conecte-se conosco


Cidades & Geral

Região seguirá com calor intenso na 2ª quinzena do mês; Chuva ainda é incógnita

Publicado

A região sudoeste de Mato Grosso seguirá com altas temperaturas e pouquíssima chuva na segunda quinzena desse mês de setembro. É o que preveem os principais sites de meteorologia do país, como Clima Tempo, Cptec/Inpe e Inmet.

Segundo os prognósticos, os termômetros deverão atingir o pico no próximo final de semana, quando as temperaturas na região – em especial as cidades de Tangará da Serra, Barra do Bugres e Campo Novo do Parecis – poderão chegar aos 43 graus celsius.

Aspecto da paisagem, no interior de Tangará da Serra, atesta severidade da estiagem.

Há previsão de chuvas, mas em pequenos volumes, entre 5 e 10 milímetros. A umidade relativa do ar segue baixa, com percentuais mínimos de 13% nas horas mais quentes do dia, podendo chegar a 44% nas madrugadas.

Mais quentes

Sapezal foi a cidade mais quente do Brasil no último domingo (12), segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. De acordo com o órgão, os termômetros chegaram a 44,8 graus celsius.

Outra cidade da região Sudoeste, Porto Estrela apresentou temperatura de 41°C no domingo, ficando na terceira colocação entre as cidades mais quentes do país no final de semana.

Leia mais:  Pedágios: Setor de transporte é contra reajuste para compensar impactos da pandemia

A segunda colocação como cidade brasileira mais quente ficou com Cuiabá, com seu tradicional calorão registrando 41.4°C no domingo. No próximo sábado, a capital mato-grossense deverá registrar calor de 44 graus celsius.

publicidade

Cidades & Geral

Porto Estrela: Assinada a ordem de serviço para construção de ponte sobre o Jauquara

Publicado

A ordem de serviço para as obras de uma ponte de concreto sobre o rio Jauquara, na comunidade Vão Grande, em Porto Estrela, foi assinada ontem (terça, 18) pelo prefeito Eugênio Pelachim (PSC – foto topo). As obras serão realizadas pela empresa CIBE Pré-Moldados, Concretos e Minerais, vencedora do certame licitatório realizado em dezembro do ano passado.

A construção da ponte será viabilizada através de convênio do governo de Mato Grosso, que repassou para a conta da prefeitura de Porto Estrela o valor de R$ 2.507.757,40. O município fará uma contrapartida de 51.178,77. No total, a obra custará R$ 2.558.936,17.

“Desde que assumi o meu primeiro mandato como prefeito de Porto Estrela, tenho trabalhado muito para resolver esse problema da Comunidade Vão Grande e hoje estamos vendo esse sonho se tornando uma realidade”, disse agradecendo a parceria do governador Mauro Mendes e do vice-governador Otaviano Pivetta.

Passarela sobre o rio foi rompida no início do mês, com fortes chuvas e a alta do nível das águas do Jauquara.

A ponte de concreto, que terá uma extensão de 71,1 metros e largura de 4,5 metros – proporcionará a ligação do município com as comunidades de Vaca Morta, Baixio e Vão Grande. “Nesta época de chuva, aquela comunidade sofre muito, pois o rio enche e a passarela não suporta o volume das águas e se rompe”, observou Pelachim, destacando que, com a ponte de concreto, o problema estará solucionado. “Sabemos da importância desta obra para a comunidade e estamos felizes em atender aquelas famílias”, completou.

Leia mais:  Justiça indefere pedido de reabertura do Comércio e resguarda responsabilidade do poder público local

Eugênio Pelachim destacou, ainda, que a viabilização das obras da ponte sobre o rio Jauquara também tiveram a intermediação do deputado estadual Dilmar Dal Bosco e do senador Jaime Campos, ambos do DEM, além do apoio da Câmara Municipal, através da vereadora Sula (PSC).

(Com informações de Assessoria)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana