conecte-se conosco


Cidades & Geral

Sob novo contrato de gestão, Hospital Municipal receberá mais sete leitos de UTI em 10 dias

Publicado

O Hospital Municipal Arlete Daisy Cichetti de Brito, de Tangará da Serra, está com sua ala de UTI sob nova gestão. O contrato com a empresa Mediall Brasil, de Goiânia, foi assinado com o município essa semana, com a nova gestora assumindo os trabalhos após o término do último plantão vinculado à antiga gestão, às 07h00 de ontem (quarta, 19).

A Mediall foi a vencedora do pregão eletrônico 019/2021 e substitui a Medicar Serviços de Emergência. A nova gestora passa a responder pelos leitos de UTI, fornecendo equipes médicas, de enfermagem, de técnicos e de serviços gerais, além dos insumos. As atividades incluirão também, a ampliação dos atuais 13 leitos para 20 leitos de UTI, considerando os sete novos respiradores adquiridos e já recebidos pelo município, que terão de ser instalados e habilitados para funcionamento no prazo de 10 dias.

Sob a nova administração, a unidade hospitalar já recebe adequações em sua ala de UTI, além de outros melhoramentos e atualizações.

Os 20 leitos de UTI representarão um custo de R$ 7.354.800,00 ao longo de 12 meses, o equivalente a 3.600 diárias ao custo unitário de R$ 2.043.

Leia mais:  Prefeito de Tangará defende isenção da tarifa de pedágio para moradores de São Joaquim

De acordo com o edital, a empresa deverá manter durante as 24 horas do dia, sete dias por semana, médicos, equipe multidisciplinar, equipamentos, materiais e medicamentos.

(*) Leia matéria relacionada no link abaixo:

Tangará da Serra: Mediall Brasil assume ala Covid-19 do HM semana que vem, já com 20 leitos de UTI

 

publicidade

Cidades & Geral

Tangará da Serra: Covid-19 e H3n2 motivam decreto; Eventos até dia 06 são mantidos

Publicado

A escalada da pandemia do novo coronavírus e o surto de influenza (H3n2) resultaram em decreto com medidas de contenção das duas doenças em Tangará da Serra. O município é o terceiro da região – após Porto Estrela e Barra do Bugres – a impor medidas preventivas no intuito, principalmente, de conter a propagação da Covid-19.

Na tarde desta segunda-feira (17), o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson (PSDB), anunciou o decreto 006/2022, com 11 artigos que impõem, até o próximo dia 31, com uma série de medidas preventivas.

Decreto foi anunciado na tarde desta segunda-feira (17), pelo prefeito Vander Masson.

As atividades no Comércio e Serviços – incluindo bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres -, além de academias, seguem autorizados, conforme horário dos alvarás e com medidas de biossegurança previstas no decreto.

Nas igrejas e templos, os cultos e celebrações seguem autorizados, também com obrigatoriedade de medidas de prevenção.

Os eventos sociais, artístico-culturais, técnicos, científicos, corporativos e outros que estejam marcados e já divulgados até 06 de fevereiro estão autorizados, devendo seguir os procedimentos de biossegurança. Novos eventos deverão ser comunicados com 30 dias de antecedência à Vigilância Sanitária.

Leia mais:  Desconto na água será decidido em audiência dia 31; Vereadores pedem ACP e redução de 50%

Aulas e esportes

O processo de retomada das aulas estará baseado em análises e monitoramento das autoridades sanitárias e do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus.

O decreto não faz menção específica à questão dos esportes coletivos e atividades esportivas em geral.

O decreto será publicado ainda hoje (segunda, 17) e estará disponível no site do município, no link a seguir:

https://tangaradaserra.mt.gov.br/?tipo_legislacao=decreto

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana