério Silva disse que a intenção do grupo ‘eclético’ é assegurar a independência do Poder Legislativo. “Os interesses do município precisam estar sempre em primeiro lugar. Não há interesse em montar uma mesa de oposição, e sim uma mesa que garanta a independência da Câmara Municipal, o que não ocorrerá caso a mesa fique nas mãos de um grupo ligado exclusivamente ao Executivo”, disse Rogério.

Leia mais:  Blairo declara apoio a Mendes e diz que o MT sempre esteve bem: “Problemas foram de gestão”

A eleição da mesa acontecerá no dia da posse dos eleitos, em 1º de janeiro.

publicidade

Política & Políticos

Edilson Sampaio é o pré-candidato do Republicanos para vaga na ALMT pelo sudoeste do MT

Publicado

O contabilista Edilson Sampaio é o nome escolhido pelo partido Republicanos como pré-candidato pela região sudoeste do estado na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa de Mato Grosso nas eleições de 02 outubro deste ano. Edilson teve sua pré-candidatura referendada durante reunião da executiva da sigla no último dia 12, na capital do estado.

Considerando a proximidade das convenções partidárias – que devem ser realizadas entre 20 de julho e 05 de agosto -, o partido promove nova reunião com correligionários nesta quinta-feira (19), em Tangará da Serra, para discutir o planejamento da pré-candidatura de Edilson. “O partido me apresentou este desafio para representar a nossa região, e vou discutir com meus amigos e companheiros de partido a possibilidade de colocar meu nome nas convenções”, disse.

Edilson teve sua pré-candidatura referendada durante reunião da executiva da sigla no último dia 12, na capital.

Natural de Rondonópolis, Edilson Mota Sampaio tem 50 anos, é contabilista e mora na região desde 1993. Foi vereador por três mandados sucessivos (entre os anos de 2009 e 2020) e presidiu, em parte deste período, a Câmara Municipal de Diamantino.

Leia mais:  Edilson Sampaio é o pré-candidato do Republicanos para vaga na ALMT pelo sudoeste do MT

Atualmente, exerce função de superintendência em obras de infraestrutura e logística por associações de produtores que mantém convênio com o Estado para manutenção e pavimentação das rodovias MT-480 (Tangará-Deciolândia), MT-240 (Tangará-Santo Afonso), MT-339 (Tangará-Panorama), MT-358 (Chapadão do Rio Verde) e MT-426/170 (Calcário/ Formoso). Conta com amplo respaldo da classe produtora e tem trânsito entre lideranças comunitárias, sendo grande conhecedor das demandas da região polarizada por Tangará da Serra.

Na reunião de Cuiabá, semana passada, o presidente estadual do Republicanos, Adilton Sachetti (na foto do topo, com Edilson), destacou a importância da representatividade da região sudoeste e do polo Tangará da Serra na esfera parlamentar estadual. “É uma região importante para o estado, pela população que tem e pelo peso da sua economia. Edilson tem conhecimento técnico, é popular e sabedor das necessidades da região”, disse Sachetti, apostando na conquista de até três cadeiras pela legenda na ALMT, no pleito de outubro.

A reunião desta quinta-feira acontecerá na rua 26 (Celso Rosa de Lima), n° 390, Centro, a partir das 19h00.

Leia mais:  Tangará da Serra: Projeto para terceirização da saúde começa a tramitar na Câmara Municipal

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana