conecte-se conosco


Cidades & Geral

Serra de Deciolândia: Chuvas voltam a causar erosões em talude; Governo estuda solução

Publicado

A instabilidade dos taludes do trecho da MT-480 na Serra de Deciolândia, entre Tangará da Serra e Diamantino, segue causando preocupação aos usuários e, também, às autoridades. O problema é recorrente, verificado desde 2019 e ainda não foi solucionado.

Há alguns dias, os vereadores Eduardo Sanches (PSL) e Sebastian Ramos (PTB), de Tangará da Serra, estiveram no local em vistoria e constataram a continuidade do problema.

(*) Assista vídeo com imagens do local, ao final do texto

Os problemas verificados há dois anos e, também, ano passado – quando ocorreu um rompimento que resultou na interdição da pista – ainda não foram solucionados pelo governo do Estado. “Não conseguiu ter avanço e efetividade na resolução do problema lá. A última informação que tive era que estava no setor de contratos para realizar a definição da empresa que ia fazer o projeto”, disse o vereador Eduardo Sanches, que é engenheiro civil.

Chuvas representam risco de rompimento do talude na serra. (Fotos: e imagens Eduardo Sanches/Sebastian Ramos)

A situação, porém, já vem recebendo atenção. O representante da Associação de Produtores da MT-480, Edilson Sampaio, está em Cuiabá buscando providências urgentes junto ao governo estadual para os reparos. “Já temos informações e estamos em Cuiabá tratando desse assunto”, confirmou Sampaio, em contato com o Enfoque Business. Informações sobre as ações do governo deverão ser divulgadas ainda hoje.

Leia mais:  Tangará da Serra: Executivo mantém decreto e aguardará decisão da Justiça sobre flexibilização no comércio

Chuvas preocupam

Segundo informações apuradas pelo Enfoque Business, o perigo reside principalmente no período chuvoso, em casos de precipitações pluviométricas volumosas, o que é normal na região nos meses de dezembro a março.  Segundo o engenheiro civil Sílvio Tupinambá, especialista em logística, o talude na Serra de Deciolândia é uma estrutura natural que recebeu curvas de nível durante as obras. “Para que a estrutura tenha estabilidade é preciso um sistema eficiente de drenagem e, também, vegetação, através de hidrossemeadura”, disse em contato com a redação.

Tupinambá observa que o solo no local é basicamente arenito, de baixa capacidade de absorção, o que permite que a água de precipitações adquira velocidade, resultando em significativas erosões.

Assista vídeo a seguir:

publicidade

Cidades & Geral

Tangará da Serra: Covid-19 e H3n2 motivam decreto; Eventos até dia 06 são mantidos

Publicado

A escalada da pandemia do novo coronavírus e o surto de influenza (H3n2) resultaram em decreto com medidas de contenção das duas doenças em Tangará da Serra. O município é o terceiro da região – após Porto Estrela e Barra do Bugres – a impor medidas preventivas no intuito, principalmente, de conter a propagação da Covid-19.

Na tarde desta segunda-feira (17), o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson (PSDB), anunciou o decreto 006/2022, com 11 artigos que impõem, até o próximo dia 31, com uma série de medidas preventivas.

Decreto foi anunciado na tarde desta segunda-feira (17), pelo prefeito Vander Masson.

As atividades no Comércio e Serviços – incluindo bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres -, além de academias, seguem autorizados, conforme horário dos alvarás e com medidas de biossegurança previstas no decreto.

Nas igrejas e templos, os cultos e celebrações seguem autorizados, também com obrigatoriedade de medidas de prevenção.

Os eventos sociais, artístico-culturais, técnicos, científicos, corporativos e outros que estejam marcados e já divulgados até 06 de fevereiro estão autorizados, devendo seguir os procedimentos de biossegurança. Novos eventos deverão ser comunicados com 30 dias de antecedência à Vigilância Sanitária.

Leia mais:  Álcool, violência e sentimento de impunidade podem fazer jovens perderem juventude na cadeia

Aulas e esportes

O processo de retomada das aulas estará baseado em análises e monitoramento das autoridades sanitárias e do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus.

O decreto não faz menção específica à questão dos esportes coletivos e atividades esportivas em geral.

O decreto será publicado ainda hoje (segunda, 17) e estará disponível no site do município, no link a seguir:

https://tangaradaserra.mt.gov.br/?tipo_legislacao=decreto

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana