conecte-se conosco

Cidades & Geral

Região seguirá com calor intenso na 2ª quinzena do mês; Chuva ainda é incógnita

Publicado

A região sudoeste de Mato Grosso seguirá com altas temperaturas e pouquíssima chuva na segunda quinzena desse mês de setembro. É o que preveem os principais sites de meteorologia do país, como Clima Tempo, Cptec/Inpe e Inmet.

Segundo os prognósticos, os termômetros deverão atingir o pico no próximo final de semana, quando as temperaturas na região – em especial as cidades de Tangará da Serra, Barra do Bugres e Campo Novo do Parecis – poderão chegar aos 43 graus celsius.

Aspecto da paisagem, no interior de Tangará da Serra, atesta severidade da estiagem.

Há previsão de chuvas, mas em pequenos volumes, entre 5 e 10 milímetros. A umidade relativa do ar segue baixa, com percentuais mínimos de 13% nas horas mais quentes do dia, podendo chegar a 44% nas madrugadas.

Mais quentes

Sapezal foi a cidade mais quente do Brasil no último domingo (12), segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. De acordo com o órgão, os termômetros chegaram a 44,8 graus celsius.

Outra cidade da região Sudoeste, Porto Estrela apresentou temperatura de 41°C no domingo, ficando na terceira colocação entre as cidades mais quentes do país no final de semana.

Leia mais:  Tangará da Serra deve retornar ao Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Norte

A segunda colocação como cidade brasileira mais quente ficou com Cuiabá, com seu tradicional calorão registrando 41.4°C no domingo. No próximo sábado, a capital mato-grossense deverá registrar calor de 44 graus celsius.

publicidade

Cidades & Geral

Dia de Feira: Frango orgânico é opção para alimentação rica, saudável e saborosa

Publicado

Entre as inúmeras opções para alimentação saudável e de sabor diferenciado, o frango orgânico – ou ‘caipira’ – da Feira do Produtor do Centro, em Tangará da Serra, é uma daquelas tradições que o tangaraense não abre mão quando se trata de levar à mesa uma refeição de qualidade. E hoje, quarta (22), é mais um dia de feira.

(Assista vídeo ao final da matéria)

Além do baixo teor de gordura, o frango orgânico auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares, degenerativas e até câncer. Segundo especialistas em nutrição, a carne de frango caipira consiste numa proteína magra que aliada a uma alimentação equilibrada e saudável ajuda a reforçar o sistema imunológico.

O bichinho é criado à solta nas propriedades, ciscando no terreiro. Antes de ser abatida com idades de três a quatro meses, a ave é retida por vários dias em local cercado, recebendo mais milho e, em alguns casos, ração à base de soja.

“Quarta é dia de Feira, e o que não falta é o franguinho caipira oferecido por muitos dos nossos feirantes, inteiro ou em cortes. É um alimento rico. Esse franguinho tem alimentação natural e complemento com milho. Nada de química ou hormônios de crescimento”, observa o presidente da Associação dos Feirantes, Valdeci Ferraz Aquino.

Leia mais:  Municípios podem recorrer de decisão de desembargador que obriga cumprimento do Decreto 836

Benefícios

Para o consumidor, a carne de frango caipira faz despencar o nível de substâncias tóxicas no organismo, aumentando a quantidade de vitaminas. Segundo especialistas em nutrição, o produto tem, em média, três vezes mais nutrientes minerais numa comparação com os alimentos convencionais.

Na Feira do Produtor do Centro, o franguinho caipira é encontrado com fartura nos boxes do Celso Machado (4-A, São José), da Salete (44-A, Vale do Sol I), da Sandra Rocha (71, Sítio Mina Azul, na MT-358 KM 14 – foto topo), do Zé Luiz (18-A, Vale do Sol I), do Welington (31-A, Córrego das Pedras), e de outros vários produtores que representam a agricultura familiar de Tangará da Serra.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana