conecte-se conosco


Cidades & Geral

Região com tempo instável e chuvas irregulares; Localidade recebe 60 mm em 03 horas (Vídeo)

Publicado

A segunda metade deste mês de outubro tem mostrado mais umidade, com nuvens carregadas e chuvas na região de Tangará da Serra.

Segundo o site especializado em meteorologia Clima Tempo, que trabalha com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo fica muito instável sobre quase todo o Brasil nesta terça-feira, 19 de outubro.

Na maioria das áreas do Centro-Oeste, há chance de alguns períodos com sol ou mormaço, mas a chuva pode vir com raios e com moderada a forte intensidade.

Nesta terça-feira, a previsão indica possibilidade de 80% de chuvas ao longo do dia em Tangará da Serra e em praticamente toda a região sudoeste de Mato Grosso. O volume médio previsto é de 10 milímetros, porém com distribuição irregular.

Esta irregularidade nas chuvas foi verificada ontem. Enquanto na área urbana houve chuva fraca, no interior houve grandes precipitações, como no caso do Assentamento Antônio Conselheiro, que registrou chuva de 60 milímetros em apenas três horas (das 12h00 às 15h00) na Agrovila 17.

Leia mais:  Crédito de R$ 200 mil para serviços cartorários viabilizará escrituração de área do aeroporto

(*) Ao final do texto, vídeo encaminhado ao Enfoque Business pelo produtor Paulo Zocal.

Este mesmo padrão climático tende a persistir ao menos até o fim desta semana. As temperaturas em Tangará da Serra variam entre as mínimas de 21°C e 36 graus celsius, com umidade relativa do ar chegando podendo superar aos 90% em alguns períodos.

Previsões semelhantes servem para municípios como Campo Novo do Parecis e Sapezal, no Chapadão. Na Baixada Cuiabana e em Barra do Bugres, as ocorrências de chuvas são mais limitadas, com a quarta e a quinta-feira sem chuvas.

(*) Assista vídeo com a chuvarada na Agrovila 17, em Tangará da Serra.

publicidade

Cidades & Geral

Feira do Centro oferece duas atrações típicas do Brasil e valiosas para a saúde e a culinária

Publicado

Domingo, como reza a tradição, é dia de Feira em Tangará da Serra. E dois produtos muito atrativos na Feira do Produtor do Centro são as castanhas de caju e do Pará. As duas são alimentos saudáveis e compõem receitas extraordinárias, como nos links ao final do texto.

A castanha-do-pará é rica em proteínas, fibras, selênio, magnésio, fósforo, zinco e vitaminas do complexo B e vitamina E. Também fornece antioxidantes ao organismo, promovendo a diminuição do colesterol total. Melhora o sistema imunológico e ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, como de mama, próstata e cólon.

Contribui para a saúde do cérebro e mantém o cabelo e as unhas saudáveis. Reduz a pressão alta, ajuda a regular a tireoide e é excelente fonte de energia.

Já a castanha-de-caju vem do fruto do cajueiro e é rica em antioxidantes, gorduras boas e minerais. Ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças do coração e anemia, além de melhorar a saúde da pele, unhas e cabelo. Segundo especialistas, consumir cerca de 30 gramas de castanha de caju por dia é uma alternativa para complementar os nutrientes consumidos diariamente.

Leia mais:  Crédito de R$ 200 mil para serviços cartorários viabilizará escrituração de área do aeroporto

Castanhas nos boxes

A castanha-do-pará oferecida na Feira do Centro é proveniente da região de Juína e de outras cidades e localidades da região norte do estado. Já a castanha de caju vem, principalmente, da região Nordeste do Brasil.

São comercializadas em vários boxes do setor de hortifruti, em especial nos boxes 16-C, de Elieder Santos; 21-A, de Francisco da Silva; 23-A, de Eliane Resende; e 42-A, de Elton Pereira.

Veja, a seguir, receitas com as duas castanhas:

https://www.receiteria.com.br/receitas-com-castanha-do-para/

https://www.receiteria.com.br/receitas-com-castanha-de-caju/

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana